Arrumei minimamente as ciosas que tinha utilizado para pintar, e guardei o meu desenho. Termino-o mais tarde. Dirigi-me para fora daquela divisão e fechei a porta entrando na sala. E mal o meu olhar se encontrou nesta divisão vi Zayn já com duas caixas de pizza na mão.

"Emma! Despacha-te! A comida já chegou!" ele disse gritando continuando de costas para mim sem ainda reparar na minha presença.

"Eu já aqui estou" eu disse calmamente caminhando mais para perto dele

"Não te tinha visto entrar." Ele disse assim que ouviu a minha voz virando-se e olhando para mim. "Onde é que ponho isto?" ele perguntou falando em relação as pizzas.

"Comemos aqui na sala" eu disse dando de ombros e vi-o a começar a poisar as pizzas na mesa de centro. "Vou buscar copos, queres beber o que?"

"Sumo ou água" ele respondeu enquanto se sentava no sofá.

Sumo? Estava a espera que ele pedisse uma cerveja ou assim. Não me perguntei porquê mas era realmente o que eu estava a espera. Mas parece que agora nada do que eu estou a espera do Zayn acontece.

Entrei na cozinha pegando em dois dos copos do armário e tirei uma embalagem de sumo ainda cheia do frigorifico. Peguei ainda alguns guardanapos e voltei a dirigir-me para sala. O Zayn já estava sentado num canto do grande sofá e as pizzas já estavam destapadas mas este ainda não tinha começado a comer. A televisão também já se encontrava ligada e o Zayn estava agora a poisar o comando depois de ter mudado de canal.        

Cheguei-me para perto do sofá e poisei as coisas na mesa sentando-me no lado oposto do sofá colocando as minhas pernas de lada em cima deste, ainda a vários centímetros de onde o Zayn se encontrava. O meu olhar direcionou-se agora para as pizzas, uma de fiambre e queijo que eu adoro, e outra de azeitonas, que eu detesto.

"Não gostas?" o Zayn perguntou talvez ao ver a minha reação a olhar para a comida.

"A de queijo e fiambre sim, a de azeitonas detesto" eu disse ainda olhando para as pizzas.

"É a minha preferida" ele disse retirando uma fatia da pizza e começando a comer.

Ai está mais uma coisa em que somos diferentes. Eu simplesmente odeio. Ele adora.

Afastei os meus parvos pensamentos e começei a atacar a outra pizza. Na realidade não tenho muita fome. Quer dizer eu agora nunca tenho fome. Ambos começamos a comer em silêncio e o único som que se fazia ouvir em toda a casa, era apenas a televisão.

"Hoje só tens aulas as duas e meia não é?" o Zayn perguntou ao fim de um longo tempo.

Ele está muito conversador para o costume. Sim podem achar ridículo porque nós quase nem falámos, mas ele costuma estar sempre tão calado. Como se estivesse no seu pequeno mundo, sem nada nem ninguém, só ele. Ele e o silêncio. E hoje estava a falar. A sua expressão séria estava presente no seu rosto como sempre, mas um pouco diferente no entanto.

E agora que me lembro, pois é, tenho aulas.

"Tchi, já nem me lembrava disso" eu suspirei em descontentamento. "mas sim são só as duas e meia. Pelo menos isso."

"não gostas de economia?" o Zayn perguntou olhando para mim e eu direcionei o meu olhar também para ele. Obvio que eu não gosto de economia. Ninguém gosta.

"Não odeio, mas também não é das coisas que eu mais goste" eu respondi dando um ultimo golo no meu sumo dando assim por terminada a minha refeição. Enquanto Zayn continuava a comer.

"Então porque é que lá estás? Porque é que não estás em artes se é uma coisa que gostas?" ele voltou a perguntar. E não sei se ei de ficar mais surpreendida pelo facto de ele estar a fazer tantas perguntas, ou pelo facto de ele ter uma certa razão. E eu não me importo de lhe responder, aliás sem ele não fosse assim nos podíamo-nos dar bem. Mas agora torna-se estranho visto que ainda ontem estávamos a discutir.

"Não sei bem." Eu começei. Era um pergunta difícil. "O meu pai sempre me incentivou a mim e ao meu irmão a seguirmos o que ele cria. O meu irmão saúde e humanidades, e eu economia. Mas ele sempre soube que eu preferia artes e que gostava de ter uma carreira como a da minha mãe. Mas desde que ela morreu isto não é nem uma hipótese." Eu disse e ele apenas me olhou durante largos segundos e depois voltou a desviar o olhar de novo para a frente, continuando a comer sem proferir qualquer tipo de palavra.

"e tu?" eu perguntei ainda olhando para ele.

"eu?" ele disse voltando o seu olhar para mim.

"sim. O que é que tu estudaste?" eu perguntei. Ele desviou imediatamente o seu olhar do meu, olhando em frente como se eu não tivesse falado, e a sua expressão séria mantinha-se presente e tornava-se indecifrável. 

Breves segundos passaram e ele mantinha-se calado. Parece que ele tinha voltado a 'fechar-se' como faz sempre.

"é melhor ires despachar-te, já está quase na hora" ele disse levantando-se enquanto agarrava nos copos e nas caixas vazias transportando-as para a cozinha.

Num movimento rápido levantei-me e olhei para trás vendo este quase a chegar a cozinha. Respirei fundo e falei.

"Porque é que fazes sempre isto?" a minha voz suou e ele calmamente se virou olhando para mim sem me interromper. "Porque é que sempre que estamos a ter uma conversa de pessoas normais tu foges sempre que eu te faço uma pergunta?" eu perguntei mexendo as minhas mãos consoante as palavras que dizia.

Eu só queria perceber o porquê de ele nunca me responder. Eu sei que é só uma pergunta parva, mas acho que é isso que torna o facto de ele não responder estupido. Já no hospital quando estávamos a ter uma conversa minimamente normal, ele fez o mesmo. E hoje até foi ele que começou com as perguntas, e nós estávamos só, a ter uma conversa. Mas eu logo vi que a sua 'simpatia' não podia estar a durar muito.

O seus olhos castanhos continuavam postos nos meus e ele continuava sem dizer uma única palavra.

"E porque é que tu mesmo sabendo que eu não gosto que me faças perguntas, continuas a fazê-las?" ele perguntou sem responder a minha pergunta. A sua voz saia calma. Não saia rude e com desprezo como costume. Apenas calma, como se ele também não quisesse discutir.

O que ele disse não faz sentido. Ele perguntou-me o porquê de eu não ter seguido artes, e eu perguntei o que é que ele seguiu. Acho que isso não têm nada de anormal.

"Porque nós estávamos a conversar, tu fizeste-me uma pergunta, e eu fiz-te outra" eu disse fazendo me óbvia.  

"Emma. É melhor ires despachar-te" ele disse respirando fundo e acho que tentando não elevar o seu tom de voz, e não dizer nada que depois se pode vir a arrepender

Eu abri a boca para falar, mas voltei a fecha-la. Eu na realidade queria perceber o porque de ele não ter respondido a uma pergunta tão simples. É que já nem é mesmo pela resposta em si, é pelo facto de ele fazer isto em todas as ocasiões.

Apenas assenti com a cabeça em sinal que, okay, se ele não cria falar, então não falava. Rodei os meus calcanhares andando em direção ás escadas subindo para o meu quarto.

Troquei de roupa vestindo uns calções de ganga e um top visto que hoje estava calor. Calcei os meus all star e peguei na minha mochila descendo. Vi que a porta da rua já estava aberta, então previ que o Zayn tivesse saído e deveria estar a minha espera no carro.

Caminhei até a rua e vi que as minhas suspeitas estão certas. Entrei no carro colocando a minha mala sobre as minhas pernas e coloquei o sinto sempre em silêncio. A viagem começou e nenhum de nós dizia nada. Também não havia nada para dizer. Acho que não estamos chateados. Apenas estamos como sempre.

"O teu pai já falou contigo?" a voz do Zayn suou depois de largos segundos despertando a minha atenção.

"Falar do quê?" eu perguntei eu desentendimento. O que é que o meu pai tinha para falar comigo?

"Ele vêm amanha, e disse que vai organizar um jantar em vossa casa e quer que estejas lá" ele disse desviando o olhar por meros segundos para mim.

O quê? Desde quando é que o meu pai vai voltar amanha? Há, e o facto de ele se ter esquecido de me avisar já nem me admira. Deve-se ter lembrado que têm um filha talvez.

"E o que é que eu vou lá fazer?" eu perguntei quase que automaticamente. Outra coisa para juntar a minha lista de porquês. Porquê é que o meu pai insiste em que eu esteja naqueles eventos estúpidos.

"És filha dele e como é em vossa casa, ele insiste que estejas presente" o Zayn falou olhando para mim assim que paramos no semáforo.

"Porquê? Lembrou-se agora que têm uma filha?" eu disse ironicamente.

é obvio. Até o Zayn o disse ontem. Ele só se lembra de mim quando é preciso. Mas também do que é que estou a espera. Sempre foi assim.

***

"O problema é esse, eu já nem me admiro de ele se ter esquecido de me avisar" eu disse caminhando até ao portão da saída da escola juntamente com a Kate.

"E tens falado com o teu irmão?" ela perguntou enquanto ambas tentávamos passar pela confusão de gente que se formava a saída da escola.

"Sim tenho falado com ele todos os dias, ele está muito feliz por estar com a sua namorada"

"E vais passar pela casa do Niall agora? A Kate voltou a perguntar. Esqueci-me completamente de ligar ao Niall.

"Ha... não... não posso... já sabes como é o Zayn. Mas diz-lhe que eu mais logo lhe ligo" eu disse tentando arranjar uma desculpa, na verdade o Zayn não me tinha dito nada, mas sinceramente prefiro ir a casa do Niall sozinha. Para falarmos só os dois.

"Okay eu digo" Ela disse e acho que não acreditou muito na minha 'desculpa' "Bem então vemo-nos amanha" ela disse e ambas nos despedimos.

------------------------------------------------------------------------------------

Oi oi :) bem antes de tupo quero pedir desculpas por ter demorado tanto mas como eu disse no ultimo capitulo eu estive de férias e não consegui publicar :( 

Mas agora vou conperssarvos e vou por outro amanha, e as coisas vão aquecer... Vou vos dar uma pequena pista... o nosso crido Zayn vai parar ao hospital... e mais não posso dizer só amanha <3 

Quero agradecer-vos a todas por tudo o que têm feito, e tenho falado com algumas de vocês por mensagens e vocês são magnificas! Tenho imenso orgulho em ter leitoras tão cridas e simpaticas como vocês, por isso já sabem se percisarem de alguma coisa, seja o que for, basta mandarem-me mensagem que eu tenho todo o gosto em vos responder <3

E prontos é tudo =) deixem as vossas opiniões, votem, comentem, e já sabem que dedico capitulos <3 beijos Ly <3 <3 <3


Fire || Z.MLeia esta história GRATUITAMENTE!