"Tu fazes-me tanto mal quando me fazes bem" a frase dele ocupava todos os meus pensamentos.

Eu queria dizer o mesmo. Queria dizer-lhe que aquela frase sem lógica tinha mesmo sentido para mim.
Mas mantive-me em silêncio. Limitei-me apenas a conversar com ele pelo olhar, e os seus olhos castanhos pareciam dizer tudo e nada, e a minha mente começou a imaginar. A imaginar o que estaria a acontecer hoje de manha se eu não tivesse parado o Zayn ontem.

A imaginar o que poderia ter acontecido ontem entre nós se eu não tivesse parado. Provavelmente estaríamos ambos a discutir ele estaria a dizer coisas apenas para me magoar, mas na realidade talvez essas coisas fossem verdade e eu apenas tivesse medo das encarar. Por outro lado poderia ter acontecido tal como aconteceu agora, ele ter-me contando um pouco da sua vida, ter-me explicado um dos seus medos, ter-me mostrado que afinal se preocupa. Que afinal ele sente.

Os nossos olhos continuavam presos. Nós estava-mos agora a olhar um para o outro, como se fosse a primeira vez que nos víssemos. Como se cada segundo atrás desaparecer-se assim que o próximo chega. E cada um destes fazia parecer uma década.

"ha... eu , vou despachar-me para não chegar atrasada" eu disse quando finalmente acordei do transe em que me encontrava e o Zayn apenas assentiu.

Comecei a levantar-me mas assim que me virei de costas algo me parar de novo.

"Emma" a sua voz rouca chamou fazendo-me ficar no lugar. "O que é que vais fazer logo á tarde?" ele perguntou olhando-me nos olhos e passando a mão pelo pescoço.

"Vou fazer um trabalho, vêm cá a casa aquela minha tal colega" eu disse

"Há okay" ele disse desviando a atenção de mim

"Mas porque?" eu perguntei curiosa. Qual seria o interesse dele em saber o que eu iria fazer? Eu não posso sair para fora sem o avisar, não percebi a pergunta.

"Por nada, esquece" ele disse deixando a minha pregunta sem resposta mas assim que eu abri a boca para insistir a voz dele cortou-me "é melhor ires despachar-te" ele disse desviando a conversa e eu não insisti mais.

Levantei-me depressa da cama e ajeitei a minha roupa caminhando para o corredor enquanto tentava pentear o meu cabelo. Abri a porta do quarto e antes de a fechar olhei uma última vez para o Zayn vendo-o ainda deitado, mas assim que sai a surpresa foi outra.

"Bom dia menina" fui surpreendida pela voz da Marihana e assim que me virei encontrei a doce senhora olhar para mim com um sorriso malicioso e ao mesmo tempo uma cara de repreensão.

"Bom dia Marihana" eu disse olhando-a dando o meu melhor sorriso. Mas esta continuava a olhar-me desviando os olhos entre mim e a porta do quarto onde o Zayn estava "Ha... ha... eu fui... avisar o Zayn que só tenho aulas á tarde" eu disse de forma a justificar-me atrapalhando-me toda tentando dar uma justificação credível mas sem qualquer sucesso.

Que ela acredite. Que ela acredite.

O meu subconsciente rezava enquanto os meus dedos estavam cruzados atrás das minhas costas fazendo figas para que funciona-se. A única coisa que eu não preciso são problemas com o meu pai se a Marihana lhe for dizer que eu tenho alguma coisa com o Zayn.

"Há sim sim, claro menina" a Marihana disse dando um riso fraco fazendo a sua voz suar ainda mais irónica do que alguma vez pensei ser possível. "Não têm de me dar justificações menina" ela disse caminhando até mim dando-me um sorriso matreiro fazendo-me ficar super envergonhada "Há e se calhar é melhor ir ao quarto de menino Zayn outra vez, as suas aulas são de manha" a Marihana disse piscando-me o olho e passando por mim continuando o seu caminho.

Oh meu deus que vergonha. Burra Emma burra! Aulas á tarde?! Podias ter inventado melhor por favor estás a descer na tua própria consideração tu tens aulas de manha!

O meu subconsciente ralhou e bati com a mão na testa em desilusão comigo própria.

Por fim entrei no meu quarto e despachei-me depressa visto que tinha cerca de 40 minutos mas dava tempo suficiente. Tomei um duche rápido vesti uma roupa simples e decidi amarrar o cabelo num rabo de cavalo alto. Há bastante que não o fazia.

Fire || Z.MLeia esta história GRATUITAMENTE!