❤ ❤ ❤

Olaaaaaaaaaaaaaa amores antes que comessem a ler o capitulo quero apenas esclarecer o que escrevi no titulo que diz P.O.V Zayn / Emma, ou seja este capitulo vai estar dividido em dois P.O.V's  e a primeira parte vai ser em P.O.V Zayn e a segunda P.O.V Emma, vou fazer essa divisão escrevendo o nome de cada um no inicio da sua parte.

Espero mesmo que gostem do capitulo, boa leitura e até já. 

Como sabem eu tive um "pequeno" problema com este capitulo e ele foi publicado antes de estar acabado por isso peço a todas que o voltem a ler por favor visto que à coisas que não estavam escritas no anterior.

Sei que é chato estarem a reler e perdeu a emoção mas eu peço-vos mesmo que leiam. Desculpem mais uma vez.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Zayn

"Emma!" grito assim que ela escapa do meu aperto

O seu corpo corre até a porta do escritório e ela abre-a de forma desesperada.

Foda-se.

Ela sai deixando a porta bater com força e consigo ouvir os seus passos correrem pelo corredor.

"Emma para com essa merda!" volto a gritar enquanto também eu deixo a porta do escritório bater e corro atrás dela

Ela têm medo de mim. Ela têm medo de mim. Ela têm medo de mim.

A mesma frase ecoa no meu subconsciente e sinto o sangue pulsar-me nas veias.

Têm calma Zayn.

"Emma!" bato com a minha mão na porta do seu quarto quando ela se fecha lá dentro

"Abre esta merda!" volto a dar um murro na porta e esta entreabre-se mostrando-me que a porta não está trancada, e a única coisa a fecha-la é o corpo da Emma do outro lado

"Emma sai dai eu não te quero magoar" deixo a minha mão cair de novo na porta apenas fazendo força para que faça barulho

"Sai daqui Zayn!" sinto um murro no meu estômago

Respiro fundo. Ela não me pode estar a mandar ir embora.

"Eu não vou sair até acabarmos a nossa conversa" rosno e encosto a minha cabeça à porta

Calma Zayn. Calma.

"Não Zayn! Ou te acalmas ou podes-te ir embora!" ela volta a gritar e consigo sentir o choro na sua voz

Merda.

"Emma eu não te vou fazer nada" tento rodar a maçaneta mas ela continua do outro lado da porta

"Emma caralho!" empurro a porta e ela volta a entreabrir-se

Foda-se eu não quero magoa-la.

"Se não saíres eu vou chamar a policia Zayn!" o meu corpo congela

Eu fui um cabrão. A merda de um cabrão. Ela está assustada. Ela está com medo de mim.

Encosto a minha cabeça de novo na porta e respiro fundo.

Ela leva o meu auto controlo aos limites.

Fecho os olhos e serro os punhos com força. O silêncio instala-se por toda a casa e a única coisa que oiço é a minha respiração ofegante e a respiração chorosa dela do outro lado da porta.

Merda ela está mesmo a chorar.

"Emma vá lá sai dai" soo baixo 

"Eu não vou voltar a pedir Emma-" ela corta-me

Fire || Z.MLeia esta história GRATUITAMENTE!