As mãos dele passam no meu cabelo enquanto eu traço as linhas da sua mão poisada na sua barriga. O Zayn está agora deitado de barriga para cima, e eu deitada no seu peito.

Eu podia sem exagero ficar aqui para sempre. Aninhada nos seus braços a ouvir apenas o som do seu coração.

Um forte suspiro sai pelos seus lábios e ele sobe a mão do meu cabelo para a minha bochecha. Tento torcer o meu pescoço para olhar para ele e encaro-o os fortes olhos castanhos.

"Não quero que isto acabe" ele fala para si passando os seus dedos pela minha bochecha de novo

O que é que ele está a crer dizer?

"Isto não têm que acabar" agarro no lençol deitando-me no seu peito virada para ele

Outro suspiro é solto e ele continua a acariciar-me.

"Eu não vou poder proteger-te para sempre" a sua voz soa como um murmuro vindo das profundezas

Ele está a falar de tudo isto. Não de nós agora, mas de tudo lá fora.

"Isto vai acabar um dia, e quando isso acontecer, tu já não vais precisar mais de mim" a sua voz perde-se no ar

"O meu pai não te contratou só porque o meu irmão foi para fora pois não?"

Eu nunca acreditei que o motivo fosse apenas esse. Eu sei que alguma coisa de muito grave se passa e o Zayn não apareceu na minha vida por acaso. O meu pai não o escolheu a ele por acaso.

"Não" ele confirma

"Então o que é que vai acontecer quando tu acabares o que vieste fazer?" a minha pergunta apanha-o desprevenido e ele baixa o olhar do meu

"Não sei" ele passa os dedos no meu cabelo

"Ninguém sabe Emma. Mas eu quero que me prometas uma coisa" a sua voz é séria e eu ajeito-me no seu peito

"O quê?"

"Quero que me prometas, que quando isto tudo acabar me vais dar uma oportunidade para te explicar tudo" a sua voz faz estremecer todo o quarto e consigo sentir o meu estomago contorcer-se

"Zayn o que é que tu queres dizer com i-"

"Promete-me" ele corta-me

Sinto o meu estomago apetar tal como o meu coração.

A voz dele assusta-me. Quando isto tudo acabar, o que é isto tudo?

O que é que ele e o meu pai escondem? O que é que o relaciona com o meu pai com a minha mãe, com o meu irmão, com o Dave o Harry? Onde é que todas estas peças encaixam?

Onde é que eu encaixo nisto tudo?

"Zayn-"

"Por favor Emma. Promete-me" os olhos do Zayn estão presos nos meus e consigo ver o seu olhar pedir pelas minhas palavras mais do que a voz dele pediu

"Eu prometo" deixo as palavras escaparem da minha boca e logo os lábios do Zayn colidem com os meus.

A sua mão está na minha cabeça e ele beija-me.

Eu não quero saber. Vivi parte da minha vida preocupada com as consequências de cada ato que vivia e eu não quero fazer isso agora.

O Zayn faz com que eu queira arriscar, faz esta parte mais confiante de mim vir ao de cima e eu não quero pensar nas consequências que isto me vai trazer, talvez eu não me devesse estar a apegar cada vez mais ao Zayn.

Talvez eu o devesse ter parado da primeira vez que nos beijamos.

Mas também, talvez esta noite nunca teria acontecido, talvez eu nunca teria conhecido o verdadeiro Zayn, talvez o maior erro seja não errar.

Fire || Z.MLeia esta história GRATUITAMENTE!