Ele está em pé do outro lado da secretária. Ambas as mãos apoiadas nesta. O seu cabelo já esta de novo voltado para cima e a sua roupa escura cai-lhe na pele morena.

Fecho a porta atrás de mim quebrando o contacto visual e ando em pequenos passos até ele.

Vou agir como se tudo estivesse normal entre nós. Afina não há motivos para não estar.

Faço o caminho até ao outro lado da secretario onde ele esta, e o seu corpo vira-se para mim.

"Já aqui estou" perco a coragem de o agarrar assim que os olhos dele cruzam os meus

Estão negros. Ainda mais negros. E ele cheira a tabaco. Esteve a fumar outra vez.

"Já estas vestida?" ele pergunta retoricamente analisando-me

"Então, agora vais lá abaixo e dizes ao Harry que com muita pena nossa ele não vai poder continuar cá" ele ordena

O seu corpo deixa-se cair na cadeira do meu pai e cruza as mãos à frente da barriga enquanto me olha firmemente

"Zayn eu não vou fazer isso" afasto-me

"Vais sim. Agora" ele sobe o tom de voz a medida que me vou afastando

"Ele apenas vai ficar cá uns tempos, só até arranjar casa" a minha voz é calma

Se eu não subir o tom ele não vai subir.

"Não me interessa se ele pretendia ficar aqui uma semana ou um mês, tu vais lá a baixo e vais faze-lo sair" ele é duro

"Zayn o Harry é meu amigo, qual é o problema de ele ficar aqui, é o Harry não é o Da-"

"Eu quero-o daqui para fora!" ele levanta-se

"Ele vai ficar" soo confiante e no momento a seguir arrependo-me

"Para com isto" Rosna numa ameaça. Ele levanta-se de novo e ficamos frente a frente, separados pela secretária, que parece a minha maior salvação agora

"Zayn porque é que estás a gritar comigo dessa maneira? O Harry não te vai incomodar! Aliás vocês são amigos. Por favor Zayn não vamos discutir" peço e sinto-o o seu maxilar tenso

"Estas me a pedir para não gritar contigo agora? Eu estive três dias Emma, apenas três dias fora e quando chego tens a merda do Harry enfiado cá em casa. Achas isso normal?" a sua voz soa irónica e rígida

"Ele não têm onde fica-"

"Para de ser ingénua!" ele grita e eu encolho-me 

"É obvio que ele têm sitio para onde ir! Apenas aproveitou-se da tua ingenuidade e de o facto de eu estar fora para se meter cá em casa!" os seus músculos estão tensos

"Para de dizer essas coisas dele! Tu conhece-o! O Harry é meu amigo, e ele não têm mais ninguém aqui" 

"Ele não quer a tua amizade Emma! Ele quer-te na tua cama!" ele grita e sinto um chuto no meu estomago

O meu coração aperta e sinto a minha garganta seca.

"Mas será que tu pensas que todas as pessoas têm que ser assim?" a minha voz soa frustrada 

Ele só pensa que toda agente que se aproxima de mim me quer mal, mas ele está a ficar paranoico! O Harry nunca, nunca me obrigaria a nada.

"Porque são Emma!" ele afasta a cadeira atrás de si

"Para de ser assim Zayn! Eu não vou pedir ao Harry para se ir embora porque tu achas que ele me quer foder"

Ele poisa as mãos na secretária. A sua cabeça está virada para o chão e consigo ouvir a sua respiração daqui. 

Fire || Z.MLeia esta história GRATUITAMENTE!