60º Capitulo

11.8K 1.1K 369

"Emma" a voz rouca e fraca sopra e sinto as lágrimas picarem os meus olhos 

"Precisava tanto de ouvir a tua voz" toda a extensão de pele do meu corpo de arrepia com o som da sua voz parecendo vir das profundezas

A voz dele está tão fraca.

"Como é que estás?" soo desesperada

"Estou bem- agora e tu?" a voz dele falha e sinto o esforço que está a fazer

"Zayn" deixo sair e fecho os olhos com força

"Eu estava tão preocupada contigo" a minha garganta aperta 

"Não precisas, não me aconteceu nada de especial" controlo a minha vontade de ralhar com ele

De perguntar como raio é que aquilo aconteceu? E porque é que ele teve de ir para Las Veja?!

Mas não foi nada de especial obviamente.

"Quando é que voltas?" sussurro

"Domingo" eu queria-o aqui já hoje

"Só tens alta no domingo?" 

"Claro que não, eu hoje não vou ficar aqui o dia todo" ele tenta com que a sua voz saia mais forte

Ele é tão teimoso.

"Zayn por favor não sejas imaturo" deixo sair mas no exato momento a seguir arrependo-me

"Eu não preciso que tu nem ninguém me digam como é que eu tenho de cuidar de mim" ele é firme e a sua voz aperta o meu coração

"Eu sei, apenas-" travo-me não sabendo o que dizer a seguir

Oiço a respiração dele do outro lado mas nenhum fala. Eu não quero discutir com ele não agora e não com ele assim. Ele não percebe que eu gosto dele e que só quero o melhor para ele?

"Apenas não quero que nada de mal te aconteça" solto num murmuro tão baixo que nem sei se ele ouviu

"Tens saudades minhas?" ele soa como uma criança ignorando o que eu disse

"Hum hum" sinto-o sorrir do outro lado 

Apenas passou um dia e uma noite, eu sei.

"Porque é que não me ligas-te ontem?" pergunto e sinto-o clarear a garganta 

"Não consegui" ele é breve e eu reviro os olhos automaticamente 

Claro que não.

"Desculpa" a voz rouca sussurra 

"Promete que me ligas no domingo assim que chegares" deito-me para trás na minha cama

"Assim que eu chegar vou ter contigo" ele garante e o meu estomago estremece

"Prometes?" soo infantil

"Prometo. O que é que fizeste ontem?" sinto a voz dele falhar de novo 

"Nada. O Louis foi me buscar à escola e eu apenas vim para casa" conto

"Ainda bem. E não apareceu ai nenhuma visita inesperada?"

"Não não aparece-"

"Sim sim" oiço o Zayn falar com outra pessoa e imediatamente calo-me

"Hoje nem pensar" oiço o responder mas não consigo decifrar o que a outra voz diz

"Amor vou ter que desligar" o meu cérbero congela assim que oiço a palavra 'amor'

"Tudo bem. Por favor se poderes liga-me, ou manda-me um mensagem a dizer como estás" quase que imploro

Fire || Z.MLeia esta história GRATUITAMENTE!