"Pii-pii"

O som mais irritante e o som que eu mais odeio a face da terra fez-se ouvir. Era nada mais que o meu despertador. Abri lentamente os olhos e ainda com a visão turva vi que este marcava as 7:40. Mal avistei isto agarrei na almofada e tapei todo a minha cara com ela não me querendo levantar. Tomei coragem e comecei a afastar as costas da cama e por fim levantei-me. Andei vagarosamente até a casa de banho, deixei cair a roupa pelo meu corpo e tomei um duche rápido. Sai da casa de banho enrolara numa toalha, com outra enrolada no meu cabelo. Fui até ao meu armário e
tirei umas calças de ganga simples e justas, e uma camisola creme, justa e não muito comprida, que chegava ao topo das minhas calças mas que não chegava a mostrar a barriga, e, coloquei as duas peças em cima da minha cama. Sequei os meus lisos e compridos cabelos castanhos, e de seguida vesti-me, coloquei algumas pulseiras, um relógio e coloquei risco sobre os meus olhos verdes, uma coisa que costumo por diariamente, mas costumo colocar tão pouco que quase nem se nota. Calcei as minhas all star brancas, peguei no meu iphone colocando-o no bolso de trás das calças e peguei na minha mala dirigindo-me para a cozinha. Ia lentamente a andar pelo corredor quando sinto alguém saltar para as minhas costas fazendo a minha mala cair no chão e eu quase tropeçar. Stefan.

"Stefan sai de cima de mim ias me matando!" disse e ele saiu das minhas costas. Este gajo é maluco só pode.


"Bom dia maninha lindaaa!" Disse gritando cheio de alegria. Mas este rapaz anda a tomar o quê? Em todas as chamadas que lhe fazia ele parecia que estava a morrer porque dizia que se ia embora e ia deixar cá a namorada e mais não sei quê. E agora até maninha linda me chama!


"Bom dia" disse apanhando a minha mala do chão. "Estás muito contente para quem se vai embora hoje" disse mas ele continuava com um sorriso na cara que parecia que lhe ia rebentar as bochechas.


"Claro que estou! A Emily disse me ontem que vem comigo para Londres enquanto eu estiver a estagiar lá!" Ele disse abraçando-me e rodando comigo no ar com um sorriso e um brilho nos seus olhos azuis que tinha herdado da minha mãe, encantador. A Emily é a sua namorada, e de certeza que isto era a melhor noticia que ele podia ter recebido.

"Há ok, assim já está explicado. Porque não é todos os dias que me chamas maninha linda" disse e ambos rimos. E aquele seu sorriso era tão verdadeiro que chegava a ser contagiante. "Então a que horas é que é o vosso voo?"


"É as 9" ele disse olhando para o relógio. "Mas já estou atrasado que combinei estar em casa da Emily as 8" ele disse na maior das descontracções. Sim porque ele só estava atrasado uns 15 min nada de mais!


"Vá, então vai lá que as raparigas odeiam estar a espera" disse sorrindo-lhe.


"Tens razão." Ele aproximou-se de mim e abriu os braços com um sorriso brincalhão e eu cedi ao abraço. "Vou ter saudades mana" disse quase que num sussurro e deixo um beijo no todo da minha cabeça.


"Também eu". Disse abraçando-o com mais força. "Vá vai lá andando antes que eu comece a chorar." Disse tentando brincar porque na verdade ele ia-me fazer muita falta. Ele afastou-se de mim e encarou os meus olhos e deixou outro beijo na minha testa. Ele afastou-se e começou a descer as escadas quase que a correr.


"Fica bem, e tem juízo." Ele disse já junto a porta e eu assenti com a cabeça e acenei-lhe em sinal de adeus e ele saiu. De novo eu e aquela casa. Apenas nós as duas. Sozinhas. Tal e qual como à dois anos atrás.

Continuei o que no inicio ia fazer e fui até a cozinha pegando numa peça de fruta que depois coloquei na mala para comer depois. Dirigi-me para a porta de saída e quando ia a passar na sala reparei na presença de Marihana.

Fire || Z.MLeia esta história GRATUITAMENTE!