"Adorei passar o dia contigo Emma" a voz do Dave suou assim que ele parou o carro mesmo em frente a porta de minha casa.

"Eu também gostei muito" a minha voz saiu mais baixa e insegura do que aquilo que eu pretendia.

Eu gostei de passar o dia com ele. É um rapaz simpático, divertido, engraçado... Mas á alguma coisa que deixa desconfortável. Desde a conversa que tivemos eu não consigo tirar as minhas ideias do Zayn. De tudo o que ele disse sobre o ele.

Eu estou ainda mais confusa do que antes. E o pior é que agora vou ter de o encarar como se nada fosse. Como se eu não soubesse de nada. Não lhe vou poder pedir explicações nem para me explicar tudo de uma vez por todas.

"Anda, eu acompanho-te até à porta" a voz do rapaz ao meu lado disse acordando-me dos meus pensamentos e quando olhei para ele este já se preparava para sair do carro.

"Não!" eu disse impedindo-o e o sua expressão olhou-me confusa "Quer dizer, não é preciso está muito frio e a tua mãe costuma sair sempre a estas horas..." eu disse mentindo.

Eu queria que ele fosse embora o mais depressa possível antes que o Zayn chegasse. Se ele entrasse a Marihana ainda o convidava para jantar e não não, ele têm que se ir já embora.

"Okay, então depois eu ligo-te" ele disse aceitando a minha resposta e eu comecei a sair do carro antes que ele muda-se de ideias.

"Sim depois combinamos qualquer coisa" eu disse já de fora do carro e fechei a porta recebendo um acenar da parte dele ao qual correspondi.

Caminhei até a porta rapidamente e antes de entrar dei-lhe um breve sorriso e este logo arrancou com o carro.

Um longo suspiro sai pelos meus lábios assim que fecho a porta.

Já passou Emma já nada pode correr mal. O meu subconsciente apoia-me.

"Cheguei Mariha-" eu começo por gritar mas assim que me viro para frente e me afasto da porta a minha respiração para.

Zayn.

"Ha... Zayn. Ha...Já chegas-te?" eu perguntei batendo-me mentalmente por me ter atrapalhado.

A sua figura estava tensa. Ele estava encostado às costas do sofá tinha os braços cruzados ao peito e olhava para mim sem qualquer tipo de expressão.

"Sim. Acabei por conseguir vir mais cedo" ele falou descruzando os braços e desencostando-se do sofá. "Então e tu?" a voz dele suou e todas as coisas que o Stefan me tinham dito dobre ele fizeram-se aparecer na minha cabeça.

"Eu o quê?" eu perguntei mais baixo do que pretendia.

"Não eras para vir as 17h? São 18h." ele disse continuando sem qualquer tipo de expressão.

Estou a odiar o tom dele.

"Ha... sim. Mas acabamos por nem ver o tempo a passar" eu disse e passei por ele começando a caminhar pela sala tentando acabar com aquela conversa por ali

"Ah sim. Então conta-me. Como foi o teu dia?" a voz dele suou atrás de mim fazendo-me parar.

"Foi bom. Almoçamos, vimos um filme, pusemos a conversa em dia, coisas normais" eu disse virando-me de nosso para ele.

"Já acabas-te?" ele disse dando um passo na minha direção.

A sua era voz fria. E pude sentir o meu coração apertar.

O que é que ele queria dizer com aquilo?

"Já acabei?" eu perguntei colocando a mesma questão que ele não percebendo o que este quis dizer. Mas apenas recebi um riso irónico da sua parte.

Fire || Z.MLeia esta história GRATUITAMENTE!