Os seus lábios roçam nos meus e eu vejo-me completamente perdida nele e nas suas palavras.

Ele trinca o meu lábio inferior puxando-o para si de forma provocadora. Sinto a sua mão mexer-se na minha perna e os seus lábios são finalmente colados aos meus.

O Zayn começa a mexer os seus lábios contra os meus mas eu continuo parada, deixando-o mais impaciente.

"Emma..." ameaça contra os meus lábios "Para de me provocar..." ele trinca de novo o meu lábio inferior e sinto a sua mão ir direta à minha intimidade fazendo-me fechar os olhos em apreciação

"Humm" não consigo evitar gemer quando a sua mão faz a ganga das calças roçarem na minha intimidade intensamente

"Agora já não é 'Zayn para' " ele ri contra a minha boca deixando as minhas bochechas tomar cor, mas os pensamentos logo acabam quando ele volta a atacar os meus lábios e desta vez eu correspondo

A língua do Zayn entra imediatamente na minha boca e o meu corpo estremece pelo contacto e as nossas línguas criam uma guerra que nenhum de nós parece conseguir vencer.

A mão do Zayn continua na minha intimidade e ele começa a fazer movimentos para cima e para baixo e eu não consigo evitar gemer contra a sua boca.

Nós não podemos estar a fazer uma coisas destas aqui. Isto é uma loucura

"Zayn..." eu gemo e a minha respiração quebra-se quando sinto a mão dele entrar por dentro dos meus calções tocando-me por cima das cuecas

"Diz bebé" as palavras dele contra os meus lábios fazem-me estremecer e sinto os seus dedos esfregarem-me por cima das cuecas

"Nós-" a minha voz tenta mas a minha respiração corta-se quando ele esfrega de novo os seus dedos por cima do fino decido das minhas calças e eu mexo a minha cintura inconscientemente e gemo.

Eu estava a ficar demasiado descontrolada, se ele continua-se iria ter de acabar e era uma loucura fazer-mos isto.

"Vês o poder que eu tenho em ti..." as suas palavras são sussurradas contra os meus lábios e os seus dedos pressionam a minha intimidade

"Zayn-" gemo novamente e mexo a minha cintura e consigo sentir o seu sorriso contra a minha boca

"Eu quero-te tanto Emm" as suas palavras carregadas fazem-me estremecer e imediatamente ele acaba o contacto entre nós e sinto o seu toque a afastar-se.

Ele está a gozar certo?

Os meus olhos abrem-se imediatamente e consigo a claridade do cinema e o Zayn a centímetros de mim com um sorriso na cara

Foda-se. As luzes estão ligadas e estamos no intervalo.

Ele está-se a rir de mim. Ele sabe no estado em que me deixou. Eu não acredito.

"Então Emma? Querias alguma coisa?" ele ri contra a minha boca e eu coro violentamente

Eu juro que estou capaz de o matar

"Tu é que pediste para parar bebé" ele volta a rir quando se apercebe da minha expressão cada vez mais séria e chateada e puxa o meu lábio inferior para si.

Ele não parou quando eu lhe pedi, e agora, logo agora, parou!

Eu vou mata-lo!

O Zayn volta a roçar os lábios nos meus mas assim que se prepara para me beijar eu afasto-me e encosto-me à cadeira.

Agora estou chateada. Chateada e carente, ele não parou quando eu pedi, ele queria ver-me neste estado.

Foda-se mas também porque é que teve de ficar intervalo logo agora?!

Uma gargalhada baixa era feita ouvir e consigo sentir o olhar do Zayn em mim enquanto se ri.

Isto não vai ficar assim.

"Não fiques assim Emm..." ele murmura nas consigo sentir o sorriso torto que está na sua cara.

Ele está mesmo a achar piada. Ele não percebe o quanto embaraçoso isto é?

Fire || Z.MLeia esta história GRATUITAMENTE!