"Estás a gostar?" ele pergunta levando uma garfada à boca

"hum hum, o Arthur é fantástico" dou mais um gole na minha bebida

A comida estava simplesmente fantástica como todo este sitio.

Continuo a minha refeição lentamente apreciando cada pedaço agora que já estava quase no fim.

Olho para o Zayn para trocar olhar com ele mas ele esta parado. Ele não esta a comer, esta literalmente parado com os talheres cada um numa mão enquanto olha fixamente e intensamente para mim.

"O que é que se passa?" pergunto

"Nada" ele beberica um pouco da sua bebida

Okay ele acabou de me dar a certeza de que se passa.

"Á alguma coisa de errado?"

"Não não, está tudo bem" ele é breve mas eu não falo quando percebo que ele vai continuar

Os seus lábios separam-se um do outro mas som não sai por eles

"Eu apenas te quero contar uma coisa" ele finalmente revela

O meu coração acelera imediatamente quando percebo o tom sério dele e paro imediatamente o que quer que seja que eu estava a fazer e deposito toda a minha atenção nele.

"Não é nada de mais, mas eu queria que soubesses que vou viajar para a semana, e não queria que fosses apanhada de surpresa. Eu não sei, mas achei que te devia dizer-"

"Tu vais viajar?" a minha voz cobre a dele

Como assim ele vai viajar?

"Quando é que vais?" as perguntas fogem dos meus lábios

"Ainda não tenho a certeza se vou daqui a 2,3, ou até 4 dias, mas vou esta semana" ele explica

O meu peito aperta de uma forma estranha e eu não consigo compreender o que é. Mas esta ideia de ele ir viajar, nós temos estados juntos todos os dias, mesmo nos fins de semana ele vai la casa, e... deus eu estou a ser estupida

"E então onde é que vais?" tento parecer entusiasmada

"Vou a Las Vegas"

Las Vegas?! O que é que ele vai fazer a Las Vegas?

"O que é que vais fazer a Las Vegas?" sinto o meu coração apertar, como ele apertava quando eu fazia uma pergunta ao Zayn e sabia que ele não queria responder

"Vou tratar de uns assuntos" ele é breve e eu apenas assinto

Tratar de uns assuntos.

Não vou perguntar que assuntos são.

Ele mostrou que confia em mim quando me trouxe aqui e me contou toda a historia deste sitio.

Então é a minha vez de mostrar que confio nele, e que sei que se ele não me conta é porque não pode e não porque não confia em mim, ele provou isso hoje depois de me mostrar tudo isto.

"E vais quanto tempo?" pergunto dando uma das minhas ultimas garfadas

"Vou penas três dias"

"Posso só saber se vais com o meu pai?" tento

"Não, o teu pai não vai" ele fala poisando finalmente os talheres acabando a refeição

O que é que ele vai fazer a Las Vegas? Sem o meu pai?

Esta aqui qualquer coisa nesta historia que me assusta. Esta ideia assusta-me

"Nesses dias não te precisas de preocupar porque eu falei com o Louis e ele pode levar-te onde tu precisa-"

"Nem penses Zayn" não o deixo acabar

"Emma..." ele pede

"Não Zayn, o Louis é um rapaz muito simpático e eu acredito que ele seja boa pessoa, mas eu posso muito bem ir sozinha, ele têm a vida dele, não vai andar atrás de mim" eu acabo e assim que olho para o Zayn ele têm um sorriso torto desenhado no rosto e eu não consigo perceber o seu motivo

"Gosto da ideia, só eu é que posso andar atrás de ti?" ele meio que pergunta e meio que afirma continuando com o seu sorriso torto

"Sabes pensando bem nem era má ideia" provoco e uma das suas sobrancelhas sobe

"Vou falar com o meu pai sobre isso, pode ser que ele me deixe trocar-te pelo Louis" beberico o ultimo gole da minha bebida e o Zayn ri

"Ai sim?" o seu tom é perigoso

"Sim, ele é bastante engraçado e é mais simpático" os meus olhos não largam os dele

"Okay, vamos ver quanto tempo aguentas o Louis e sendo assim vou deixar-te 3 dias com ele, e aposto como não me voltas a largar quando eu voltar" o seu tom é malicioso e consigo perceber os vários sentidos da frase

"Agora a sério Zayn, ele não-"

"Eu estava, a falar a sério" o seu tom é malicioso e sei imediatamente que ele apenas se estava a referir à parte do 'aposto como não me voltas a largar quando eu voltar'

"Admite que vais ter saudades minhas bebé" o sorriso torto dele e a sua voz fazem-me estremecer

"O jantar estava do vosso agrado?" a voz de Jasper ao meu lado faz-me acordar e as palavras do Zayn ficam suspensas no ar

"Sim o jantar estava maravilhoso" sorriu para Jasper e assim que volto a olhar para o Zayn ele ainda continua com o seu olhar sobre mim

"Estava ótimo Jasper, dá os parabéns ao Arthur mais uma vez" o Zayn finalmente fala

"Serão entregues" Jasper recolhe os nossos pratos e o eu o Zayn faz-me trocar olhares com ele

Sei que esta conversa ainda não acabou

"Vão querer sobremesa?"

"Não" o Zayn responde de imediato

"Eu vou mostrar o resto do Hotel à Emma, e depois talvez comemos qualquer coisa" ele olha para mim e eu apenas assinto

"Claro estejam à vontade" Jasper tenta levar o máximo de coisas possíveis nos braços e abandona a mesa

"Vamos?" o Zayn pergunta


***


"Uau, isto é lindo" os meus olhos arregalam-se mas a minha voz é mais fraca do que pretendo.

Sim isto é mesmo lindo, parece um sitio fictício. O Zayn fez questão de me mostrar de tudo um pouco, mostro-me dois dos salões de festas, mostrou-me as piscinas, o jardim, o spa, e algumas das suites, são todos espaços grandiosos e apesar de luxosos têm simplicidade e transmitem calma e conforto, tudo num estilo moderno com alguns toques requintados a base do branco cinzento e dourado, mas apesara de tudo isso a ideia da viajem dele ainda não me saiu da cabeça.

Sinto-me tão insegura quanto a isso. Eu sei que eu e o Zayn não temos nenhum tipo de relação oficial nem nada do género, e também sei que ele é livre de fazer o que quiser, mas Las Vegas é Las Vegas, tenho medo e receio que o Zayn esteja com alguém lá.

Quer dizer eu também não controlo a vida dele nem a 50% aqui, mas ele já me garantiu que não têm estado com ninguém, mas lá... não sei, acho que é mais pela fama de Las Vegas, dos bares das bebedeiras, tudo isso.

"Vamos entrar..." o Zayn olha confuso pelos números das portas enquanto andamos por um dos corredores


"... aqui" ele passa o cartão que tem na mão pela ranhura na porta

Os olhos dele encaram os meus e ele leva alguns segundos até abrir a porta.

Eu entro mais uma vez antes dele e os meu olhar percorre todo o espaço. Estamos numa das suites.

Uma cama enorme com lençóis brancos com pequenos detalhes em dourado e imensas almofadas esta encostada a uma das paredes brancas, por cima um enorme quadro de uma cidade em prestativa ocupa toda a cabeceira da cama. Dois tapetes cinzentos claros estão de cada lado da cama cobrindo pouco do chão de madeira, assim como duas mesas de cabeceira brancas e cinzentas com um tampo em vidro e ainda uma pequena porta de vidro talvez para uma varanda.
Uma também enorme televisão estava a largos metros de distancia da cama estava fixa na parede, por de baixo estava um largo móvel cinzento também com um tampo em vidro. Numa outra das paredes estavam dois roupeiros juntos também estes cinzentos e brancos de portas de correr cobertas de um espelho. Na ultima parede um sofá de dois lugares e uma pequena secretario com um espelho por cima preenchia o quarto. Do nosso lado esquerdo havia um abertura na parede como uma aberta que daria para a casa de banho, onde daqui eu apenas conseguia ver parte de uma enorme banheira

Os meus olhos estavam mais arregalados que nunca enquanto eu girava no meu corpo.

"Gostas?" a voz rouca faz o meu corpo estremecer

Eu não tenho palavras para descrever isto. A sofisticação a simplicidade a elegância a paz que transmite.

"É nosso esta noite" o meu coração para assim que o volto a ouvir falar

Procuro o Zayn no quarto e os meus olhos colam-se imediatamente aos seus enquanto ele sorri e sinto o meu interior pulsar.

Eu não acredito.

Ele aproxima-se em largos passos até mim e os seus braços enrolam-se na minha cintura.

"Queres mandar vir comida?" ele roça o seu nariz no meu e sinto o meu interior estremecer pelo simples toque

E pelo simples facto de ser dele.

"Como quiseres" a minha voz volta a sair mais fraca do que eu pretendia e ele afasta a sua cara da minha apenas para nos encararmos

"O que se passa?" ele pergunta

"Nada" tento um sorriso e a sua expressão fica mais séria

"Emma se queres que eu fale contigo tens que falar comigo, o que é que se passa?" ele é mais rígido

"É este sitio? Não queres ficar aqui-"

"Não Zayn não é nada disso, isto é espetacular eu estou mesmo muito feliz por ficarmos aqui" sorrio de forma involuntária

Eu estou mesmo. Não estava nada à esperada disto tudo do Zayn

"Então que se passa" ele aperta-me contra si

Na verdade não se passa mesmo nada

"Ficas-te assim depois de eu ter falado da viagem, é por isso?" ele pergunta e sou obrigada a desviar os meus olhos dos dele

Não, quer dizer, sim e não. Eu não quero que ele não já é a vida dele. Mas é tudo tão incerto e se depois ele chega e se apercebe que não lhe faço falta e não quer continuar com isto? É que nós ao não sermos namorados eu não posso exigir nada dele, nem posso exigir nada do seu comportamento

Fire || Z.MLeia esta história GRATUITAMENTE!