Assim que me apercebi que estava praticamente deitada em cima do Zayn senti as minhas bochechas corarem de imediato e afastei-me tomando a iniciativa de falar logo para não tornar este momento ainda mais constrangedor.

"Obrigada Zayn! Eu prometo que não vou fazer nada de errado!" eu disse olhando para ele sentindo as minhas bochechas sorrir involuntariamente enquanto o olhar do Zayn estava posto em mim e eu podia ver o canto dos seus lábios ligeiramente para cima.

"Disseste Domingo?" ele perguntou encarando o verde dos meus olhos.

Por favor ele que não diga que não agora por ser domingo.

"Sim..." eu confirmei receosa "Mas eu só tenho aulas à tarde e-"

"Não é por isso" a sua voz rouca interrompeu-me "Eu nesse dia já tenho coisas para fazer, por isso não vou poder levar-te" ele disse justificando-se

"Não faz mal, eu peço ao Niall ou à Cate ou posso ir sozi-" eu parei-me a mim própria antes de dizer a palavra 'sozinha' assim que recebi um olhar sério do Zayn "Eu, depois falo com um deles..." eu disse e senti-o relaxar de novo mas como se ainda estivesse a ponderar a ideia

"Eu em principio despacho o que tenho para fazer a tempo e depois vou lá buscar-te" ele disse encostando-se para trás no sofá enquanto passava as mãos pela cara, apetecia-me dizer-lhe que estava a borrar ainda mais a cara só que contive-me ficando calada, mas continuando enquanto ele passava as mãos pela cara e suspirava de cansaço.

Como se em descontentamento às tais coisas que ele têm para fazer no domingo.

O Zayn tirou as mãos que cobriam a sua cara e passou agora um destas pelo seu cabelo da forma que só ele sabe fazer, parecendo cansado.

O Zayn hoje voltou a surpreender-me. Nunca esperei ter uma brincadeira destas com ele. Mas ao longo do tempo o Zayn têm-me vindo a mostrar, que ele realmente se preocupa comigo, que se importa, e que sabe ser carinhoso, quando me abraça me acaricia, quando me beija, tudo é tão diferente com ele. É uma sensação tão estranhamente boa. Eu nunca pensei vir a conhecer este Zayn carinhoso, simpático e que agora esta a confiar em mim para me deixar ir a esta festa. À uns tempos atrás nem fazia sentido eu pedir-lhe, que a resposta era obvia, mas agora tudo está diferente. Tudo mudou.

E é como ele diz 'É estupido eu nem saber porque é que mudou quanto mais o que é que mudou'

Agora essa frase sim faz sentido. E agora eu sinto que o conheço.

Não eu nunca conhecerei o Zayn. Todos os seus mistérios, todos os seus segredos, todos os seus medos, todo o seu passado, eu nunca conhecerei nada disso. Mas eu sinto que o conheço de outra maneira. O Zayn pode não expressar as suas emoções mas eu sinto que ele está cansado, e quase acabado aqui ao pé de mim. Gostava imenso de lhe perguntar o que é que ele esteve a fazer enquanto esteve fora, mas eu não o vou fazer.

Vou arriscar por outro caminho.

"Está tudo bem contigo?" eu arrisquei-me a perguntar e senti os seus olhos encararem-me voltando a forma séria mas não tão pesada. Como se ele tivesse percebido que eu estou realmente preocupada com ele.

"Sim. Estou só cansado" ele disse confirmando as minhas suspeitas. Voltei a tomar coragem e decidi fazer-lhe uma outra pergunta. Mas os segundos passavam-se e as palavras pareciam presas na minha garganta.

"Sempre foste visitar a tua irmã?" eu perguntei desta vez mais baixo, sabendo que estava a tocar no assunto proibido. E o que eu esperava aconteceu.

De novo a expressão séria do Zayn voltou a olhar para mim mas desta vez sim, carregada e pesada como se me avisasse que eu estava a entrar por um caminho sem saída.

Fire || Z.MLeia esta história GRATUITAMENTE!