"Zayn" deixo sair enquanto olho para ele

Quem é este à minha frente?

"Não me respondes-te amor" ele gargalha

Uma gargalhada fria e sem sentimento.

"Estavas com aquele filho da puta não estavas?" ele afasta-se do sofá e por impulso aproximo o meu corpo do dele

"Eu consigo aguentar-me sozinho" a sua voz é rígida e ele afasta-me assim que o tento ajudar

"Eu vou só buscar as chaves e vou deixar-te em casa, tu não estás em condições-"

"Eu não vou a merda de sitio nenhum. Queres ficar sozinha com o Harry é isso?" ele aponta e dá um passo na minha direção

"É isso Emma?" ele dá mais um passo e consigo sentir o cheiro a álcool e a tabaco insuportável

"Eu não vou discutir contigo neste estado" rodo nos meus calcanhares para ir buscar as chaves mas o seu toque para-me

A sua mão fria enrola-se no meu braço e ele vira-me para si num movimento brusco e a minha respiração acelera.

"Neste estado?" ele ri sinicamente

Os olhos dele são como no meu sonho, negros e sem qualquer sentimento.

"Sabes porque é que eu estou na merda deste estado?" ele solta o meu braço e afasta-se

Os seus músculos são tensos e a sua voz pesada, quero dizer alguma coisa mas não consigo.

"Por causa de ti! De ti e de toda a merda que me fizeste!" ele grita e eu encolho-me

"Sabes aquilo que eu mais queria hoje depois de ter discutido contigo?" ele congela o seu olhar no meu e volta a aproximar-se de mim

A sua respiração é forte e pesada e controlo a minha vontade de me afastar dele. De sair dali e só voltar quando o meu Zayn também voltasse.

"Queria ter-me enfiado num bar qualquer e foder a primeira loira que me aparecesse à frente" ele rosna e imediatamente sinto a minha garganta a apertar

Eu não quero ouvir o que ele vai dizer.

Por favor não, não, não.

"Mas queres saber um coisa, eu não consegui." ele grita e gargalha ao mesmo tempo e um sentimento estupido de alivio percorre todo o meu corpo

"Eu queria ter entrado na merda de um bar como antigamente e conseguir foder a primeira gaja que me aparecesse à frente. Mas não e sabes porquê?" a sua voz é como uma faca a entrar cada vez mais fundo em mim

"Por causa de ti! Porque sempre que eu olhava para uma gaja via-te à minha frente. Ouvia a tua voz, via o teu sorriso e via-te sobretudo aqui, a foder com o Harry na mesma cama onde nós dormimos os dois" a voz dele é o único som que consigo ouvir no mundo inteiro

Quero deixar de ouvir deixar de pensar deixar de ver. Quero apenas que tudo volte a ser como hoje de manha. Quero que ele me sorria como sorrio assim que acordou, e quero os seus olhos castanhos avelã de novo.

Eu estou estupidamente e doentiamente apaixonada por ele.

"Diz alguma coisa" ele rosna e eu expludo

A minha garganta está apertada o meu coração igual o está e sinto todas as minhas forças perderem-se assim que abro a boca.

"Tu achas mesmo que alguma vez eu conseguia estar com o Harry? Sinceramente Zayn olha-me nos olhos e diz-me que é isso que tu pensas de mim. Tu sabes que eu nunca seria capaz de estar com outra pessoa porque eu-" a minha voz deixa de se ouvir e assim que me calo sinto o meu coração sufocar-me

Fire || Z.MLeia esta história GRATUITAMENTE!