Capítulo Final

543 52 4
                                    


Vanessa Aguiar

Sorrio ao ver o Elfo vindo em direção ao carro e meu coração já sente um alívio o envolvendo. Eu sabia que estar com ele me faria bem. Não vou falar sobre o assunto agora, vou apenas me distrair um pouco. Amar um pouco. Ser amada um pouco.

— O que aconteceu? — O Elfo pergunta no momento em que entra no carro.

— Um imprevisto, mas a Laura vai resolver para mim — Respondo com um sorriso pequeno — e eu não quero falar sobre isso agora.

— Tudo bem — Ele fala colocando a mão na minha coxa — Ansiosa para conhecer seu apartamento/

— Muito, de verdade — Respondo animada.

Eu começo a dirigir e sorrio olhando o Elfo no banco do passageiro quando o sinal fica vermelho, parece que estou vivendo um sonho de tão boa que a minha vida tem estado. Nosso relacionamento ficou ainda mais firme e mais estável. Foram dois meses incríveis, os melhores desde que a gente começou a morar junto, não que a Manuela concorde muito.

As pessoas se acostumaram comigo novamente nesse tempo e ninguém olha estranho mais, ou talvez secretamente o elfo tenha feito alguma coisa, não tem como saber.

Finalmente chego no meu prédio e aproveito para avisar o porteiro que o Murilo tem a entrada liberada para o meu apartamento.

Eu amei que esse prédio tem apenas um morador por andar, sei que é muito grande para quem vai morar só, mas admito que senti muita falta de cômodos grandes e espaçosos. Digito o código do elevador que vai direto para o meu andar, cada andar tem um código.

Saímos do elevador em uma espécie de entre sala e para entrar no apartamento tem mais uma porta com código também, claro que eu já passei tudo para a Laura como se ela fosse morar aqui, e para o Elfo também, mas a Laura veio aqui um dia comigo enquanto ele estava sendo decorado.

Quando eu abro a porta fico completamente confusa e surpresa, o chão do apartamento está forrado de pétala vermelhas e brancas e o Murilo segura a minha mão me guiando para dentro do apartamento, até a sala, onde estão duas taças de vinho e um vinho no gelo e alguns chocolates e morangos.

— O que está acontecendo? — Pergunto olhando para o Murilo que sorri para mim.

— Eu acho que nós deveríamos comemorar melhor seu primeiro dia aqui — Ele fala e eu sorrio para ele — E agora que nós vamos ficar longe, seria bom que todo mundo soubesse só de olhar para você que você é comprometida.

— Eu não vou tatuar seu nome — Eu falo rindo e ele sorri de lado.

— A ideia não era essa, mas eu gostei bastante — Ele fala e eu rio negando.

— E qual a sua ideia? — Pergunto curiosa.

— Isso — Ele tira uma caixinha do bolso — São aneis de compromisso, pensei em te pedir em casamento hoje, mas ainda não é o momento porque os seus objetivos agora são outros e nós podemos esperar, mas eu quero que todos saibam que você tem namorado.

— Eu amei — Falo beijando ele.

Ele retribui o beijo com calma, segurando na minha cintura, sua língua dançando contra a minha sutilmente e finalizando o beijo com um selinho prolongado.

Quando a gente se afasta, ele tira um anel lindo e final com umas pedrinhas de diamante e coloca no meu dedo e eu coloco o anel no dedo dele, é simbólico, mas deixa meu coração super quentinho.

Ele serve uma taça de vinho para mim e uma para ele e nós bebemos com os braços trançados, e depois ele me beija mais uma vez.

— Eu nunca imaginei que algum dia eu amaria alguém tanto assim, você me bagunçou inteiro, e eu amei ser bagunçado por você — Ele fala acariciando o meu rosto com carinho — Eu realmente quero um dia me casar com você de verdade, quero ter uma família incrível, você é mais perfeita que qualquer sonho.

— Eu te amo muito, sinceramente, eu sou muito grata por ter te conhecido, você fez a minha vida melhor e mais emocionante, eu nunca achei que o amor fosse... como eu posso dizer? empolgante, intenso, único, e eu acho que ele só é assim porque é com você — Eu respondo sincera — Te quero na minha vida para sempre, e quando você fizer um pedido de verdade, saiba que eu vou aceitar.

— Eu realmente espero que sim — Ele diz e eu beijo ele.

Ele retribui o beijo me abraçando apertado, até cairmos no sofá e eu agradeço mentalmente por termos deixado as taças sobre a mesa de centro novamente ou já mancharíamos o meu sofá no primeiro dia.

— Espera — Eu peço me afastando um pouco — A Laura sabia disso aqui?

— Sim foi ela que me ajudou a organizar tudo — Ele responde um pouco confuso e eu entendo tudo.

— Agora eu sei qual era o segredinho que ela estava me escondendo e porque ela estava tão ansiosa para eu vir logo para cá — Eu falo com os olhos semicerrados e o Murilo ri.

— Sim, descobriu nosso segredo — Ele fala rindo enquanto beija o meu rosto — Mas sabe o que eu acho agora?

— O que? — Pergunto com um sorriso malicioso no rosto.

— Que a gente deveria estrear cada cômodo dessa casa da melhor forma possível e veja como ela é grande, vamos ter muito, muito o que fazer — Ele fala se levantando e me pega no colo — Mas vamos começar pelo quarto, que é para dar sorte.

— De onde você tirou isso? — Pergunto rindo.

— Não importa, mas eu estou certo e vamos fazer isso — Ele fala e me beija rapidamente para começar a andar.

Eu estou feliz, apesar de tudo, como a Laura disse, não posso chorar por quem quase me destruiu, para não falar uma coisa mais pesada. Por isso vou aproveitar sem culpa, com quem me ama, quem me quer bem e quem sempre vai estar comigo.

E eu sei que o Murilo é essa pessoa.

Eu realmente me sinto feliz por ter encontrado ele, mesmo que a situação tenha sido horrível e estou muito feliz porque nós vamos construir uma vida juntos, um futuro. Eu vou conseguir realizar meus sonhos e ter o apoio do amor da minha vida.

Acho que eu estou dando o meu primeiro passo para o meu "felizes para sempre"


FIM.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Espero que tenham gostado do livro S2

Nos vemos no próximo!!

Beijinhos da Thai e até mais *

Anatomia do Caos - MorroOnde as histórias ganham vida. Descobre agora