Capítulo 66

401 39 1
                                    


Vanessa Aguiar

O segurança da entrada para a gente a e eu falo para casa de quem estamos indo e mostro meus documentos e logo nossa entrada é liberada e eu vou guiando o Ninja até chegarmos na casa da Laura, e no momento que estacionamos o carro em frente a casa, a gente vê a Lúcia saindo pela porta.

— Caralho! Fudeu! — O Ninja fala alto e isso me assusta um pouco — A gente tem que se mandar.

— Por quê? — Pergunto confusa, já com a mão na maçaneta.

— Foi ela ali quem me prendeu — Ele diz indicando a Lúcia e eu rio baixo.

— Ela só deu a ordem, tenho certeza que a culpa não é dela — Eu falo rindo ainda mais quando ele me olha indignado — Ela é minha tia, é aqui que a gente vai ficar mesmo. Tá foragido?

— Não, eu cumpri tudo certinho — Ele fala apertando a mão no volante.

— Então sai logo desse carro que eu sei que o Elfo mandou você ficar com a gente — A Manuela manda.

Me viro para sair do carro, mas me assusto ao ver a Lúcia batendo na minha janela para que eu a abra, o Ninja arregala os olhos no mesmo instante e eu rio baixo enquanto abro o vidro e vejo a Lúcia se abaixar.

— Bom dia — o olhar dela vai direto ao Ninja — E eu achando que você ia mudar de vida, Rafael.

— Mas eu mudei, cla-claro que mudei dona — Ele fala gaguejando e ela sorri.

— Claro, eu acredito sim — Ela diz rindo e me olha — Aconteceu alguma coisa lá? Tô ouvindo um murmurinho desde ontem pelos corredores do fórum.

— Vai acontecer, mas acho melhor explicar lá dentro — Falo e ela assente.

— Não deixe o carro na rua — Ela avisa o Ninja enquanto eu saio do veículo — Coloca ele dentro da minha garagem se você for ficar aqui, lá é mais seguro.

— Ele vai ficar — A Manuela garante enquanto sai do carro também.

— Vou chamar um funcionário para vir aqui te mostrar sobre a garagem e depois te levar para dentro da casa, Rafael — A Lúcia diz e nos olha — E vocês, vamos logo lá para dentro.

Ela nos guia para dentro da casa e assim que eu piso na sala a Laura dá um pulo do sofá, ela parece apreensiva, talvez eu devesse ter contado as coisas com mais detalhes para ela, minha amiga parece estar completamente surtada e isso não é nada bom. Esqueci que ela pode ficar tão ansiosa quanto e passar horas presa em pensamentos e ansiosa quanto eu, e isso não é nada bom.

— O que está acontecendo? Fiquei preocupada quando vi sua mensagem — Ela fala apertando o celular.

— Vai acontecer uma operação no morro e o Elfo ficou sabendo e despachou a gente para um lugar que ele considerasse seguro, mas a Vanessa escolheu aqui — A Manuela fala rápido e simplificando.

— Isso explica porque o Gota disse que a gente não poderia se ver hoje — Ela responde sentando no sofá.

— E eu não quero nem pensar no que isso tudo significa — A Lúcia diz nos olhando — As duas no meio da sala sofrendo por bandido, eu não sei nem o que pensar direito.

— Mas eu achei que a senhora já tinha aceitado isso — A Laura reclama fazendo bico.

— Eu ter aceitado não muda que tudo isso ainda tá errado — A Lúcia diz séria — Vocês sabem a diferença de vocês para eles, e eu não estou falando de poder aquisitivo, porque dada a posição deles, eu sei o quanto de dinheiro eles têm, estou falando sobre vivências.

Anatomia do Caos - MorroOnde as histórias ganham vida. Descobre agora