-Hello, rapazes!-Cumprimentei assim que eu e o Ash chegámos à garagem do Calum.

-Hey!-Ele cumprimentaram quase em uníssono.

-Esperem só um bocado, eu tenho de fazer uma chamada.-O Luke disse, saindo da garagem e indo para o jardim.

-Namorada?-Perguntei eu.

-Não me parece, ele é meio gay.-O Michael discordou e o Cal riu.

-Realmente é. Principalmente daquela vez em que o beijaste na minha festa de anos.-Eu disse ao rapaz de cabelo colorido e ele olhou-me com cara de poucos amigos.-Muke forever!-Eu exclamei dando um salto.

-Muke?-O Mike perguntou confuso.

-O vosso ship name, duh.-Expliquei.-Se vocês querem ser famosos é melhor habituarem-se já aos bromances.-Eu avisei.

-Bem, eu vou à casa de banho que esta conversa não me está a agradar. Se o Mike fica com o Luke, eu fico com o Ash e isso não pode ser.-O moreno brincou e depois saiu da garagem, indo para dentro de sua casa.

-Por falar em bromances e romances, como é que vão vocês os dois?-Perguntou o rapaz de cabelo cor de rosa claro. Sim, estava cor de rosa claro, moving on.

-Nós só curtimos mais nada.-Esclareci.

-Durante mais tempo do que o necessário pelo que sei.-O Michael acrescentou.-A Sarah ficou a espiar-vos. Ela também se queixou dos gemidos que vinham da tenda do Ash.

-Mas ele mal gemeu.-Eu protestei.

-Eu estava a gozar, ela não me tinha dito nada sobre gemidos. Mas agora já sei.-Ele concluiu surpreendido.

-Não é nada do que estás a pensar.-O meu meio irmão garantiu.

-Vocês fizeram sexo.-O Mike deduziu.

-Não, não fizemos. O Ashton é que foi tratar de si.-Eu expliquei.

-Foste masturbar-te a pensar na Maya?-O rapaz de cabelo colorido perguntou ao meu ex-inimigo mas este não lhe respondeu.-Foste?

-Sim, fui.-Ele admitiu e eu senti-me a corar.

Eu sabia que ele se tinha ido tocar porque eu o fiz ficar exitado mas não sabia que ele fez aquilo a pensar em mim. Eu sei que é bastante óbvio mas ainda assim ele não o tinha admitido até àquele momento.

-Wow!-O nosso amigo cometou abanando a cabeça em desaprovação.-A Maya não te foi ajudar nem nada, grande amiga.

-Querias que eu o ajudasse?-Perguntei atónita.

-Eu não, mas aposto que o Ash queria.-Ele reparou fazendo sinal para o rapaz com covinhas ao meu lado.

-Tu querias?!-Perguntei incrédula, vendo a expressão na cara do meu roomie.

-Entre eu fazê-lo a mim mesmo ou ter a pessoa que fez ficar exitado a fazê-lo a mim, acho que preferia a segunda.-Ele admitiu.

-Foste mesmo porco.-Eu disse-lhe e ele ergueu a sobrancelha.

-Desculpa?!-Ele perguntou.

-Porco, foste porco!-Repeti e ele começou a fazer-me cócegas.-Para! Para!

-Só quando admitires que também querias que eu te fizesse isso a ti!-Ele ordenou e eu cai no sofá que lá tinha.

-Ahahah!-Eu ri pronunciando as sílabas.-Só por cima do teu cadáver.

-Sabes que a expressão não é essa, certo?-Ele questionou, parando subitamente de me fazer cócegas.

-Não interessa. Eu só vou admitir isso, que é mentira, quando morreres.-Eu expliquei e ele riu, sentando-se ao meu lado no sofá.

Roomies || 5SOS [Editing]Leia esta história GRATUITAMENTE!