*Psst* Notice anything different? 👀 Find out more about Wattpad's new look!

Learn More

-Não acredito!-Exclamei eu quase a saltar de tão contente que estava.

-Sim, é verdade. Eu conheço pessoas que trabalham lá e eles arranjaram-me dois bilhetes para a primeira fila.-Explicou a Rose, sorrindo para mim.

-Eu vou ver o Ed Sheeran!-Disse eu virando-me para o Ashton que me olhava com um sorriso enorme na cara como se estivesse contente por mim.

Achei isso um bocado estranho mas apenas ignorei pois eu ia ver o Ed Sheeran e o pensamento disso estava a ocupar-me o cérebro.

-É no dia 4 de Outubro, filha. De amanhã a 15.-O meu pai informou.

-É desta que eu morro.-Comentei, pondo a mão no meu peito.

O meu meio irmão começou a rir-se com o meu comentário e eu olhei-o com cara de poucos amigos. Mas rapidamente um sorriso apareceu na minha cara.

-Nós pensamos sobre isto -continuou o meu pai- e achamos que seria uma boa ideia tu e o Ashton irem juntos, para se conhecerem melhor.

O quê? O Ash também vai? O meu ex-inimigo e atual pessoa que eu apenas suporto? Bem, se calhar é bom para a nossa relação de irmãos mas ainda assim...

-Que bom! Eu também vou!-Comentou ele sorrindo para mim.

-Mas tu nem gostas de Ed Sheeran!-Lembrei eu visto que às músicas que ele ouvia mais não eram daquele estilo de música.

-Quem disse? Lá por ouvir um estilo de música diferente não quer dizer que não gosto dele. E além disso vou com a minha maninha, por isso é capaz de ser divertido.-Ele sorriu ainda mais abertamente e eu não consegui perceber se estava a fazer aquilo para me irritar ou não.

Revirei os olhos desiludida.

-Então filha, não queres que o Ashton vá?-Questionou o meu pai e eu olhei-o.

-Não é isso é que...-Ia continuar mas não sabia o que dizer.-Bem, tens razão, é uma ótima ideia eu ir com ele. Ele parece um fantástico irmão.-Menti para não causar confusão.

-Ainda bem.-Sorriu a Rose, enquanto o meu pai punha o seu braço à volta dos ombros dela.-Fico muito feliz por saber que se dão bem.

Lancei-lhes um sorriso fechado e eles foram para o quarto pousar as malas. Eu e o rapaz das covinhas fomos para a sala.

-Não queres que eu vá, pois não?-Perguntou o Ash mal nos sentamos no sofá.

-Não é isso é que... Ouve eu nunca me dei muito bem contigo e...sei lá. Acho que tenho de aceitar o facto de que vou ter de estar contigo diariamente e não é por tu não ires a um concerto que eu me vou ver livre de ti.-Comentei eu meio a brincar, meio a sério.

Ele riu-se sem vontade e eu encarei-o, encontrando-o a olhar para as suas mãos

-Não estás a pensar contar ao teu pai que me odeias pois não?-Perguntou, passado algum tempo.

-Eu decidi dar-te uma segunda oportunidade. Por isso não iria dizer que te odeio. Mas também não te preocupes porque eu nem sequer vou dizer ao meu pai que nós já nos conhecíamos.

-Desculpa se te subestimei, Maya. No sétimo, oitavo e nono ano. Acho que nunca te dei a oportunidade de mostrares quem eras, percebes? Sempre pensei que fosses inferior, desculpa.-Ele pediu num tom de voz firme.

-Não tem problema. Desculpa se eu te chamei parvo e imbecil. Não, espera aí, isso é verdade.-Corrigi eu com um sorriso, gozando com ele. Ele riu-se.-Agora a sério. Desculpa se nunca te dei a oportunidade de me conheceres, melhor. Sempre achei que fosses estúpido. Talvez se eu te tivesse dado uma oportunidade tu nunca me tivesses subestimado.

-Abraço lamechas?-Sugeriu ele, erguendo a sua cabeça e olhando-me nos olhos.

Aproximei-me dele e abracei-o, ainda sentada no sofá .

-Isto é mesmo estranho, Ash. Até parece que somos amigos ou assim.-Comentei eu ao seu ouvido.

-Tens razão. Mas eu gosto de abraços, por isso não sais daqui tão cedo.-Ele apertou-me com mais força e eu ri.

Passado um bocado afastamo-nos um do outro.

-Para que conste isto não muda nada, roomie. Continuo a odiar-te e tu continuas a irritar-me muitas das vezes, ok?-Perguntei sorrindo.

-Ok.-Respondeu ele, sorrindo de volta.-Olha, queres vir conhecer Indianápolis, comigo e com a Jane? Tinha combinado sair com ela hoje, se quiseres podes vir e eu mostro-te a cidade.

-Não sei, isso não é tipo um encontro? Eu não quero incomodar.

-Não. Mas eu falo com ela primeiro, espera um bocado.

Ele levantou-se e saiu por uns momentos da minha beira, telefonando à Jane no hall de entrada. Passados uns minutos ele voltou com um sorriso enorme na cara, o que era adorável.

-Por ela podes vir. Queres?

-Yupe.-Respondi, levantando-me também.

-Então põe te pronta para irmos, boneca.

Olhei para ele com uma sobrancelha erguida. Ele fez facepalm antes de corrigir:

-Princesa, quero dizer.

-Podes chamar-me só roomie.-Sugeri.

-Ok, roomie.

-------

Oi!

Gostaram deste capítulo? O que é que estão a achar da fic?

Comentem as vossas opiniões, sugestões ou críticas kk Obrigada por acompanharem xD

Bjs xx

Update: estou a editar a fic e a reparar que as minhas notas de autora costumavam ser minúsculas xD.

Roomies || 5SOS [Editing]Leia esta história GRATUITAMENTE!