-O que é que te aconteceu, puto? Estás com uma cara.-Comentou o Mike assim que o Calum se aproximou de nós na segunda-feira.

-Um parvalhão qualquer entrou em minha casa, virou-a do avesso e os meus pais pensam que fui eu que organizei uma festa.-Ele explicou e depois passou os olhos pelo nosso grupo de amigos e parou em mim.-Olá.-Ele cumprimentou com um pequeno sorriso nos lábios como se estivesse a pedir desculpa mas eu não lhe respondi e olhei-o com cara de poucos amigos.

-Realmente, esse parvalhão que entrou em tua casa é mesmo um grande parvo.-Ironizei eu quebrando o silêncio que se tinha instalado.-Isso de pessoas virarem a tua casa do avesso é lixado. Piores mesmo são as pessoas que traem a namorada.

-Agora estou de castigo.-Ele desviou o assunto e olhou para o Michael, depois de ter engolido em seco.-Não posso ir a festas nenhumas e não posso sair à noite nem nada.

-Mereceste.-Tossiu o Ashton.

O meu ex-namorado olhou para ele com uma expressão irritada.

-Falou o Ash, o come todas da zona.-Ele ripostou.

O meu meio irmão explodiu, pegou no Calum pelo colarinho e empurrou-o contra os cacifos.

-Para, meu, vais arranjar sarilhos.-O Luke avisou tentando afastar os dois rapazes mas o rapaz de bandana sacudiu-o.

-Para, roomie!-Eu pedi mas ele não ouviu.

-EU POSSO SER UM COME TODAS OU LÁ O QUE É, MAS EU NUNCA MAGOARIA UMA PESSOA COMO TU FIZESTE!

-Ai não?! É que sabes, tu magoas todas as raparigas com quem vais para a cama.-O rapaz moreno disse com uma voz fraca mas calma e com um sorriso cínico na cara.

-A ÚNICA MANEIRA DE EU AS MAGOAR É SE ELAS PEDIREM QUE EU FAÇA O SEXO COM FORÇA E TALVEZ AÍ ELAS FIQUEM COM DIFICULDADE AO ANDAR DE MANHÃ, MAS EU NUNCA AS MAGOO COMO TU MAGOASTE A MAYA!

-Achas que elas não sofrem ao saber que foram usadas? Tens tanto que aprender, Ashton.-A sua voz saia com cada vez mais dificuldade pois o meu ex-inimigo o empurrava cada vez com mais força contra a parede de cacifos. Uma multidão já se tinha formado à nossa volta e eu sentia-me cada vez mais preocupada.

-SE ELAS JÁ SABEM COMO EU SOU ENTÃO QUE NÃO ESTEJAM À ESPERA QUE EU MUDE, NÃO É? MAS TODA A GENTE SABE QUE ESSE SOU EU, QUE EU FAÇO ISSO. AGORA TU? TU AINDA FOSTE UM MENTIROSO AO TRAIRES A MINHA MEIA IRMÃ E FAZERES COM QUE ELA ACREDITASSE QUE NÃO O FIZESTE! FAZES-TE DE MUITO QUERIDO E DE SANTINHO PARA DEPOIS FAZERES ESTAS PORCARIAS PELAS COSTAS DELA! POR ISSO NEM ME VENHAS FALAR DE COMO NÃO MAGOAR AS RAPARIGAS SEU ESTÚPIDO!-Dito isto ele deu-lhe um murro no meio da cara, mesmo antes do diretor da escola aparecer por detrás de nós.

-Meninos, ao meu gabinete, agora.-Ele ordenou assim que o meu roomie pousou o moreno no chão.

-Eu não tenho culpa, ele é que...-Começou o Calum mas foi rapidamente interrompido.

-Eu disse, ao meu gabinete!-O diretor insistiu, elevando o tom de voz, e os dois rapazes começaram a andar até ao gabinete que ficava ao fundo do corredor.

Eles estavam a caminhar até lá quando o Ash se virou para trás, olhou para mim, disse-me um "Desculpa, Maya." inaudível e depois voltou a caminhar e entrou na sala juntamente com o outro rapaz e o diretor.

-Parece que terem ido a casa dele não foi muito boa ideia.-O Luke sussurrou-me ao ouvido de modo a que ninguém ouvisse.

-Não, foi boa ideia. O que não foi boa ideia foi originar uma discussão à volta disso.-Reparei eu, olhando para aqueles imensos olhos azuis.

Roomies || 5SOS [Editing]Leia esta história GRATUITAMENTE!