Ouçam a música xD

-------

Foi definitivamente o pior dia de escola de sempre. As aulas foram a mesma seca mas até aí tudo bem o pior foi despedida.

Eu ia embora no sábado depois do almoço e, por isso, não ia ver mais ninguém de lá.

Há hora do almoço, almocei com todos eles e foi muito bom.

Despedi-me de cada um deles quando as aulas acabaram.

Estávamos na entrada do recinto e eu abracei-os um a um.

-Peço desculpa por tudo, Maya.-O Calum disse-me quando nos estávamos a despedir.-Nunca te quis magoar e nunca te vou esquecer.

-Está tudo bem, eu também nunca te vou esquecer.-Eu garanti.

-Eu vou ter saudades tuas, miúda.-Ele sorriu tristemente, deu meia-volta e foi embora.

E o facto dele ter dado meia volta e se ter ido embora lembrou-me a primeira vez que falámos.

Entra!-pediu ela- Eu sou a professora Jones. Podes te sentar ali à beira do Calum.-disse enquanto apontava para um lugar vazio à beira de um rapaz moreno, que deixem-me que vos diga, era bem giro.

-Eu sou o Calum Hood. -sussurrou-me ele quando me sentei ao seu lado. Não respondi, mas ele insistiu em meter conversa. -Maya? Nome bonito.

-Obrigada -acabei por dizer sorrindo para ele.

-Queres que te apresente a escola quando sairmos da aula?

Pensei um bocado antes de responder. Bem eu tinha de pelo menos tentar fazer amigos, não me podia esconder para sempre.

-Claro, porque não? Obrigada, Calum.

-Podes tratar-me por Cal.-Concluiu ele virando-se para a frente e tirando apontamentos da aula.

Sorri para o Luke, a próxima pessoa a despedir-se de mim.

-Tenho mesmo de ir porque o meu irmão precisa de ajuda.-Ele disse e abraçou-me.

-Não sei qual é a novidade.-Eu brinquei enquanto o abraçava.-Vou ter saudades tuas, vais ser sempre o meu pinguim.

-E tu sempre a minha...Maya. Tu não és nenhum animal.-Ele disse e libertou-se do abraço.-Vou sentir a tua falta.

Eu sorri tristemente e senti as lágrimas formarem-se. Ele deixou um beijo na minha testa, deu meia-volta e foi embora, olhando para trás enquanto se afastava.

O veículo estava cheio e os únicos ligares livres eram o lugar à beira do Ash e o lugar à beira daquele desconhecido que entrara connosco. Obviamente sentei-me à beira do desconhecido. Não estava para aturar as parvoíces que o meu "inimigo" poderia dizer.

-Maya, não é?-perguntou o rapaz ao meu lado depois de me sentar.

Olhei-o nos olhos e vi que eram azuis. Um azul lindo de morrer. Tal como o próprio rapaz.

-Sim, sou eu.

-Eu sou o Luke, Luke Hemmings. Eu ando na tua turma.

-É a minha vez!-O Mike exclamou.-Anda cá!

Ele abriu os seus braços e abraçou-me muito apertado. E foi a gota de água, comecei a chorar.

-Eu vou sentir a vossa falta.-Disse contra o seu peito.

-E nós a tua. Principalmente aqui o Ash.-O rapaz de cabelo colorido brincou e eu ri um pouco.

Libertei-me do abraço mas o Mike não foi logo embora pois estava à espera da Alison.

Roomies || 5SOS [Editing]Leia esta história GRATUITAMENTE!