*Psst* Notice anything different? 👀 Find out more about Wattpad's new look!

Learn More

E lá começavam os suores frios e a sensação do coração nos sair do peito. O mundo parecia encolher a cada segundo e, se não fosse a minha enorme capacidade de me acalmar e fingir que está tudo bem, em situações destas claro, provavelmente já teria saído daqui a correr que nem uma maluca.

-Olá. O meu nome é Ashton Irwin e eu estou aqui para te acalmar.-Ele anunciou, aparecendo no meu campo de visão que até agora estava desfocada.

Ele pôs-se de joelhos à minha frente enquanto eu batia discretamente com o meu pé no chão.

-Eu estou calma.-Menti, forçando um sorriso o mais genuinamente possível.

-Suores frios.-Ele disse pegando na.minha mão que estava suada.-Pulsação acelerada.-Ele enumerou pondo dois dedos no meu pulso.-E apenas a tua expressão quando dizes que estás calma. Obviamente não estás.

-Muito bem, Sherlock. Estou deveras mais calma com essa sua dedução.-Ironizei nervosa e ele sorriu.

-Ainda bem, era esse o meu objetivo.-Ele sorriu, enquanto eu o olhava colocar cara de poucos amigos.-Vá lá, Maya, acalma-te. Pareces o Luke quando fica nervoso.

-Não exageres, o Luke é muito pior do que eu.-Lembrei.

-Olha que nem por isso.-Ele brincou e eu cruzei os braços.-Amuaste?

-Não.-Assegurei irritada.-Não tenho tempo para amuos. Daqui a poucos minutos vou ter o meu futuro nas minhas mãos, achas que me posso dar ao luxo de amuar?! Mas tu estás bom da cabeça?!

-Nada igual ao Luke.-Ele brincou e só aí percebi que estava a ser igual ao loiro.

-Desculpa.-Pedi, levantando-me.-Estou só extremamente nervosa.

-Vá, pelo menos admitiste.-Ele reparou e eu ri.

Desta vez fui eu quem se aproximou dele e o abraçou. Esperei nem um segundo até ele me abraçar de volta.

-Maya R. White.-Um homem carrancudo chamou e eu libertei-me do abraço do meu roomie, olhando para o homem.-É a sua vez.

Ele abriu a porta e fez sinal para eu entrar.

-Vai correr bem, White. Tu consegues fazer isto com uma perna às costas, literalmente.-O meu melhor amigo sussurrou antes de eu ir em direção à porta e entrar, rindo-me um pouco com o seu comentário.

-Maya Ross White, certo?-Uma senhora que estava sentada numa mesa perguntou.

-Sim.-Apenas respondi.

Nessa mesa que se encontrava ao fundo da sala centrada entre as duas paredes da esquerda e da da direita, uma senhora e um senhor estavam lá sentados. A senhora parecia estar nos seus 50 anos de idade e o seu cabelo branco, apanhado com exactidão num pequeno puxo, fazia-a parecer muito mais velha. Já o senhor era mais um rapaz. Ele devia estar nos seus 20 anos. Os seus olhos verdes escuros sobressaiam pois era extremamente brilhantes e o seu cabelo ruivo fazia com que a cor dos seus olhos saltasse mais à vista.

-Bem, podes começar.-O rapaz ordenou numa voz grave mas suave.

O homem que outrora me abrira a porta olhou para mim e esperou até eu me por pronta para por a música em play.

Respirei fundo e pensei em algo que me inspirasse. Fazia sempre isso, sempre que queria me concentrar para dançar.

A minha mãe. Pensei assim que o "Fix you" dos Coldplay começou a tocar.

Sempre amei está música. Não, não tinha nenhuma memória associada a ela, simplesmente gostava dela. Acho que é incrivelmente bonita e a maneira como é calma mas com força e poder inspira-me.

Roomies || 5SOS [Editing]Leia esta história GRATUITAMENTE!