-Ashton?-bati à porta do quarto dele.

-Não quero falar agora, Maya.-disse ele de dentro do quarto.

Entrei na mesma.

-É falta de educação entrares sem autorização!-disse ele sentado na sua cama.

-O que é que aconteceu?

-Não é óbvio? Ela descobriu que eu ando a ter aulas de bateria.

-Sim, mas como?

-Aparentemente foi à loja de vídeo e lá disseram que eu só trabalhava lá aos domingos e ela descobriu tudo.

-Não devias ter escondido durante tanto tempo... Eu ouvi a conversa, aquilo sobre a herança...

-Eu sei que sou um péssimo filho, Maya!-disse ele interrompendo-me.-Eu sabia lá que a casa era herança. Nem a minha mãe, nem os meus tios ou primos me tinham contado isso! Achas que se soubesse tinha dito aquilo?!

-Não foi isso que eu quis dizer, Ashton, eu só não quero que fiques assim...

-Maya, sai daqui!-ele disse zangado.

Aproximei-me da porta.

-Eu só queria ajud...

-Sai!!!-gritou ele.

Saí do seu quarto fechando a porta atrás de mim. Uma lágrima escorreu pelo meu rosto, nem sei bem porquê. Eu já estava habituada a ter estas discussões com o Ashton.

Encostei-me à parede que estava à frente da porta do quarto do meu meio irmão e deixei-me escorregar, acabando sentada com os joelhos dobrados.

Não sou do tipo de pessoa que chora por tudo e nada, mas estava naqueles dias em que, vá-se lá saber porquê, estava com as lágrimas prontas a escorrer.

A verdade é que já não o odiava, nem de longe nem de perto. Poderia dizer que até nos tínhamos tornado melhores amigos, como gostaria, mas isso seria mentira. Ele é uma ótima pessoa, faz-me rir muitas vezes e anima-me sempre que estou triste, mas nós continuamos a ter muitas zangas. A maior parte das vezes que isto acontece e eu começo a dar os meus argumentos ele diz-me para não falar sem saber. Ele não se abre, não me conta grande parte das coisas que lhe aconteceram, no entanto espera sempre que eu compreenda os motivos que ele tem para cada ação que faz. Eu também não me abro muito, mas não espero que ele me compreenda.

De repente a porta do seu quarto abriu-se e eu rapidamente levanto-me do chão e encaminho-me para o meu quarto.

Estava quase a chegar à porta quando sinto o Ashton a puxar o meu braço. Virei-me rapidamente e ele abraçou-me.

-Desculpa, roomie, eu sei que só queres ajudar.-Sussurrou ele.

Abracei-o de volta.

-Eu sei. Lamento que não possas ir às aulas de bateria.

-Eu também, mas a verdade é que eu merci, eu sou um péssimo filh...

-Não digas isso!-interrompi.-Tu és um ótimo filho, tenho a certeza.

Afastei-o e fui para o meu quarto, limpando as lágrimas e lançando-lhe um pequeno sorriso antes de entrar.

***

-Maya! Tens de vir a minha casa, agora!-disse a Alison do outro lado da linha, assim que atendi o telemóvel.

-O quê? Porquê? É sábado e eu estou de pijama.-respondi com uma voz preguiçosa.

-Já são três da tarde, quando é que te pensas vestir?

-Normalmente eu não me visto ao sábado porque estou sempre enfiada em casa. Mas por acaso hoje à noite vou a casa do Calum por isso lá para as sete eu visto-me.

-Bem, eu tenho uma coisa para te mostrar na Internet. Eu sei que podes ver em tua casa, mas acho que é melhor vires aqui porque vais-te passar. Por isso, até já.

-Mas eu...

Ela desligou a chamada antes que eu pudesse responder.

Fui ao meu armário e vesti umas calças de ganga claras com alguns rasgões nas coxas. Vesti também uma camisola justa de manga comprida rosa claro. Calcei umas botas que eu tinha comprado recentemente, peguei nas minhas coisas e saí do meu quarto.

-Vou a casa da Alison.-avisei antes de sair de casa.

-Podes levar o meu carro, se quiseres.-disse o Ashton enquanto me atirava as chaves.

-Obrigada.-disse assim que as apanhei no ar.

Saí de casa, fechando a porta atrás de mim. Entrei para o carro, liguei-o e pus a música a dar. Felizmente estava a dar "Human" da Christina Perri e essa era uma das minhas músicas preferidas.

Comecei a conduzir pela estrada fora. Quando cheguei a casa da minha amiga estacionei o carro do outro lado da rua. Ia a passar a estrada quando olho para o lado e vejo um carro a aproximar-se de mim, a grande velocidade.

-------

Hii!

Então tudo bem? O que acharam desta parte da história? Quero desde já que saibam que nos próximos capítulos vai acontecer uma revelação que vos vai agradar! Em relação ao carro que está a ir contra a Maya, vão ter de ler mais para saber o que vai acontecer.

Desculpem pelo capítulo estar muito pequeno,mas queria mostrar mais ou menos a relação que a Maya tem com o Ashton.

Enfim, obrigada por lerem e votarem. Obrigada pelas 1,7k visualizações!!

Queria dedicar este capítulo à cateirwin4 ❤ Cause we are wierdos for life!

Bjs para as melhores leitoras do mundo xx

Roomies || 5SOS [Editing]Leia esta história GRATUITAMENTE!