Assim que saí da aula de contemporâneo apressei-me a andar até ao local do festival.

-Onde vais?-Perguntou o Dylan enquanto passava por mim no seu carro.

-Ao parque, vou ao festival.-Respondi-lhe continuando a andar enquanto ele abrandava a velocidade do carro.

-Eu também. Entra, eu dou-te boleia.-Ele sorriu. Assim fiz e ele logo arrancou.-Eu sei que tu não gostas de mim, mas uma boleia não tem mal, não é?

-Já te disse que eu gosto de ti, não gosto é de cigarros e de fumo. Mas eu dou-me bem com fumadores.

-Não é isso, Maya. Lembras-te quando me deste o teu número no concerto do Ed?-Anui e ele continuou.-Eu acabei por ligar a uma velhota. Deste-me o número errado.

Eu desatei-me à gargalhada.

-Não acredito!

-Acredita.-Ele parecia confuso.

-Eu gosto de ti! Tu és fixe! Tu é que deves ter posto o número errado!

-Confirma lá o número mas é!-Ele ordenou passando-me o seu telemóvel, já desbloqueado.

Procurei o meu nome e verifiquei.

-Dylan, isto aqui devia ser um 6 não um 3. Aqui tens a resposta ao mistério do número de telefone errado: tu enganaste-te a escrever. És mesmo anormal, rapaz!

-Não gozes comigo, vá.-Ele pediu.

-Está bem.-Cedi e mudei de assunto.-Costuma haver este festival todos os anos?

-Não. Normalmente só lá para o verão é que acontecem os festivais. Mas acho que a câmara municipal quis fazer uma espécie de festival de inverno e então eles fizeram isto este ano.

-Espero que seja fixe.

-Se for como os festivais de verão, é de certeza.-Ele disse sorrindo e pôs o rádio mais alto.

Passado um bocado nós chegámos ao parque.

-Bem, eu vou ter com o meu namorado e a banda dele, eles vão atuar, queres vir?-Perguntei.

-Pode ser.-Dito isto saímos os dois do carro e caminhámos em direção à parte de trás do palco onde os rapazes se encontravam.

Depois de passarmos por um segurança, ao qual eu tive de dar o meu nome que estava na lista, chegámos à beira deles.

-Oi!-Cumprimentaram todos menos o Ashton que estava virado de costas a mexer no telemóvel. Ele continua um parvo! Um parvo sexy. Sim, sim, whatever, subconsciente!

-Oi!-Cumprimentei e o meu namorado veio logo dar-me um beijo.

-Olá!-Cumprimentou o rapaz que me deu boleia e eu apressei-me a apresentá-lo ao resto dos rapazes.

-Estes são o Calum, o Luke e o Michael.-Disse apontando para eles.-Aquele ali ao fundo é o Ashton. Rapazes, este é o Dylan.

O rapaz que se encontrava virado de costas rapidamente se virou assim que ouviu o nome do rapaz do concerto do Ed.

-Ashton Irwin?! Tu dás-te com este filho da mãe?!-Perguntou-me o Dylan.

-Tu vê lá o que me chamas!-Ameaçou o rapaz de bandana.

Espera aí! Que raio é que está a acontecer aqui?!

-Vocês conhecem-se?-Perguntei.

-A minha ex-namorada traiu-me com ele.-O rapaz que me deu boleia esclareceu.

-Foi ela que me beijou! Eu não fiz nada, porra!-Ripostou o meu ex-inimigo aproximando-se do outro rapaz.

-Não fizeste nada?! Toda a gente sabe que és um come todas Ashton! Como é que me garantes que não foste tu que a beijaste?-Perguntou o Dylan desafiando-o.

Roomies || 5SOS [Editing]Leia esta história GRATUITAMENTE!