-De certeza que não queres que te leve a casa?-O Luke perguntou-me na segunda-feira assim que eu me sentei na borda do passeio, como já era costume, à espera do Ashton.

-Não, eu fico à espera dele.-Respondi e ele anuiu.

-Ok, eu vou indo. O meu irmão precisa de ajuda lá em casa.-Ele disse bufando.-Quando é que ele percebe que algum dia vai ter de fazer as coisas sozinho?-Ele questionou retoricamente e eu ri um pouco.-Bem, até amanhã, Maya.

-Até amanhã.-Repeti e ele deu meia volta, indo em direção ao seu carro depois de me lançar um ligeiro sorriso.

As aulas tinham começado nesse dia e tinha sido bom voltar a rever os meus amigos e colegas, mas, vou ser honesta, mal podia esperar pelas férias de verão.

Peguei nos meus fones e coloquei-os nos ouvidos pondo a música a dar de seguida. Estava tão distraída nos meus pensamentos que nem sei que música é que estava a tocar.

Tudo em que eu pensava ultimamente era na Tess. Ainda pensei em contar tudo o que aconteceu ao meu pai, afinal de contas ele se calhar também sabe alguma coisa que eu não saiba. Mas a verdade é que perdia sempre a coragem de contar aquilo a alguém de cada vez que me lembrava da conversa que eu e ela tivemos.

Eu sei que fui muito severa com ela mas ela também não foi a pessoa mais correta nos últimos anos, certo? Sei também que não devemos ser incorretos só porque os outros o são mas a Tess tinha atingido um outro nível de "incorreticidade". A única coisa que ainda me fazia ponderar a questão de ir para Nova Iorque uns tempos era a Sophie, a minha prima que eu nunca conheci. Claro que para ir para Nova Iorque uns tempos teria de contar a alguém sobre a minha situação. Eu apenas ainda não tinha decidido se a) devia mesmo contar alguém e b) a quem deveria contar.

Senti o meu telemóvel vibrar no meu bolso e retirei-o do mesmo, abrindo de seguida o menu das mensagens.

Oh meu dwus! Aunda nao acreditp nisto! Li esta mensagem do Mike com erros gramaticais assim que carreguei na notificação das mensagens que tinha recebido.

Não acreditas em quê?? Enviei confusa.

Voltei a fitar a estrada onde vários carros passavam até voltar a receber a notificação de mensagem.

QUE TU E O ASHTON CURTIRAM!!! Assim que li a mensagem um arrepio correu pela minha espinha acima.

O quê?! Isso é mentira!

Claro que é. (sente a ironia) A Sarah contou-me tudo lol. Ele enviou e eu revirei os olhos.

Voltei a fitar a estrada sem me preocupar em responder ao meu amigo. Amanhã falava com ele. Por agora estava demasiado preocupada em pensar se devia contar a alguém sobre a Tess ou não.

Sim, eu sei que uma pessoa no seu perfeito juízo ficaria minimamente preocupada com o que o Michael sabia mas a verdade é que eu não estava no meu perfeito juízo.

Continuei perdida nos meus pensamentos até algo me acordar para a realidade.

-Acho que o cover da "American Idiot" ia garantir-nos a vitória.-Ouvi a voz familiar do Calum atrás de mim e virei-me de modo a observá-lo a ele e ao Ashton.

-Acho que uma música original ia ser melhor.-O meu meio irmão disse.

Ambos os rapazes estavam com um sorriso enorme na cara.

-O que é que se passa?-Perguntei mal eles se aproximaram de mim.

-Adivinha.-O Ash pediu.

-Se eu perguntei é porque não me apetece adivinhar.-Respondi com uma poker face e ele riu-se.

Roomies || 5SOS [Editing]Leia esta história GRATUITAMENTE!