Capítulo 64: Insidioso e Sinistro - Parte 2

811 139 14
                                    

O caos entre as vítimas do desastre havia passado. Lentamente, Da Li recuperou a calma, mas esse período pacífico não durou muito, porque após cada desastre, uma doença epidêmica eclodia. Isso era especialmente comum em áreas onde as vítimas de desastre tinham medo da propagação de doenças e enterravam imediatamente as pessoas, cavalos, vacas e ovelhas infectadas pelo solo no chão. Esse comportamento infectou acidentalmente a fonte de água, causando a infecção de mais pessoas.

O Imperador enviou um grande número de oficiais médicos para áreas de desastre para tratar a epidemia e, eventualmente, a situação logo estava sob controle. Porém, como muitos funcionários viajaram de volta à capital, a epidemia seguiu de volta à capital. Os plebeus estavam frequentemente determinados a trabalhar todos os dias, portanto, após o tratamento, eles se recuperaram muito em breve. Infelizmente para os grupos de nobres, como pessoas que não se mexiam com frequência. Era muito mais difícil para eles recuperar uma vez infectados. Três a quatro funcionários judiciais de alta patente morreram seguidos, causando choque e medo.

O primeiro ministro Li estava ocupado com esse problema, que lhe causou noites de sono inquieto.

Da Furen viu isso e lentamente sentiu que a oportunidade havia chegado.

Naquela noite, Li Xiao Ran estava agitado e girando inquieto, não conseguia dormir. No momento, Da Furen de repente se sentou com o suor ensopado na testa.

Li Xiao Ran ficou surpreso, viu a expressão desconfortável de Da Furen e perguntou: "Furen, o que está acontecendo com você?"

A expressão de Da Furen era distraída, era como se ela estivesse perturbada; pronunciou algo, mas não conseguiu falar palavras reconhecíveis.

Li Xiao Ran sentiu-se ansioso, disse: "O que está acontecendo?" Usando a luz da vela, Li Xiao Ran notou que a mandíbula inferior de Da Furen, com o rosto redondo, era muito pontuda, como se pudesse cutucar alguém e seus olhos tivessem sombras negras esverdeadas por baixo, fazendo-a parecer ansiosa.

Da Furen se segurou com força enquanto todo o corpo tremia: "Eu tive um pesadelo, é muito assustador, Lao Ye!"

Foi apenas um pesadelo. Li Xiao Ran deitou-se e obviamente não se importou com o que ela disse.

Da Furen ficou com raiva por dentro, mas ela o reprimiu e disse: "De repente, sonhei com muitas pessoas de madeira, e nas mãos deles havia estacas de madeira, eles os usavam para derrotar o Lao Ye..."

Ao ouvir isso, a expressão de Li Xiao Ran piorou imediatamente, ele disse solenemente: "Que tipo de sonho é esse!"

Da Furen mostrou uma expressão preocupada, depois de um tempo, provavelmente disse: "Esse sonho poderia ter algum tipo de presságio ......"

Li Xiao Ran não falou ainda, ele tinha uma sensação desconfortável em seu coração.

De repente, ele pensou há vinte anos, que o Imperador acabara de subir ao trono. Naquele ano no verão, uma seca estourou. Alquimistas e necromantes na capital usavam seus maus caminhos para enfeitiçar os plebeus. Alguns até causaram caos no harém, ensinando concubinas a usar o vodu. As concubinas no harém invejavam, repreendiam e se expunham, acusando-se de xingar o imperador. O imperador ordenou furiosamente que toda a cidade fosse revistada; e em muitos corredores da concubina e casas de plebeus, inúmeras coisas vodu foram encontradas. Sob duras torturas, empregadas imperiais e concubinas admitiram que eram enfeitiçadas por superstições e usavam vodu para amaldiçoar o Imperador e outras criadas e concubinas. Este incidente implicou muitos funcionários inocentes e causou a morte de muitos. Como um resultado, o imperador ordenou que qualquer um que descobrisse ter praticado vodu, independentemente de sexo e idade, fosse executado ou exilado. Agora que Da Furen teve esse sonho, prenunciou algo?

Pensando nisso, Li Xiao Ran pensou no recente surto de epidemia e, naturalmente, não conseguiu dormir. Da Furen sonhava com uma pessoa de madeira e ela estava mirando nele, era um presságio de infortúnio? Essa ideia o deixou descontente e nervoso.

No meio da noite, um som foi ouvido na janela, o que despertou Li Wei Yang do sono.

Bai Zhi deu uma olhada imediatamente e disse: "Xiaojie, era apenas o vento, não é nada, Nubi fechou."

Li Wei Yang não sabia por que o suor apareceu em sua testa. Ela o enxugou levemente e depois deitou-se novamente. Não sabia por que sentia que uma calamidade estava chegando, uma premonição ameaçadora ...

Nesta noite, uma tempestade estava se formando.

Tradução: JJ 
Revisão: Momoi

*Lembrem-se de comentar para apoiar a Staff* 



The Princess Wei Yang ( The Concubine's Daughter is Poisonous )Onde histórias criam vida. Descubra agora