Capítulo 38: Tem uma segunda intenção

1.1K 201 54
                                    

A tarde, o Li Min Feng prestou pessoalmente uma visita a Li Wei Yang.

Ele dispensou a serva na frente da porta e assim, que alcançou a porta, ele viu uma jovem serva usando uma vestimenta changqun verde clara descansando na porta na ala oeste, falando com outra serva.

"Zi Yan jiejie, o que você está costurando agora?" a serva perguntou.

Zi Yan mostrou sorridente o bordado dela para a serva. O Li Min Feng tinha uma visão muito boa, então bem de longe, ele viu um par de patos mandarins multicoloridos brincando em uma lagoa cheia de flores de lótus bordadas no lenço, pareciam vivos e revigorantes.

A serva revirou os olhos e riu: "Zi Yan jiejie quer se casar! Você deveria arranjar um dia para pedir a San xiaojie para encontrar um bom partido!"

O rosto da Zi Yan ficou vermelho, ela pegou de volta o lenço, deu um tapinha no ombro da serva e disparou: "Não fale besteira!"

A Zi Yan tinha quinze anos de idade esse ano, ela nasceu com um rosto oval e pele clara. O sorriso dela era como uma flor de lótus, atraindo a atenção dos outros. O Li Min Feng encarou a lentamente, um sentimento estranho passou pelo coração dele.

A pequena serva sorriu : "Não fique envergonhada, a San xiaojie definitivamente te encontrará um bom marido!"

O sorriso da Zi Yan relaxou gradualmente e depois falou suavemente: "A San xiaojie não pode agir por vontade própria, como ela pode ajudar-me —"

A pequena serva estava distraída, ela queria dizer algo mas mostrou uma expressão que não necessitava de palavras. É verdade, a San xioajie é a filha de uma concubina, embora a Lao furen favorecesse-a, ela não poderia receber o favorecimento da Da furen. Se a Da furen quisesse usar o casamento dela para dificultar a vida da mesma, com a mestra em tal situação, então o que mais as servas dela poderiam pedir.

A Zi Yan deixou escapar um suspiro e sentiu-se incomodada com as palavras que ela não podiam serem ditas em voz alta. Mas de repente, ela ouviu alguém tossir; ela pulou e olhou para o jovem mestre em pé diante dos olhos dela. O rosto da Zi Yan ficou vermelho e ela foi cumprimentá-lo: "Da shaoye."

"Oh, o seu nome é Zi Yan?" A expressão do Li Min Feng estava muito calma quando ele olhou para os olhos delas.

O rosto da Zi Yan ficou surpreendentemente mais vermelho, ela falou calmamente: "Sim, eu sou a Zi Yan, a serva da San xiaojie. O Da shaoye quer ver a xiaojie?"

Originalmente, ele veio ver a Li Wei Yang, mas agora ele mudou de ideia. O Li Min Feng disse sorridente: "Não, é apenas que ontem eu perdi o meu leque por perto,então eu vim pedir a San meimei por uma serva para me ajudar a procurar."

A Zi Yan riu e disse: "Eu posso ajudar nesta situação, onde o Da shaoye perdeu o leque dele?"

"Foi lá fora na área longe de grama", o Li Min Feng disse.

O Li Min Feng e a Zi Yan saíram, a pequena serva observou cuidadosamente ao lado e de repente franziu a testa, recolheu o qunzi dela e entrou no quarto.

A Li Wei Yang estava no quarto falando para a Mo Zhu, a Mo Zhu disse: "Embora a Lao furen não goste de ser extravagante, ela ainda é um pouco exigente com a comida dela. Por exemplo, quando se alimenta peixe, a Lao furen apenas come os olhos do peixe; quando se alimenta de frango, ela apenas come as partes que são 70% gordura; quando se alimenta de água-viva, ela apenas escolhe o estômago com menos gordura. Tirando todos esses pratos, a Lao furen realmente mais gosta é o pato cozido, diferente da forma que toda residência cozinha, o interior do pato é limpado primeiro. Depois é colocado em uma jarra de porcelana e é cozinhado por três dias em fogo baixo para deixar a carne macia e crocante. Além do mais, de todo o pato, os pés são cozinhados separadamente; os ossos são removidos e depois mergulhados em temperos e flor de magnólia, eu não consigo descrever o quanto o cheiro era bom."

The Princess Wei Yang ( The Concubine's Daughter is Poisonous )Onde as histórias ganham vida. Descobre agora