Frank Iero (Parte I)

1.9K 154 342
                                    

Boa noite amores... 

Como vocês estão?? Espero que todos bem...

Então... Aqui está o segundo capitulo da fic que estou escrevendo com a Mika e a Keroline...

Bem...Uma coisa que esqueci de falar no primeiro capitulo são os dias de postagens de capitulo.

Como Nós temos outras fics as postagens serão  feitas um sábado sim um sábado não...

Então o próximo capitulo será dia 09/06

Lembrando que temos outras fics.


A Mika escreve Destinados que é de onde surgiu todo esse universo onde se passa You Are Not Alone. Então se quer saber mais sobre esse mundo maravilindo corre lá.

 Perfil da Mika: https://www.wattpad.com/user/MikaKamya
Link Para Destinados: https://www.wattpad.com/541222401-destinados-sem-controle


E a Keroline escreve frerard..<3

Perfil da Keroline: kottps://www.wattpad.com/user/threecheersxx
Fic da keroline: https://www.wattpad.com/529521101-where%27s-my-love-frank  


Espero que gostem do capítulo...


----


----




Ele já estava trancado no banheiro há quase uma hora.

Gerard havia saltado de meus braços e me empurrado assim que chegamos ao quarto e ido direto para o banheiro batido a porta e lá permanecia.

A princípio eu estava sentado na cama esperando, agora, já havia me deitado nela devido ao tédio da espera, na tela de meu celular aparecia novamente uma chamada de Matt que foi devidamente ignorada... Assim como as trinta e quatro anteriores. Era óbvio que a manada já sabia, àquela altura... O mundo já sabia.

Que droga... Onde fui me meter?

Fechei os olhos e senti o perfume daquele ômega. Droga, era delicioso, apesar do dono só me dar dor de cabeça desde que o conheci naquela festa.

~*~*~*~*

Quinn estava puto olhando na direção de Bert, inicialmente achei que eles tivessem brigado, mas na realidade, ele olhava para o rapaz que se encontrava - literalmente - abraçado no meu amigo.

Como aquele ômega tinha entrado naquela festa? Ainda era um mistério para mim.

Contudo, isso não era realmente importante naquela hora.

Ele vai matá-lo... - foi o que pensei, ainda mais quando o rapaz falou algo próximo ao ouvido de Bert e o fez gargalhar. Por isso interferi.

Por que sempre tenho que livrar Bert desse tipo de problema?

Acabei afastando os dois, no exato momento que a pouca iluminação do local deu destaque no rosto daquele rapaz. Seus olhos verdes e seu sorriso aberto me chamaram a atenção. Mas, ele logo parou de sorrir o que me fez erguer as sobrancelhas.

Me virei para Bert que se mostrou surpreso com minha intromissão - Vá dar atenção a quem realmente precisa - falei e logo apontei Quinn com a cabeça o que fez o sorriso dele desaparecer ao ver o loiro emburrado em um canto olhando em nossa direção - Você parece não ter noção das coisas. - ia seguir a bronca de Bert quando uma voz chamou minha atenção, o que me vez voltar-me para o rapaz que segurava em meus braços.

You Are Not AloneOnde as histórias ganham vida. Descobre agora