Robert Bryar

335 55 44
                                    


Oieeeeee estavam com saudades de mim?? Espero que sim...A Tia Juh tava morta de saudades de vocês...


Bem, eu gosto muito desse capitulo... e espero que vocês também gostem...

Boa litura a todos<3

-

-

-

Frank estava tenso... Senti isso tanto na postura dele, quanto pelo vínculo de manada.

A marca em meu pulso estava quase sumindo, o que significava que tínhamos que renová-la, e eu sabia que era exatamente por isso que Frank me convidara para aquele almoço. Apenas nós dois.

Sabia o que estava por vir, e não entendia como minha vida acabara ficando daquele jeito.

- Bob, você sabe que somos amigos, mas... - suspirei profundamente quando ouvi aquilo - Sei que você fará o certo quando essa criança nascer, porque te conheço, mas eu preciso prezar pelo bem estar da manada em si.

Frank claramente estava recusando renovar minha marca vincular. Eu estava em um relacionamento com alguém que os ômegas da manada não gostavam: Quinn odiava Tatiane abertamente, com todas as palavras e atitudes que ele podia demonstrar, sem falar que graças a isso, o clima entre eu e Bert ainda estava estranho.

Matt tentava ao máximo ser simpático, contudo eu sabia que isso eram apenas tentativas, afinal, não o julgava se a odiasse. Ela questionou qual o sentido de um alpha se declarar ômega, e sequer se desculpou pelo tom rude, o que fez o clima entre eu e Jeph simplesmente ficar igual ou pior do que entre eu e Bert.

Por fim, Gerard, que tentava ao máximo amenizar tudo, porque ele sabia que seria melhor para todos que nos déssemos bem, mas ele também sabia que era impossível...

No fim disso tudo, tinha Brianna e Bryan... Andy morrera há algumas semanas, sabia que mesmo assim, eu agora estava amarrado a Tatiane. Éramos noivos, e por mais que meu desejo fosse jogar tudo para o alto e correr para Brin, não podia fazer isso e agradeci aos céus por ela também não vir a meu encontro... Eu não resistiria, e ela sabia que isso fazia parte da minha índole.

- Se eu fosse o líder faria o mesmo. - tranquilizei Frank sobre aquela decisão, e realmente estava sendo sincero. Ele prezava pela maioria da manada, caso contrário, acabaria eu, ele, Gerard e Tatiane...

- Mas ainda te quero na banda. - ele se antecipou e sorri.

- Claro, afinal, você tirou minha outra profissão. - não foi uma provocação, era apenas uma brincadeira nossa e que fez Frank rir naquele momento tenso.

- Sinto muito Robert.

Respirei fundo – Está tudo bem.

Frank me fitou durante alguns minutos, depois largou os talheres do almoço – Por favor, não se ofenda com o que vou dizer agora... – sua voz era calma, contudo um pouco tensa.

- O que foi? – questionei sem entender.

- Você já... Propôs a ela... Bom, ela ter o bebê e ir embora?

Quase engasguei – Como é?

- Desculpe, é só que... Confio na intuição do Quinn. Ele é bom nisso... E você sabe o que ele diz sobre ela... – Quinn era direto, chamara Tatiane de interesseira diante dela mais de uma vez... – E bem, se for isso mesmo... Ela quer tanto essa família quanto você, Bob... E se é assim, dinheiro pode resolver o problema... – ele parecia estar escolhendo com cuidado as palavras.

You Are Not AloneOnde as histórias ganham vida. Descobre agora