Gerard Way

1K 114 303
                                    

Oi pessoal \o Aqui é a Mika <3

Como estão? Espero que bem <3

Boa leitura ^-^b

-

-

-

Vislumbrava meu reflexo no espelho do closet de Frank, que agora também era meu, o fato de estar apenas de cueca me deixava ver claramente todo o meu ser, e olhando bem, eu não tinha aparência de estar grávido, certo?

Digo, existiam boas gordurinhas ali, mas elas adivinham do fato de comer aquelas comidas que Frank insistia em encomendar, e que provavelmente também eram a causa dos meus enjoos.

"Se eu voltar a cozinhar minha própria comida isso com certeza vai passar... Michael está louco".

Eu e meu irmão havíamos conversado na festa de aniversário de nossa avó. Quando me senti um tanto enjoado e me afastei de todos, ele veio até mim e conversamos sobre coisas pessoais, tão pessoais que saí de lá com a ideia de que talvez pudesse estar esperando um filho de Frank...

Só que isso não era possível? Era? Me vi lembrando do dia anterior...

A esposa de meu irmão era um doce de pessoa. Eu havia até mesmo conseguido sentir a mais nova Way chutando e me condenara por me enjoar do cheiro do ponche de fruta que estava sobre a mesa. Me afastar um pouco fora uma boa escolha, naquele canto do jardim - ainda que perto de onde estavam todos - não tinha cheiro de nada, apenas a brisa da noite passando, o que me deixava respirar fundo sem correr o risco de por meu almoço para fora. Frank havia saído brevemente na companhia de Matt, e supus que devia ser um assunto relacionado à Jeph.

- Você está bem?- eu esperava aquela pergunta de muitas pessoas que se encontravam ali naquela festa, mas com certeza, não esperava ela vinda de Michael Way.

- Sim. - respondi um tanto frio e diretamente depois de apenas olhá-lo por meio segundo.

Eu sabia. Era errada aquela minha atitude. Até mesmo infantil. Entretanto, não conseguia evitar... Michael me despertava muitos sentimentos, nem todos eles bons. Ele pigarreou e pensei que iria embora, contudo, apenas se aproximou mais...

- Você me odeia, Gerard? - a pergunta me pegou de surpresa e acabei me virando para ele.

- Eu não te odeio... - falei um tanto sério enquanto olhava diretamente nos olhos dele que de leve lembravam os meus - Apenas não nos vemos como irmãos. - me perguntei se era realmente aquilo que sentia.

Eu e Michael nunca tivemos contato, a não ser uma única vez que minha avó o trouxe quase escondido e brincamos um pouco juntos. O que foi mais que suficiente para Donna surtar e gritar horrores com minha avó, enquanto eu me escondia em seu quarto e Michael chorava por ter levado uma bronca sem entender o motivo.

- Posso?- ele indiciou o banco perguntando se podia sentar e me afastei alguns centímetros dando a entender que podia. Mickey sentou e me fitou seriamente – Bom, eu te vejo como meu irmão, Gerard, e sinceramente, gostaria que nos aproximássemos mais. Sei que você me evita, imagino suas razões, mas, gostaria de conversar sobre isso...

Fiquei um momento em silêncio – Imagina minhas razões?

- Nossos pais... Você pensa que sou como eles, não? – disse sério, me fitando.

- Não! – Mickey ficou surpreso – Nunca achei isso!

- Então... Por quê? – ele parecia um tanto aflito e engoli o seco.

You Are Not AloneOnde as histórias ganham vida. Descobre agora