Jepha

732 53 35
                                    

Olá!!!!! Bem, como a falecida ressuscitou, resolvemos ressuscitar também...


Pedimos desculpas pelo nosso sumiço, porém muitas coisas aconteceram, de pc quebrando a morte de dognhos das autoras... Então..nãos nos julgue...


Mas como a falecida tá ai vivíssima, decidimos voltar a postar e terminar logo essa temporada que está na retinha final...

Esperamos que gostem do capitulo...

-

-

-

-

O estava observando há cinco minutos.

Se olhar no espelho assim que acordava, havia se tornado a nova rotina de Matt – já que o fiz abandonar o velho hábito de olhar noticiários, revistas que falavam sobre a banda e seus membros, além de todas as mídias sociais. O fiz realmente parar com tudo, e agora, ali estávamos... Ele alisando a barriguinha protuberante e eu sorrindo bobamente para aquela cena...

- Mais um pouco, e vai acabar babando... – Matt disse se voltando para mim com um sorriso.

- Hmm, detalhes... – respondi com um sorriso – O café tá pronto, quer que eu traga na cama? Ou prefere ir até a cozinha?

Ele me estendeu a mão, vestido com seu robe e numa linda pantufa de pandas, que havia se tornado basicamente seu uniforme de gravidez.

- Você me ajuda?

A gravidez de Matt era de alto risco, porém, ele precisava andar um pouco mesmo que fosse dentro de casa, do quarto para a cozinha ou indo no apartamento de Frank para ver o pequeno Demian, pequenas caminhas eram necessárias.

Segurei sua mão e o conduzi com todo cuidado até a sala o sentando cuidadosamente no sofá.

- Não precisa de tanto cuidado Jeph... - ele sorriu quando entreguei o controle e fui buscar o café - Hoje estou bem.

- Eu sei, mas prefiro cuidar de você todos os dias, hm? – sorri para ele enquanto preparava sua bandeja. Logo que terminei, levei até ele, o vendo suspirar enquanto olhava o canal que passava seus noticiários favoritos, bloqueado.

- Me sinto uma criança... Mas ao invés de bloquearem o pornô, bloquearam as notícias...

- É para seu bem, sim? Sua pressão não pode aumentar mais... E se você se sentir melhor, posso bloquear o pornô também. - sorri para ele enquanto me sentava ao seu lado roubando um pequeno biscoito.

- Quero que ele nasça logo, mas ainda faltam dois meses... - Matt suspirou enquanto tomava um gole de seu suco.

- Quanto mais tempo ele ficar aí dentro, melhor, então, controlemos essa ansiedade... – peguei o controle e ele fez um muxoxo.

- Meditação não... – murmurou.

- Meditação sim. Você sabe que ajuda... – e coloquei no canal de relaxamento – Vamos fazer assim que terminarmos o café...

Ele suspirou, e como protesto, terminou sua refeição vagarosamente... Depois sentou com as pernas dobradas, em nosso tapete fofo e fechou os olhos. Aumentei o volume da TV enquanto começava a massagear seus ombros – Viu? Não é tão ruim...

- Chatoo... – ele falou sorrindo, sem abrir os olhos.

- Agora você realmente parece uma criança. – apenas um bufo como resposta e eu ri.

- Jepha eu quero sair... Estou entediado... Me deixa ir ver o Dem...

Suspirei desligando a TV.

- Eu sei amor... Sei que é chato, só que a gente tem que se prevenir, não é...? Contudo não sou tão mal e nem um carcereiro, vamos lá ver o Dem, mas primeiro precisamos trocar de roupa... Vamos?

You Are Not AloneOnde as histórias ganham vida. Descobre agora