Andy Biersack

905 76 194
                                    

Leia os avisos antes de prosseguir a leitura

Ops! Esta imagem não segue as nossas directrizes de conteúdo. Para continuares a publicar, por favor, remova-a ou carrega uma imagem diferente.

Leia os avisos antes de prosseguir a leitura.


Este capitulo contem cenas de violência, tortura física e psicológica, insinuação de estupro e estupro...

Caso não se sinta confortável ou não tenha estomago para nada disso as autoras sugerem que você o pule.

.

.

.

Agora que já foi dado o aviso... surpresa!!!! A Juh está sem a Mika... Então sabe aquela criança que o responsável saiu e ela da festa na casa??

Pois bem... sou eu... Minha irmã mais velha não está e eu vou aprontar...


Quando ela voltar devo ficar de castigo...O_o 

Mas o que importa é... Capitulo do nosso amado Andy...


Espero que gostem..

.

.


Sangue escorria pelo piso quando a porta do porão se abriu... Steve desceu as escadas, e acabou sujando os sapatos no líquido viscoso que pingava do corpo pendurado e se espalhava pelo chão.

- O que aconteceu Andy?- o beta se aproximou observando o corpo suspenso no teto e logo vendo o da mulher que jazia em um canto do cômodo.

- Eles me negaram uma informação... Uma informação importante.

Aqueles dois faziam parte da manada de Richard e ousaram pensar que podiam me parar... Falei várias vezes que meu assunto era com Richard, porém os dois eram leais demais... Então, acabei tendo que usar métodos mais... Persuasivos.

- Pode mandar se livrarem dele. – apontei para o pendurado – Deveria ter pendurado ele com mais calma, no fim, por ser gordo, acabou rasgando mais rápido à medida que subia. – suspirei, enquanto observava o homem pendurado como um porco no açougue.

O corpo do rapaz praticamente se repartiu em dois e parte de seu interior estava no chão. Nojento. Meu plano inicial era tê-lo feito sangrar até morrer, mas, calculei mal o encaixe do guincho elétrico e esse foi o resultado.

- Jonathan... – a garota murmurou, recobrando a consciência.

- Finalmente. – vi Steve pegar o celular, gostava do fato dele ter contato para absolutamente tudo – Voltemos aos negócios. – olhei para ela – Já te eletrocutei, arranquei suas unhas, quebrei seus pés, parte dos dedos de sua mão, e provavelmente, devido às cordas que coloquei enquanto você estava desmaiada, ao redor de seus braços e pernas, você já não está mais sentindo o sangue correr... Deve estar dormente nessa altura... Mas, você parece muito decidida em permanecer fiel...

You Are Not AloneOnde as histórias ganham vida. Descobre agora