Frank Iero

502 53 43
                                    


Não é miragem...

voltamos!!!


Bem, primeiro de tudo, pedimos desculpas, por nosso sumiço e por não dar noticias...

Na real, não teve um motivo só para esse sumiço, apenas, as nossas vidas deram uma enrolada e precisamos desacelerar... Mas voltamos...

Eu quero agradecer a cada pessoa que ainda está por aqui e cada uma que nos procurou no tt e questionou... Obrigada pelo apoio sempre...


Sobre Yana... Falta exatamente quatro capítulos para o final da primeira temporada, e pretendemos posta-los sem enrolação...E então, após esses quatro capitulos teremos uma nova pausa...

Mas essa pausa sera diferente, ela sera para organizarmos as questões da segunda tempora (Yana ao todo terá 3 temporadas) enquanto fazemos essa organização iremos postar "Só vejo você" semanalmente... O que vai nos ajudar a adiantar essa fic que muitos de vocês também gostam..


Bem, acho que esses são os avisos que tínhamos para dar... Esperamos que vocês gostem do capitulo...

_

_

_


- Finalmente em casa. - coloquei as bolsas que carregava no chão e fechei a porta assim que Gerard passou com Demian em seu colo. A estadia no hospital fora confortável, mas nada como nosso lar.

Demian nascera saudável e recebeu alta rápido, contudo, mesmo assim, ainda eram três dias em um hospital, por mais confortável que fosse o quarto.

- Vou por ele no quarto. – o pequeno dormia tranquilamente nos braços de Gerard. Nunca dirigira tão devagar em toda minha vida como dirigi voltando daquele hospital, nunca pensei que carregaria as duas coisas mais importantes da minha vida assim, em meu carro - Você pode por essas bolsas na lavanderia, por favor?

- Claro. – respondi rapidamente, indo direto para a lavanderia. Separei as roupas brancas das coloridas, coloquei as íntimas a parte... Fácil. Fechei a máquina e respirei fundo.

Eu era pai.

Eu tinha um filho... Lindo e saudável... Com o Gerard...

Parecia que não era real...

Que eu estava em algum sonho muito agradável, e que em instantes acordaria.

Liguei a máquina e voltei para a sala, passando direto para o quarto de Demian.

Gerard sentara ao lado do berço, sorria enquanto o pequeno se recusava a soltar seu dedo... Nossa... Como eu os amava... Meu coração parecia que sairia do meu peito...

- Ele tem o seu nariz... - falei baixinho me aproximando e espalhando meus feromônios pelo ambiente...

- E os seus lábios. - Gerard desvencilhou o dedo da mãozinha de Demian e o passou por seus lábios...

- Coloquei a roupa pra lavar. - com um acenar de cabeça ele concordou e me agradeceu em seguida ligando a pequena câmera do berço e pegando o monitor que estava sobre a cômoda.

- Acho que tenho uns vinte minutos pra tomar um banho.

- Hmmm, quer companhia? – o abracei por trás.

Ele riu baixinho – Nem pensar. – respondeu sem hesitação – Vou relaxar, seu dever é impedir que eu me afogue caso durma na banheira. – se virou e me deu um selinho – Se quiser fazer o café, também não ficarei zangado... – e saiu.

You Are Not AloneOnde as histórias ganham vida. Descobre agora