Robert Bryar

1K 103 129
                                    


Oieeee!!!! Aqui é a Juh.

Como vocês estão??

Esperamos que bem.


Hoje temos muitas surpresas...E hoje sem sombra de duvidas o meu terceiro casal favorito vai ser introduzido e estou muito feliz...

Eu realmente gosto muito da historia que se inicia aqui e espero que vocês compartilhem desses mesmo sentimento quando terminarem de ler...


Sem mais delongas...boa Leitura...

.

.

.


Estava me observando no espelho, a camisa branca que minha mãe me enviara para a festa era bonita. Não estava ruim, o caimento era perfeito. Só não tinha certeza se queria ir a tal festa. Era tanta merda acontecendo em minha manada que eu não achava conveniente ir a uma celebração no momento.

- É melhor você ir, ou seus pais vão te torrar por um século. – Frank afirmou atirado em minha cama. Ele fora em minha casa conversar e relatei o meu impasse sobre o momento.

- Bom, você tem como ser babá do Bert por hoje? – perguntei – Pense positivo, é só o Bert, já que desde que o Jeph foi preso, ele não sai da casa do Matt. – dei de ombros.

- Sim, claro. Ser babá do Bert é divertido com o Gee por perto, ele fica mansinho, é engraçado... – riu – E, ah, deixa eles, o Jeph e o Matt juntos, é bonitinho...

- Você sabe que é o instinto de proteger o Gerard, que faz todos nós "amansarmos" perto dele agora, né? Ele é o marido do líder e está esperando um bebê. – Frank me fitou muito surpreso – Quase formado em medicina, lembra? – apontei para mim.

- Não é isso. Só amei o Gerard ser chamado de "marido do líder". – bufei com o comentário – Repete ae, vai! – ainda me questionava como decidi largar todo o meu futuro promissor na medicina, para seguir um líder que mais parecia uma criança grande em alguns momentos.

- Você o mordeu, estão morando juntos e já o engravidou, não preciso ficar repetindo coisas óbvias. - terminei de arrumar a gravata cinza em meu pescoço enquanto Frank continuava com o maior sorriso idiota no rosto.

- Quero fazer uma reunião pra anunciar a novidade... Será que seus pais se irritariam se eu aparecesse nessa festa de gente metida gritando que o amor da minha vida está esperando um filho meu? - o olhei de soslaio e o vi ficar sério ao perceber o que dissera, conhecia Frank e sabia que aquela declaração, apesar de ser a verdadeira, o incomodava. Meu líder era um idiota.

- Certo... - resolvi fingir que não o escutara e ir por outro ponto... Por exemplo - Meus pais já te odeiam, quer mesmo nutrir esse sentimento? Jogar gasolina em um incêndio?

- Jogar gasolina e dançar nu enquanto caem às cinzas é muito a minha cara. – não consegui nem negar o que ele dissera – Mas, não. Vou fazer algo mais interessante hoje à noite.

- Cuidar do seu marido gestante e bancar a babá do Bert? – ele deu um sorriso bobo.

- Não. – afirmou, voltando a ficar sério – Vou conversar com uma hacker sobre o Andy. – me informou calmamente, enquanto mexia no meu travesseiro.

- Espera... – cheguei a entortar minha gravata quando ele falara aquilo – Você vai o quê? – não consegui acreditar no que havia acabado de ouvir.

- Vou conversar com uma fã hacker, que tá preocupada com o Gerard, e me enviou várias informações suspeitas sobre o Andy. – ele tinha noção do que estava falando, ou perdera todo o senso de perigo de uma só vez? Achei que Frank era mais inteligente que Bert, contudo, não estava soando dessa maneira.

You Are Not AloneOnde as histórias ganham vida. Descobre agora