Frank Iero

1.8K 158 281
                                    



Olá amores da tia Juh e da tia Mika.

Como vocês estão??
Esperamos que estejam bem.

Bem, vamos começa com a mínima grande mudança que é.

Esse perfil virou um perfil conjunto da Mika Kamya e da Juh Hime...

Então aqui só vai rolar parcerias nossas... Vai ter outras fics??

Ainda não sabemos, tudo é possível mas no momento será postado apenas Yana, mas quem sabe ne???

Perfil da Mika: https://www.wattpad.com/user/MikaKamya
Link Para Destinados: https://www.wattpad.com/541222401-destinados-sem-controle

E a Keroline escreve frerard..<3 e nós ajuda na última revisão de cada capitulo💙💙💙

Perfil da Keroline: kottps://www.wattpad.com/user/threecheersxx
Fic da keroline:

Ps: Esse capitulo está absurdamente enorme!!

Boa leitura a todos e desculpem se passou qualquer erro despercebido.

.

.

.

.

.



Com toda certeza eu nunca havia dirigido tão rápido em toda minha vida, e mesmo assim o mundo parecia andar em câmera lenta, devo ter levado no mínimo umas trezentas multas enquanto Bert xingava ao meu lado e dizia que ainda tinha que transar muito com Quinn antes de morrer.

- Porra Frank, vai mais devagar seu filho da puta! - ele gritou ao que passei direto por um sinal amarelo e o ignorei completamente.

Quando vi o número desconhecido em meu celular pensei seriamente em não atender - alguns fãs, de alguma forma inimaginável, às vezes, conseguiam nossos números, Bert uma vez até trocara de número devido a isso - mas, algo em meu interior falou que eu TINHA que atender, e como era bom obedecer aos meus instintos... Gerard estava em puro e total desespero.

"Claro que ela ia aprontar algo... Era óbvio... Eu fui muito burro... Chantal é louca e estava quieta demais para o que eu havia feito.".

Ligar e estar conversando com ela, era tecnicamente fácil. Suportar o medo de Gee, que de tão grande, estava sendo passado pelo vínculo, mesmo que ainda não estivesse completo, era agoniante. Contudo, Matt convencer o gerente do hotel de que precisávamos entrar naquela suíte de qualquer maneira, estava sendo a parte verdadeiramente difícil.

Olhei significativamente para ele pelo retrovisor, quando o mesmo parecia estar falhando miseravelmente em sua tarefa.

- Olha, se você não nos deixar entrar, ao invés do Frank destruir um quarto de vocês que, aliás, nós pagaremos o dano se for necessário, ele vai destruir o hotel inteiro, colocar fogo, dançar nas cinzas e te processar. É o ômega dele que tá lá dentro! E ele tem todo direito de entrar aonde for para protegê-lo. Quer mesmo envolver autoridades mais do que o necessário? - ele deu uma pausa ao que voltou a falar logo em seguida - Frank Iero é registrado com o ômega que está em cárcere nas dependências do seu hotel, ele está em transição e tudo que você não quer é que convoquemos o conselho ômega para resolver uma situação que pode ser resolvida facilmente.

É, ele soara convincente o suficiente, mesmo que falasse baixo afinal eu falava com Chantal e qualquer deslize iria tudo para o espaço. Dei uma risada falsa para o celular - Ah, amor, marcar o Gerard não é necessário, ele foi apenas um erro... - mas, me arrependi imediatamente, ela ficou irada do outro lado da linha, o que fez meu coração disparar.

You Are Not AloneOnde as histórias ganham vida. Descobre agora