Capitulo 45

1.4K 187 11

Luiza

2n tá pensando que sou boba ele acha que eu não sei que ele tá bancando a casa da outra lá me faço de sonsa pra não perder minhas regalias mais ela não perde por esperar.

Vanessa minha amiga me passa a planta de tudo que tá acontecendo eu só vou anotando. To desfrutando bem mesmo do que posso e ele tá me dando moral nem gosto né.

Fico mais pela casa dele do que na minha avó quando ele não tá minha parceira fica aqui comigo essa é fechamento já estou vendo a melhor forma de jogar o Lc na fita dela.

Hoje ele disse que ia ter operação na favela deu dinheiro e tudo pra mim sair daqui safado ia pesar na mente dele mesmo sabia que era mentira prima da Vanessa que montou a festa da piranha lá disse que ele bancou tudo que raiva mais deixa estar.

Fui bem mesmo da um role no shopping com ela fizemos umas comprinhas fomos pra casa de uma prima dela lá no p.u e curtimos o bailão de lá.

Arrochei bem mesmo dei uns beijinho em um bofe saímos do baile já de manhã só joguei uma água no corpo e apaguei.

{...}

Acordei já de tarde almoçamos demos uma volta pela favela e quase caindo a noite eu e Vanessa metemos o pé cheguei na favela fiz questão de ir pela rua da outra lá.

Portão tava fechado mas a moto do bonito tava ali fui pra casa da minha avó puta da vida.

Tomei um banho comi um biscoito e me joguei no sofá fui logo mandar msg pra ele.

📲2n📲

– to aqui na minha avó já
– você está aonde?
– ligação perdida
– ue erick não vai me responder ▶️

2n: colfoi parceiro se controla po to ocupado ▶️

– tá ocupado o que erick?
– tá aí na casa dessa porra fazendo oq?
– eu vi sua moto aí po

2n: mano to ocupado depois vou pra casa ▶️

📲2n📲

Ele saiu do whats até liguei mais deu desligado fdp mandei msg pra Vanessa pra marcar de ir pro baile mais tarde e fui tirar um cochilo.

{...}

Depois que postei uma foto no tt sai de casa fechando a porta minha avó tinha saído fala nem nada a coroa vive só pelas ruas também.

Luiza: entendeu Vanessa? - encarei ela

Vanessa: lógico porra não sou burra - riu

Luiza: minha avó saiu com certeza só chega amanhã de tarde você pode ir lá pra casa com ele fala que sua roupa está lá - dei a chave a ela que assentiu.

Já tinha esquematizado tudo com a mana nos ia curtir nosso baile quando Lc tivesse na onda ia derramar bebida nela e pedir pra ele levar ela em casa pra se trocar o resto é com a mapoa.

Chegamos no baile era na praça tava cheio demos uma volta e fui atrás do 2n tava lá no canto com os cara de sempre.

Luiza: se eu não procurar você não me procura não né - encarei ele

2n: iiiih, se for começar a encher minha mente vai andar - neguei com a cabeça puta e dei as costas

Dava pra ver que já tava na onda deve tá bebendo desde cedo puxei a Vanessa pegamos um arrumei minha bebida peguei um lança e fui lá pro outro canto com ela curtir o bailão.

Dançamos bastante tava só escotando o outro de longe virei meu copo na Vanessa e puxei ela.

Luiza: po Lucas tem como levar ela lá em casa rapidinho se molhou toda - amostrei a Vanessa

Lc: po cara tem como não - negou e voltou a fumar

Luiza: cara e muito rápido só pra menina se trocar vai te custar? - bufei

Lc: marca aí mano, deixa eu terminar de fumar aqui - assenti sorrindo

Fiquei conversando com ela até ele terminar de fumar depois que ele fumou falou alguma coisa com o neném e saiu chamando ela. Eu me aproximei do mozão e fiquei ali na frente dele bem mesmo dançando.

O preço dessa vida (M)Leia esta história GRATUITAMENTE!