Capitulo 28

2.1K 222 14

                            Ellen

Meu lance com Lc veio ficando com mas frequência depois que passei aquela noite com ele, mas Lucas e muito na dele gosta de ficar explanando nada.

Às vezes me dar maior raiva sabe queria agarrar sarrar nele, mas ele finge que nem me conhece foi nessa que comecei a ficar com o bofe do Lins.

Gustavo muito gente boa gostosin nos se pega mas nada sério bofe e casado hahaha então e só uns lance mesmo na maloca.

Viemos curtir o pagode nanda tava na intenção do neném meu irmão e muito fdp so da mole com ela po agora vai ficar fodido.

Lucas tava com ele me mandou msg hj surtando ele é desses adora fazer uma gracinha mas faz em público não gosta de fazer em casa que sempre ter a razão e eu otaria deixo a razão com ele.

Ele viu uma msg do Gustavo aí tá boladinho queria nem que eu vinhesse pra cá mas eu vim bem mesmo depois que Fernanda esculachou o otario do meu irmão o lc começou a me mandar msg disse pra mim ir pra casa dele que ele já ia também eu dei maior desculpa e meti meu pé não ia não mais o bofe tava me ameaçando e eu não quero perder meu neguinho né.

O uber me deixou na subida da favela peguei um moto táxi e fui lá pra casa do Lucas tava cedo ainda a mãe dele tava ate acordada ela que abriu a porta pra mim.

Ruth: ue menina mas já? Cadê a Fernanda? - me olhou

Ellen: aah tia ela ficou no pagode eu vim que o Lucas queria falar cmg - sorri de lado - vou esperar ele lá em cima tá.

Ruth: vai lá minha norinha, juízo vocês dois em - riu e eu subi.

Entrei no quarto do Lucas me joguei na cama após tirar minha sandália, liguei a tv e o ar e fiquei deitada esperando ele. Passou uns 30 minutos o bonito chegou.

Lc: tu se faz de maluca né garota - me encarou e foi pro banheiro demorou nada ele voltou – to falando com você porra- falou grosso

Ellen: quie, agora não posso curtir mais um pagode?- encarei ele

Lc: vai se foder po, tá me tirando de mlk já po, já te deixei claro como as coisas funcionam vem da uma de esperta não - apontou o dedo na minha cara e saiu.

Suspirei e voltei a prestar atenção na tv, logo ele voltou com um copo de água e começou a falar na minha cabeça de novo.

Lc: quando eu falar pra tu não ir pra porra de lugar nenhum tu não vai parceiro - puxou meu cabelo – tá ouvindo né – assenti

Ellen: me solta que eu vou embora Lucas - tentei levantar mas ele me jogou na cama me enforcando

Lc: já puxei a visão do meno que tu está de papo em Ellen, cara casado porra pega tua visão fdp tá cmg nessa porra querendo sacanear - meus olhos se encheram de lágrimas

Tava respirando bem fraquinho ele ficava falando e apertando quando mais eu lutasse seria pior então fiquei quieta até ele largar, eu fechei os olhos suspirando fundo limpando o rosto.

Escutei barulho da porta imaginei se a Fernanda ele parou as graças e foi tomar banho, peguei meu celular e chamei um uber quando ele saiu do banheiro pedi ele pra arrumar um moto táxi ele ligou pra um menino demorou nada ele chegou.

Sai devagarinho sem fazer muito barulho meti meu pé mesmo vou ficar aqui pra ficar brigando e apanhando dele não, o menino me deixou lá em baixo o uber já estava esperando entrei no mesmo fechei os olhos suspirando e fui o caminho todo pensativa será que vale a pena entrar nessa com o Lucas vendo os surtos que ele já vem dando? E foda to gostando dele so que não quero me magoar lá na frente.

Cheguei em casa tomei até um susto com o neném na sala cara doente sozinho no escuro.

Ellen: tá maluco cr- encarei ele

2n: to pensando po, colfoi Pode não? - me encarou

Ellen: lógico que pode ue - neguei e fui em direção a escada

2n: Fernanda ta com aquele mlk lá mesmo? - parei na hora

Ellen: sei não cara - suspirei

2n: tu sabe po se faz de sonsa não, vem senta aqui - passei a mão no rosto e fui até sofá me sentando– solta a voz filha.

Ellen: irmão você errou pra crlh tu sabe né? Fernanda teve com você desde novinha cara você traiu a mina não satisfeito pra atingir ela você aparece namorando outra isso é demais cara.

2n: to ligado po, to ciente do meu erro mano mais a mente de vagabundo trabalha de outra forma tá entendendo? E foda eu e Fernanda e de hoje não tá foda pra mim cr a hora que ela quiser nos tá aí eu largo a Larissa por ela po mais agora aturar ela com outro relacionamento não dá não- negou

Ellen: olha eu não vou se meter em nada não, você pode ser meu irmão mais está errado vou te apoiar em nada não erick- levantei – vou dormir que eu to cansada tá - sorri de lado

2n: suave, vou descer pra Angra avisa a coroa amanhã - assenti e subi.

Entrei no meu quarto indo direto pro banheiro tomei um banho rápido coloquei só uma calcinha e cai na cama.

O preço dessa vida (M)Leia esta história GRATUITAMENTE!