Capitulo 95

1.1K 158 18

Maratona 2/10

Ellen

Otima hora que me apareceu essa vaga na loja estou amando e distraindo bastante a mente, não é muito mais o pouco que eu ganho eu me viro pra manter minhas coisas e da Valentina.

Gustavo e eu estamos na mesma a irmã dele acabou descobrindo e conversou com nos dois mandou ele decidir e separar da outra já que pra ele não dar mais.

Me deu varios conselhos também pra não ficar me sujeitando a ser amante dele e etc pior que ela está certa só que ele tem que tomar a atitude dele não quero sair como a culpada destruidora de lares.

Véspera de Natal trabalhamos pra crlh loja na maior correria fomos fechar já quase 21:00 horas corri pra casa pra me arrumar Valentina já estava pro morro.

{...}

Lc: colfoi quero falar com vc - segurou meu braço– está me evitando pq? - me encarou

Ellen: primeiro solta meu braço - sacudi o mesmo pra ele soltar – segundo que eu não tenho nada pra falar com vc - passei por ele mais o viado me segurou novamente

Lc: colfoi porra tá mandada e - me encarou – se liga mano to na pureza com vc po maior saudades cara - veio me abraçar mais eu afastei

Ellen: Lucas me deixa cara - neguei – tá seguindo sua vida já po me esquece nos já deu - falei seria

Lc: já deu o que mano? Tem essa não Ellen sabe que nos não vai acabar assim po - suspirei

Ellen: a escolha foi sua, vc que saiu de casa agora segue sua vida - passei por ele

Maluco mira mais me erra ele que saiu de casa ele que me largou por piranha na rua e agora que vir atrás ele que vai atrás dela que eu to em outra.

Não vou falar que não amo ele pq eu amo mais preciso acordar e voltar a minha realidade Lucas só entrou na minha vida pra acabar comigo e eu cega não enxergava isso.

Depois de 00:00 todos numa bebedeira maior festa chamei a Fernanda pra conversar.

Ellen: quero me desculpar sabe - suspirei – hoje eu vejo que você o tempo todo quis me ajudar queria abrir meu olho e eu não enxergava - encarei ela – eu sinto sua falta eu quero te pedir perdão por não ter ouvido você - abracei ela e comecei a chorar

Nanda: aaaaai Ellen não chora cara - sinti o abraço dela –  você sabe que eu te amo muito cara - alisou meu cabelo – eu tenho você como uma irmã e foi muito ruim pra mim te ver naquela situação- suspirou

Ellen: Eu fiquei cega pelo seu irmão eu fui ingênua demais só que agora eu quero reparar todo meu erro eu quero recomeçar minha vida eu quero me desculpar e ficar bem com todos- limpei o rosto

Nanda: pode ter a certeza que eu vou estar aqui do seu lado sempre tá minha loira aguada - sorri

Sei que fui ingênua demais e agora estou disposta a correr atrás e reparar meu erro eu nunca deveria ter deixado minhas amizades pelo Lucas eu não deveria ter brigado com as pessoas que me queriam bem por um cara que queria apenas meu mal.

Depois de conversar com ela voltamos lá pra fora pessoal tava tudo animado pra ir pro baile Valentina já estava dormindo junto do irmão.

Partimos geral pro baile tava cheio varias pessoas de fora tava uma maravilha já fomos lá pro reservado peguei um copao coloquei minhas misturas e joguei pra dentro.

{...}

Deixo você louca de vontade pra transar comigo te olho com cara de safado bandido 🎶

Tu sabe o que eu faço lá no meu barraco boto o colchão no chão e te taco taco o saco 🎶

Tava chapadinha já com a Carla e Karine bebendo nanda já foi embora com Erick e deixou as duas bonitas aqui.

Yara está toda toda se acabando Alana está numa agarração com o Cláudio eu não falo nada já tive a idade dela tem que curtir mesmo.

Lc: coe Ellen visão aí mano tá rachando po - chegou atrás de mim

Ellen: desencosta traste - cheguei pra frente – vai atrás da sua mulher Lucas me deixa em porra - joguei o cabelo

Cara chato chamei Carla e fomos no banheiro fiz um xixi depois sai arrumando minha roupa comprei um trident coloquei um na boca dei pra Carla e fomos da um role.

Paramos no meio do povo mesmo e ficamos daqui dançando curtindo um pouco uma mona me chamou tava com dois primos que queria nos conhecer nem rola eu ficar de agarração em meio de baile mais dei meu número o bofe era gatinho era nem da favela.

Voltamos pro reservado o outro tava de carão me olhando euhein maluco virei a cara peguei meu celular postei minha foto no Twitter respondi a msg que o Gustavo havia mandado guardei o celular e fui curtir.

Saímos do baile já era 8 e pouca tava acabada parecendo um mosntro Lucas toda hora me atazanando já tava vendo a hora de voar em cima dele não quero mais e ponto.

Cheguei já em casa indo comer alguma coisa depois subi peguei minha bolsa e fui tomar um banho dei aquela relaxada no banheiro quando sai dei de cara com o lc.

Lc: bora dormir comigo cara to com saudades po - veio me agarrando

Ellen: mano pode parar sai sai - empurrei ele

Lc: fdp tu mano tá com outro não né? Vou te matar em fdp - se alterou

Ellen: cara tu estava de boa seguindo sua vida continua assim po me deixa viver tá Lucas - entrei no quarto da Alana.

Ellen: tem lugar pra mim aqui criançada - entrei rindo

Alana: tem tia já até arrumei o colchão pra vcs - apontou

Ellen: depois te dou um presente agora estou muito cansada meu amor - me joguei no colchão que estava no chão só vi a Carla deitando do meu lado e depois apaguei também.

Enquanto e isso no Twitter

Ellen 🌸: hou hou hou

💬45              🔁100           ❤️ 500

Oops! This image does not follow our content guidelines. To continue publishing, please remove it or upload a different image.

💬45 🔁100 ❤️ 500

O preço dessa vida (M)Leia esta história GRATUITAMENTE!