Capitulo 49

1.6K 231 17

                            Ellen

Mais uma noite mal dormida na esperança do Lucas chegar e nos se resolver mais quem disse que ele deu as cara em casa.

Odeio ficar brigada com ele ainda mais quando e por bobeira minha sogra vive conversando comigo mandando eu ir viver.

Gente eu estou vivendo só que agora é diferente eu namoro não tem necessidade de está batendo perna por aí o tempo todo o que eu preciso está do meu lado e isso que importa.

Levantei da cama eram 9 horas tomei um banho coloquei uma roupa de ficar em casa mesmo prendi o cabelo e desci.

Ellen: bom dia - sorri sentando no sofá

Ruth: bom dia minha filha, vai lá tomar café - me olhou

Ellen: estou sem fome - ela suspirou

Ruth: você vai ficar doente Ellen, você não está se alimentando direito - negou

Ellen: vcs cismaram com isso né - ri

Ruth: voce nao que enxergar o que está acontecendo Ellen, eu quero te ajudar mas você também precisa se ajudar - suspirou – não deixa o Lucas te manipular não deixa ele te colocar pra baixo menina começa se impor nessa relação de vocês.

Ellen: mais ele não faz nada sogra pode ficar tranquila tá - ela suspirou e logo ouvimos a porta abrindo

Era o Lucas ele só deu bom dia e subiu fui logo atrás dele entrei ele tava tirando a roupa e indo pro banheiro.

Ellen: que marca e essa aí Lucas - segurei ele olhando a cintura dele aonde tava arranhado

Lc: foi a doida lá na hora que eu tava separando a briga - suspirei

Ellen: tem certeza? - seria

Lc: de qual foi? Sou tu não po a única safada que rende pra qualquer um aqui e tu po- foi pro banheiro

Ellen: eeeh, sou safada e tu está cmg né idiota - ele já voltou com tudo

Lc: tá me respondendo pq Ellen- segurou meu rosto – se liga rapa sou mlk não quebro essa sua cara já já vacilona - deu uma porrada no meu braço e foi pro banheiro.

Deitei na cama suspirando fundo e fiquei um bom tempo pensando até o Lucas sair do banheiro.

Ellen: vou ir na minha mãe - encarei ele

Lc: fazer oq? - me olhou

Ellen: to com saudades dela ue vou ir lá

Lc: tem nem necessidade Ellen e so voce ligar pra ela ue - negou

Ellen: eu não- me interrompeu

Lc: faz oq tu achar melhor cara - começou a colocar a roupa

Ellen: tu já vai sair?

Lc: quero deitar pra descansar quero um pouco de paz será que é possível - assenti

Azedo falei mais nada deixei ele deitar na dele eu fui lá pra sala fiquei deitada lá vendo tv e depois acabei cochilando.

Acordei com Alana e nanda falando abeça sorri abraçando a pequena e sentei.

Nanda: Iae Ellen tá de boa? - me encarou

Ellen: pq não estaria? - sorri

Nanda: faz a maluca não, eu quero falar com você sério - suspirei

Ellen: sobre oq?

Nanda: Lucas ta com a amiga sua cunhada

Ellen: que cunhada garota? - bufou

Nanda: porra Ellen, a namorada do seu irmão o Lucas está pegando ela - neguei

Ellen: duvido. Ele não faria isso cmg não - ri nervosa

Nanda: pos você pode acreditar - ela levantou – não sou criança não Ellen sou mulher pra crlh sei bem o que estou falando - foi pra cozinha

Levantei bolada fui pro quarto me controlando pra não chorar que raiva não é possível que o Lucas tá fazendo uma sacanagem dessas comigo.

Me tranquei no quarto e deitei na cama chorando até pegar no sono.

{...}

Nanda: tem certeza que você não quer ir? - me encarou

Ellen: tenho! Obg - forcei um sorriso e ela saiu

Ela me chamou pra ir no pagode preferi não ir não queria brigar com o Lucas de novo e também não queria cruzar o caminho dessa menina que sou capaz de matar ela se isso for verdade.

O preço dessa vida (M)Leia esta história GRATUITAMENTE!