Capitulo 56

1.6K 177 13

                            Nanda

Nanda: aaah, me fode vai - gemi fechando os olhos

Caique: cachorra safada - deu um tapa na minha bunda e continuou os movimentos.

Depois de um tempo nos trocamos de posição quando gozamos deitei suspirando fundo olhando pro teto.

Caique: tava com maior saudade - riu

Nanda: eu também estava- neguei – você e um puto um cachorro gostoso - gargalhei

Caique: po nos tem que ver a melhor forma pra nós - suspirei fundo e na hora meu celular tocou – atende aí po, vou tomar um banho - levantou indo pro banheiro

Peguei o celular já sabia que era o neném número desconhecido só não sabia o que ele queria em plena 4 horas.

📱desconhecido📱

- oi erick

2n: tava dormindo?

- não, aconteceu algo?

2n: não po, tá suave, só queria saber como tá as coisas aí. Alana está bem?

- tá bem, está tendo que ir na psicóloga só que está aceitando mais de boa - suspirei

2n: mô saudades da minha princesa - riu – aí coroa tá vendo uma casa pra ela lá no condomínio mesmo solta a grana quando ela resolver as parada lá.

- aaah pode deixar, mas pq ela vai mudar?

2n: eu mandei ela ver po que ia jogar no nome dela mesmo, aquela casa la e da Alana.

- nada haver erick - neguei

2n: tá suave, como tá as coisas aí no morro? A Luiza tá suave? - ri

- sério mesmo?

2n: da o papo mano

- sabe que ela não é flor que se cheire né? Sempre te falei isso - prendi o riso – aqui na favela ela tá dando mole não mais tá piranhando lá pra Nh com a amiga que tá grávida do Lc.

2n: Tlgd já nessa meta queria ter certeza mesmo, tá suave deixa ela na hora certa vai ser cobrada.

- vai fazer oq?

2n: se eu cortar ela tu vai vir me visitar?

- você sabe que não vou né!

2n: então deixa ela segurar, só da corda na hora certa ela roda.

- ata, eu vou dormir tá, To cansadona

2n: JAe, fica na paz aí

- você também, tchau.

2n: te amo

📱desconhecido📱

Suspirei colocando o celular no criado mudo levantei indo pro banheiro o outro tava lá tranquilo.

Caique: achei que não ia desligar mais - riu

Nanda: aaaai, fica quietinho vai- entrei no box com ele.

Demos uma rapidinha ali depois tomei um banho e fomos dormir tava só o cansaço.

{...}

Caique: coe nanda vou ter que meter o pé - me balançou

Nanda: aaai cara deixa eu dormir -bufei virando

Caique: dorme doida, mas tarde te ligo - assenti e apaguei de novo

O preço dessa vida (M)Leia esta história GRATUITAMENTE!