Capitulo 86

1.1K 169 31

                        Vanessa

1 mês que o Lucas está lá internado em coma os médicos já fizeram tudo que tinha pra fazer agora basta ele reagir coisa que ele não está fazendo.

Mãe dele está lá todo dia não sai do lado dele um minuto eu também dou todo apoio que posso afinal Lucas que me banca né não quero perder minhas regalias.

2n me procurou pra mim desenrolar pro Lucas não rodar só que tem que esperar ele acordar pra agir ele já me explicou tudo certinho confesso que estou com medo mais vou me jogar nessa não posso dar o mole que minha falecida amiga deu deixar o bofe rodar e não querer segurar cadeia.

Xxx: coe Vanessa - chamaram levantei indo abrir a porta

Vanessa: aah oi Dinho - dei passagem pra ele

Dinho: vt pediu pra trazer a parada aí pra comprar as coisas do mlk- me deu o dinheiro

Vanessa: aah vlw - peguei e coloquei na mesinha

Dinho: e nos como fica? - riu

Vanessa: tu não presta né cara- neguei – sabe que se alguém descobrir estamos fodidos - suspirei

Dinho: ninguém vai saber de nada não po, tudo no sigilo - me agarrou pela cintura já beijando meu pescoço

Nos começamos numa safadeza ali e fomos logo parar no quarto dinho e um puta safado e um soldado aqui da favela ele sempre vem me trazer o dinheiro que vt tá me dando pra ajudar nas coisas do baby primeira semana foi de boa mais na segunda não resisti.

Um tesao do crlh ele começou um uma provocação do caralho eu rendi mesmo estamos tendo esse caso animas escondidas quando Lucas voltar essa putaria acaba e eu volto pra minha vidinha de madre Tereza.

Dinho: vai fdp geme pra mim cachorra do crlh- deu um tapa na minha bunda estocando fundo

Vanessa: aaaain porra eu vou gozar - gemi fechando os olhos e logo comecei a gozar

Ele continuou as estocadas até gozar logo saiu de dentro de mim fomos lá pro banheiro tomamos um banho tão gostoso fodemos mais um pouco e depois ele meteu o pé.

Sou louca? Posso ser mas Lucas nunca quis me assumir não vou ficar fazendo a maluca também me privando das coisas não.

Atravessei lá na mangueira pra pegar meu filho vim pra casa fiz uma janta ele já tinha comido lá na avó então comi sozinha.

Botei o baby pra dormir fiquei sentada na porta conversando com umas colegas Dinho mandou uma msg perguntando se podia dormir aqui deixei mesmo a noite vai prometer bb.

O preço dessa vida (M)Leia esta história GRATUITAMENTE!