Devo Aceitar?

1.3K 82 91

Lucy on:

O.O

Meu Deus,tudo acontece comigo...Eu ainda não acredito nas palavras da professora,sinceramente...Que saco.Me virei na direção de Natsu que continha um sorriso pequeno em seus lábios e me olhava um tanto empolgado.

-Aqueles que estiverem insatisfeitos com seu personagem devem me avisar em até no máximo 7 dias.Qualquer outra dúvida em relação a peça deve ser tirada diretamente comigo.- Quando a professora disse isso, me senti aliviada,afinal posso recusar o papel e não ter que passar por nenhuma situação constrangedora.

Quando a mesma saiu da sala,decidi ir falar com o Dragneel (nesses últimos meses eu passei a chamá-lo bastante por seu sobrenome).

Tomei coragem e finalmente levantei.Fui andando em sua direção um pouco atrapalhada e com o nervosismo evidente.Ele apenas me fitava com os olhos,esperando que eu desse o "primeiro passo".

-Dragneel...Olha...- Ele me corta.

-Por favor,para de me chamar assim.Só Natsu mesmo.- Ele dá de ombros depois que termina sua frase.

Eu,claro,fiquei com vontade de cavar um buraco e enfiar minha cabeça nele.

-Desculpe...-Digo envergonhada.-Bom...Vai aceitar o papel?

-Por que eu não aceitaria?- O mesmo me pergunta com as sobrancelhas arqueadas.

EITA.

-Ahhh...-

-Lucy,não sinto nenhum ressentimento por você.Passado é passado.- PASSADO É PASSADO??!?!!?É SÉRIO ?!!?NÃO ACREDITO QUE ELE FALOU ISSO.

-Sério?Ótimo.- Depois disso voltei rapidamente para a minha mesa pois sabia que se ficasse mais 1 minuto perto dele eu com certeza iria falar besteiras.

(...)

Os primeiros tempos passaram e finalmente chegou a hora do Intervalo,eu estou sem fome e ainda um pouco irritada com os acontecimentos recentes.Decidi ir para a biblioteca,aquele lugar me acalma e me ajuda a pensar.

Eu estava numa grande indecisão: Aceitar ou não aceitar o bendito papel?

Era difícil,eu me dediquei tanto para consegui-lo...É injusto eu ter que abrir mão disso por causa do Natsu.Porém,não estou com a mínima vontade de olhar para a cara dele.Não estou preparada.

Enquanto pensava numa solução,acabei por ficar um pouco inquieta e estava andando de um lado para o outro na biblioteca.Alguns alunos me olhavam assustados,outros com raiva por eu estar atrapalhando sua leitura e a bibliotecária me fuzilava com os olhos.Quando me dei conta disso tudo ruborizei na mesma hora e saí em disparada para fora do local.

Decidi ficar conversando com alguém,tinha que esquecer esse assunto.Vi uma Wendy meio tristonha sentada sozinha em um dos bancos do pátio e fui em sua direção para ver em que eu poderia ajudá-la.

-Olá!!- Me sento ao lado dela.-Por que está sozinha e com essa carinha triste?-

Eu tinha um carinho muito grande por ela e a tratava diferente das outras meninas,talvez por ela ser mais nova e eu me sentir como uma irmã mais velha na presença dela.

-Não se preocupe,eu estou bem,só tive uma recaída.-Ela soltou um sorriso fraco no final de sua frase e não pude deixar de notar seus olhos brilhando,denunciando sua tristeza.

-Olha,não sei o que houve,mas sei que te magoou e se ainda não se sente à vontade para falar eu vou respeitar isso,mas não chore...-Abraço ela em uma tentativa de consolo e isso foi o máximo que ela aguentou pois em seguida se derramou em lágrimas.

Convenci ela a ir no banheiro e jogar água em seu próprio rosto para melhorar a vermelhidão,a coitada seguiu o meu conselho e em alguns minutos voltou já recuperada.Passei o resto do intervalo tentando fazê-la rir e esquecer de seus problemas com músicas e vídeos que mostrei em meu celular.Logo o sinal tocou e tivemos que voltar para nossas respectivas salas,o intervalo havia passado tão rápido...

Quando entro em sala sinto um clima pesado,Natsu e Lissana estavam discutindo.ESPERA.Natsu e Lissana discutindo?!?!!?Vou até minha carteira e tento ouvir o motivo de sua briga.A maioria dos alunos estavam em volta dos dois gritando coisas aleatórias,outros apenas ignoravam e o resto estava fazendo o mesmo que eu.Obviamente eu não me contentei em ficar apenas sentada,tinha que ir até a rodinha e observar aquilo tudo mais de perto.Quando finalmente pude ver os dois,aconteceu algo inesperado.Lissana havia xingado Natsu e em seguida dado um tapa em seu rosto

No momento em que ela se tocou do que havia acabado de fazer, saiu correndo da sala com lágrimas escorrendo pelo seu rosto.As meninas foram atrás dela para consolá-la.

Ele ainda estava paralisado no mesmo local.Sua bochecha ficava cada vez mais vermelha e pude perceber uma aproximação de alguns garotos em volta do mesmo,o cercando.

-Então você gosta de brincar com os sentimentos da Lissana,não é?- O maior garoto segura Natsu pelo pescoço e o imprensa na parede.Apesar da desvantagem,Dragneel não tinha medo de infrentá-lo.

-Você agora é o guarda costas delas?Pode vir!Não tenho medo de você.-Assim que o Rosado termina a frase ele se solta das mãos do garoto e lhe golpeia com um soco na barriga fazendo com que o valentão caísse no chão cheio de dor.Natsu sorria vitorioso,mas isso foi por pouco tempo,logo se formou um grupo em cima dele e se iniciou uma grande confusão.

Mais de 5 caras atrás do cabeça de algodão e mesmo assim nenhum conseguiu pegá-lo realmente.Ele golpeava todos.

Onde eu estava?Essa é uma boa pergunta.Eu ainda não tinha voltado para a minha mesa e estava perigosamente perto deles.

Mas uma hora o Dragneel iria se cansar,e podíamos dizer que ele já estava ficando esgotado ,aproveitando esse momento um garoto o empurrou com força,fazendo-o cambalear para trás e quase cair no chão.Mas ele não caiu...Sabe por quê?A resposta era simples,a trouxa aqui em um movimento involuntário o pegou por trás e o ajudou a ficar de pé.Momentaneamente me pareceu que todos na sala haviam sumido,nossos olhares se encontraram e senti o calor que vinha deles.

Momentaneamente me pareceu que todos na sala haviam sumido,nossos olhares se encontraram e senti o calor que vinha deles

Oops! This image does not follow our content guidelines. To continue publishing, please remove it or upload a different image.


(...)



Meu rosado - Fairy TailLeia esta história GRATUITAMENTE!