Juvia

2K 177 25

Juvia on:
(Na noite da festa antes do acidente)

A festa foi uma maravilha.Todos estavam felizes. Só estava meio triste porque Lucy chamou a atenção de Gray.Ela é uma boa amiga mas está me atrapalhando.Depois que a Lucy levou o soco do Natsu,resolvi ir ver como ela estava.Ela já tinha acordado.Parecia estar bem.Conversei um pouco com ela e saí. Fui conversar com Levy e Wendy.Elas estão sendo as minhas melhores amigas ultimamente.Elas me apóiam bastante.

-Juvia esta triste...-Olho para baixo meio decepcionada.

-Mas por que a menina Juvia esta assim?-Wendy veio para perto meio preocupada.

-Foi o Gray novamente?-Levy veio para perto e me abraçou.

-Sim...-Quebro o abraço e fico encarando as duas.

-Menina Juvia,não fique assim.Gray gosta de ti.- Wendy tenta me reconfortar.

-É verdade.-Levy concorda.

-Okay...-Saio de perto das meninas.

Vou andando em direção à minha bolsa e pego meu celular.Sento em um banco e fico mechendo em meu celular.Pego o fone e começo a escutar uma música.Precisava relaxar.Respiro fundo.Penso em uma forma de fazer Gray me notar.Hum.Meus pensamentos são enterrompidos quando Jellal se senta ao meu lado.

-Oh.Olá Jellal!-Cumprimento Jellal.

-Olá Juvia!Se assutou?-Ele pergunta meio preocupado.

-Juvia não se assusta tão fácil.-Tento parecer forte.

-Ah...Por que está sozinha?- Ele olhava para baixo.

-Não sei.Só queria ficar sozinha.-

-Oh!Me desculpe! Vou sair então.Tchau Juvia!-Ele logo se levantou meio constrangido.

Algo em Jellal me causava frio na barriga.Ele era legal e bonito.Erza tinha realmente muita sorte.Começo a pensar novamente no que fazer para chamar a atenção de Gray.Logo percebo que todos estão se despedindo.Vou atrás de Levy pois ela veio comigo no carro de Gajeel...Esses dois...

-Levy!Juvia estava preocupada.Juvia achou que você ía embora sem ela!- Reclamo.

-Oh,desculpe Juvia,mas prometi levar outras pessoas em meu carro.Não tem espaço para você e graças à isso,pedi para Gray te levar.- No final ela piscou para mim.

Fiquei com raiva no começo mas depois comecei a adorar a ideia.Gray ía sozinho.Vai ficar apenas eu e ele no carro.Mas espera.Ele não está bêbado?

-Levy!Gray está bêbado!Como vai me levar!?-Estava preocupada.

-Você vai levá-lo.Sei que você sabe dirigir.-Ela me deu um abraço e foi embora.

Puxa.Chamo Gray para irmos embora.Vou me despedindo dos outros aos poucos.Gray estava sentado.Parecia que não estava entendendo muito bem as coisas.

-Gray.Vamos embora?Vou te levar para casa.-

-Tá.-Ele se levanta e me segue.

Seguro sua mão e vou guiando o mesmo até seu carro.A chave estava no bolso dele.Ufa.Entro no carro.Ele entra logo depois.Bom.Dirigir é fácil.Eu dirigi pela última vez à 6 meses atrás.Isso era pouca coisa,claro.Vou conseguir.Solto o freio e engato a marcha.Estava com o motor roncando.Saí rápido.Gray estava meio assustado. Ele parecia não acreditar que eu estava dirigindo.Meu biquíni molhado estava debaixo da minha roupa que era um vestido azul.Estava com os cabelos soltos que ficavam lindos ao vento.Gray apenas observava tudo o que eu fazia.Quando chegamos em sua casa,estacionei o carro e abri a porta para Gray.Ele sai meio desorientado.

-Não sabia que você dirigia.-Ele piscou para mim.

-Você não sabe quase nada sobre mim.-Provoco ele.

-É verdade.Mas sei que você é linda.-Ele estava confiante.

-Humpt.-Estava corada.

-Você vai voltar à pé?-Ele parecia interessado.

-Sim.Por isso já vou indo.-Quando me virei para ir embora ele me segura e me leva para perto de si,sobrando pouco espaço entre nós.

-Tome cuidado.-Ele diz me encarando.

-Me solte.- Ele não fez o que pedi.Ao contrário, ele fez pior.Ele me puxou para mais perto de si e me beijou.Seus lábios eram macios e gelados.Tinham gosto de doce.Ele beijava com cuidado e devagar.Puxo seus cabelos e aprofundo o beijo.O beijo vai ficando mais intenso.Nos separamos para tomar um pouco de ar.Colocamos nossas testas juntas.Estávamos ofegantes.Mas ele nem liga e me beija novamente.Me puxando e colocando sua mão em minha cintura.Botei a minha outra mão em suas costas definidas.Estávamos quase que desesperados.Não queria parar,mas não podia continuar com aquilo.Ele já estava com sua mão por dentro da minha blusa.O choque da sua mão contra a minha pele me causou arrepios.Me separo dele e lhe dou um abraço.Ele também me abraça. Vamos em direção à sua casa.Ele estava me levando para seu quarto.Isso não está ficando bom.Ele começa a tirar sua própria roupa e me joga em sua cama.Ele tenta tirar minha blusa,mas tiro sua mão de mim e dou um tapa em sua cara.Ele congela.Vendo o que tinha feito,saí correndo de sua casa e fui correndo até o ponto de táxi mais próximo, rezando para que ele não viesse atrás de mim.Logo encontro um táxi.Entro depressa.Estava meio assustada.Mais branca que o normal.Estava suando.Vou para a casa de Wendy.Ela era a única pessoa que eu queria ver no momento.Quando chego em sua casa,começo a chorar.Ela estava meio assustada,mas não comentou nada.Ela parecia que me entendia mais que ninguém.Ela me abraçou e começou a me reconfortar.Começo a falar o que aconteceu, ela estava meio desconfortável.

-Menina Juvia...Não fique assim.Gray estava bêbado. Ele não vai se lembrar de absolutamente nada amanhã. Não se preocupe.-Ela fala calmamente e beija minha testa.

-Okay.-Eu respondi meio transtornada. Eu gosto realmente dele.Eu fugi porque não queria que ele estivesse bêbado.Eu acho isso errado.

-Juvia vou dormir,okay?Se quiser pode dormir na sala ou aqui no meu quarto.Escolha.-Ela falava meio sonolenta.

Precisava da Wendy.Respondi que iria dormir em seu quarto.Para nossa sorte,a cama dela era de casal.Dormi pensando no que teria acontecido se eu não tivesse fugido...
Acordo de manhã com o meu celular tocando e o barulho do celular da Wendy, avisando que chegara uma mensagem.Não atendi.Vi que era Erza.O que ela quer?Vejo Wendy pegando seu celular.Ela abre a mensagem e balbucia-Erza...-Bem baixinho.

A medida que ela lia,ela arregalava mais os olhos.Estava ficando assustada.
-O que houve Wendy?!?-Pergunto preocupada.

-O menino Jellal foi atropelado e está no hospital...-Ela parecia não acreditar no que leu.

-Hãn?Me empresta o cel.-Pego de sua mão e começo a ler a mensagem.Putz.

Levantamos rapidamente da cama e tomamos um café rápido. Nos arrumamos e fomos em direção ao hospital.Quando chegamos lá, vi que já tinha um pequeno tumulto.Era Natsu e Lucy.Eles nos explicaram o que aconteceu e em poucos minutos alguns dos meninos chegam.Inclusive Gray.Eles nos cumprimenta normalmente.Parece que Gray não se lembra mesmo.Wendy não parava de me encarar.Ufa.Ainda bem que ele não se lembra do nosso trágico momento...

Passando apenas para compartilhar meu momento revolts ao ver a Erza ser torturada. Morri nessa cena.Quase chorei.O que acharam?

Meu rosado - Fairy TailLeia esta história GRATUITAMENTE!