Suspeito?

2.2K 191 68

Hm.Bilhete interessante.Não sei de quem é.Não tem assinatura.Diz apenas anônimo. Guardei o bilhete e retomei meu caminho indo para a casa de minha mãe. Quando chego lá Plue pula em cima da minha pessoa e me lambe toda.Abraço minha mãe e me sento no sofá. Hm

Bilhete:

"Lucy,tenha cuidado,coisas ruins te esperam.

Ass.:Anônimo."

Fiquei lendo e relendo várias vezes.Como assim?Quem iria escrever isso?Guardei o bilhete em minha mochila e não comentei nada com minha mãe.

-Filha,se lembra que eu estava com um tumor?-Ah...

-Sim...-Fico meio estressada.

-Fiz a biópsia hoje.Daqui a um mês sai o resultado.-Ela me diz meio sem emoção.

-...-

Fiquei meio triste ao lembrar daquilo mas tentei fingir que estava tudo bem e a ajudei a preparar o jantar.Começamos a cantar juntas uma música que eu cantava desde pequena.Minha mãe me ensinou ela.Ela diz ter a escutado em um filme de terror.Estranho. Mas ela ficava na cabeça.

"A ponte de Londres está caindo, está caindo.
A ponte de Londres está caindo,minha bela dama."

Sua letra era essa.Pequena.Eu gostava de sua versão em Inglês mas minha mãe preferia em Português.Logo que terminamos o jantar,a campainha toca.

-Estava esperando alguém, mãe?-Pergunto.

-Não. E você?-Ela me pergunta,apesar da resposta ser óbvia.

-Não-Respondo assim mesmo.

Nos entreolhamos curiosas .Quem poderia ser?

-Deixa que eu atendo-Digo.

Fui em direção à porta e abri a porta lentamente tentando ver quem estava atrás dela.Não acredito.Natsu.Oh...Que felicidades(só que não)...

-O que faz aqui?-Digo curta e grossa.

-Nossa,calma,vim a pedido de sua mãe.-Ele sorri.

-MAAAÃEEEEE!!!!-Dou um grande berro.

-Já vou!-Ela diz empolgada.

-Olá dona Layla!-Ele a cumprimenta.

-Oi Natsu!Que bom que veio!Entre!-Ele em seguida entra.

Eu estava meio irritada.Ele iria estragar meu momento mãe e filha.Ele passa por mim rapidamente, mas para e olha para atrás.

-Você devia ser mais educada,igual à sua mãe.-Ele diz convencido.

Não me contive.

-O que você disse?-Perguntei só para ter certeza.

-O que você acabou de ouvir.-Ele diz dando de ombros.

-Você está na minha casa!-Começo a berrar.

-Sua não, da sua mãe.-Ele me responde olhando diretamente em meus olhos.

-É a mesma coisa!Saia agora!-Começo a empurrar ele.

-Não.-Ele diz.

-Saia!!!-Berro mais uma vez.

-Não!-Ele insiste.

Fiquei furiosa mas minha mãe logo chegou tentando melhorar o clima tenso que estava entre nós.

-Bom,que tal jantarmos?-Ela diz sorrindo.

Ela propôs,ele aceitou claro,eu simplesmente peguei minha mochila, joguei Plue dentro dela e saí pela porta furiosa.Pisava forte no chão.Estava vermelha,que nem um tomate.

Meu rosado - Fairy TailLeia esta história GRATUITAMENTE!