Lissana.

2.8K 203 60

Acordo no dia seguinte meio feliz.Mais que o normal.faço meu café e boto meu uniforme.Como o dia estava quente, ao invés da calça botei a saia.Fiquei me reparando e toda vez que passava em frente ao espelho parava para me arrumar.Estou preocupada com o que vão pensar de mim.Estranho.Pego meu celular e vejo que estou atrasada.Saio de casa e começo a andar em direção à escola.No meio do caminho vi um moço vendendo alguns doces.Parei para comprar alguns e voltei para meu percurso normal.Em frente à minha casa tem um rio que passa por quase todo o meu bairro.Gosto de ficar olhando ele,às vezes tenho vontade de pular.Comecei a andar na borda, como se fosse uma criança,desafiando a mim mesma,se eu fosse até o final do rio sem cair,andando na borda,era a vencedora.Fiquei andando e quando cheguei ao seu final,me senti vitoriosa.Continuei meu percurso sem rio e encontrei com Gray.

-Olá Gray!-Aceno.

-Oi Lucy!Como foi seu final de semana?-Ele acena de volta.

-Foi legal.A Juvia não esta com você?-Pergunto curiosa.

-Por que ela estaria?-Ele ficou todo corado.

-Juvia me disse que estão juntos.-Digo.

-Bom,ela quebrou o pé nesses dias andando de bicicleta comigo.-Ele fica meio cabisbaixo.

-Putz.Que azar.E ela está bem?-Fico um pouco preocupada.

-Sim,ela iria vir hoje mas pedi para ela ficar repousando.-Ele responde.

-Oh sim.-Vejo que estamos perto da escola.

-Cheiro de chiclete.-Ele fala meio curioso.

-Ah é que eu comprei no caminho.-Digo toda inocente.

-Me dá um?-Ele pergunta.

-Não.-Respondo toda fria.

-Tem certeza?-Ele me olha meio malicioso.

Logo chegamos na escola e ele pergunta mais uma vez:

-Não vai me dar um chiclete,neh?-Ele pergunta mais uma vez.

-Não.Espera.O que vai fazer?-Socorro.

Ele na mesma hora sobe em uma mesa que se encontra no centro do pátio e pede a atenção de todos.

-Pessoal,a Lucy tem chiclete!-

Não acredito que ele fez isso.Na mesma hora uma multidão veio em minha direção.Começo a correr mas infelizmente as pessoas são mais velozes.Várias pessoas pulam em cima de mim e conseguem tirar o pacote de chiclete de minha mão.

-GRAY!!!!-Grito por seu nome.

-Eu avisei!Espera.Por que está me olhando com este olhar macabro?Ops.-Ele começa a correr.

Começo a correr atrás de Gray.Corro o colégio todo atrás dele.Perto dos banheiros tinha uma moça limpando o chão. Ele estava indo em direção ao banheiro.Fui atrás dele,mas como a moça tinha acabado de limpar o chão, caí igual a uma banana madura e saí rolando.Apenas o colégio todo viu aquela cena e não tive coragem de levantar,muito menos de olhar.Me encolhi no chão rezando para que fosse apenas o Gray que tivesse visto.Logo sinto alguém me levantando e olho para ver quem é.

-Oi Lucy!Mas o que está fazendo encolhida aqui no chão?-Uufaaa.

-Oi Natsu.Estava correndo atrás do Gray e acabei caindo.Só que não tive coragem para levantar.-Falei meio triste.

-Se machucou?-Ele pergunta um pouco preocupado.

-Não, por quê?-Grande incocente Lucy.

-Agora posso rir.-Mal ele termina a frase e começa a rir.

Fico com raiva.Olho para os lados vendo se tinha mais alguém.Apenas algumas pessoas viram e Gray já se contorcia de tanto rir em frente ao banheiro.Mereço.Saio andando deixando os dois palhaços para atrás. Vou para a biblioteca e pego um livro para ler.Enquanto lia,vi Mirajane e uma garota da sua altura com os cabelos também de mesma cor.Ambas eram muito parecidas.Opa.Lissana?Será? Deixei o livro em cima da mesa e fui atrás de Natsu.Ele estava sentado em um banco sozinho.Opa.Já deve ter descobrido.

-Natsu,já sabe?-Me sendo ao seu lado.

-Sim.-Elee responde num tom meio baixo.

-Por que está triste?-Pergunto.

-Não estou triste.Estou pensativo.-Aaah...

-O que tanto pensa?-Meus Deus tenho que parar de ser curiosa.

-Estava decidindo umas coisas.-Nossa que chato.

-O que eram?-George o Curioso.

-Nada.-Palhaço.

-Ela vai ficar em nossa sala?-Tento arranjar assunto apesar de saber a resposta.

-Sim...-Ele responde.

Logo bate o sinal e todos entram em sala.Todos estavam em volta dela,querendo saber detalhes e novidades.Quando o professor chegou,ela levantou e se apresentou para ele e para o resto da turma.Ela não parava de encarar Natsu e em algumas vezes me olhava brevemente.Escrevo um bilhete para Natsu e peço que Erza passe para ele.

" conversou com ela?"

Ele me joga o bilhete e agarro com dificuldade,quase deixando o mesmo cair.

"Não e nem quero conversar.
PS.:Toma cuidado hoje na saída."

Olho para ele meio confusa. Ele não dá mais detalhes.O dia passou nesse clima tenso.E logo chega a hora da saída.Me despeço do pessoal e saio da escola.Decidi ir à casa de minha mãe primeiro para pegar Plue.Ouço alguns sons de respiração e pisadas fortes no chão. Viro para trás mas não vejo nada.Aconteceu o mesmo várias vezes.Sinto que alguém me observa.Viro para trás e vejo uma sombra.

-Quem está aí!?Por que está me seguindo?-Pergunto aflita.

Vejo uma pessoa sair de trás de uma árvore. Demoro a reconhecer.Lissana.

-Ora,ora.Você não é tão lerda quanto eu pensava.-Ela diz rindo.

-Por que está me seguindo?-Pergunto com raiva.

-Quem faz as perguntas aqui sou eu.-Ela provoca.

-Tsc.Fala logo.-Tento apressar ela.

-Calma.Estava apenas querendo falar com você.-Ela chega para mais perto.

-Sobre?Mal te conheço.Não quero falar com você.-Nossa,como sou ruim às vezes.

-Você esqueceu seu livro na biblioteca hoje.-Ela me mostra um livro com a capa vermelha.

Ahn?!Como assim!?Era só isso!?

-Oh,obrigada.-Vou até sua direção pego bruscamente o livro de sua mão e me viro de costas para continuar meu caminho.

Que estranho.Olho para atrás e vejo que ela também voltava para o seu caminho.Estranho.Talvez ela não seja completamente uma pessoa ruim.Natsu deve ter aumentado um pouco.Vejo que tem um bilhete dentro do livro.Paro e me sento em um banquinho de rua e abro na página. Pego o bilhete e abro.Nele estava dizendo que...

Meu rosado - Fairy TailLeia esta história GRATUITAMENTE!