Resultado

2.4K 184 13

Lucy on:
(Segunda)

Acordei de manhã com o som do meu despertador.Plue ainda estava ao meu lado me encarando,como se estivesse pedindo para que eu desligasse logo aquele torturador.Me levanto da cama e começo a me arrumar para a escola.Vejo que minha mãe me ligou ontem.De novo?Estranho.Quando estou pronta,faço meu café e dou comida ao Plue.Saio de casa um pouco adiantada.Ligo para minha mãe, que depois de alguns minutos atende.

Ela:-Alô?

Eu:-Mãe! O que houve?

Ela:-Pode vir aqui hoje?

Eu:-Hm,posso.

Ela:-Chegue aqui às 19:00 da noite.Beijos.

Ela desliga rapidamente sem me dar detalhes.Como ainda faltam 50 minutos para minha aula começar,decido parar em uma praça perto da minha casa.Me sento debaixo de uma árvore. Era um Carvalho velho.Deve ter mais idade que minha mãe. Cruzo as pernas e fico olhando para minha mão.O que ela deve estar escondendo de mim?Esse mês...Mês... 1 mês... Mãe...Ela fez sua biópsia a 1 mês.Opa.Será??!? Ah.Calma Lucy.Ela está bem.Só deve estar querendo fazer uma surpresa.Nada de mais...Tentava pensar apenas em coisas boas.Tentava apenas procurar o positivo.Quando vi,já estava com os olhos cheios de lágrimas e com a camisa toda molhada.Levo minhas mãos ao meu rosto para esconder minha cara de choro.Fico apenas chorando.Não era um choro alto e escandaloso.Era um choro baixinho,que mal dava para notar.Vi que precisava voltar ao caminho da escola.Levo 30 minutos para chegar na escola à pé. Fiquei apenas 10 minutos na praça. Me levanto meio tonta.Pego a mochila e a carrego sobre meu ombro direito e vou caminhando com um olhar assustado.O medo de perdê-la era muito grande.Há cada passo meu coração acelerava mais.Ele parecia estar em minha garganta.Tento me acalmar.Eu a amo muito.Não quero vê-la sofrer.Calma.Ela está bem.Ela é forte.Vou caminhando um pouco mais depressa a medida que vou chegando mais perto da escola.Quando chego,escondo meu rosto e vou correndo direção ao banheiro feminino,mas,no meio do caminho,sou forçada a parar quando ouço alguém me chamando.Mesmo estando com o rosto inchado,levanto o mesmo para procurar a pessoa.Olho para os lados e não vejo ninguém. Começo a caminhar de volta para o banheiro quando sou parada por um abraço.Sentia alguém me abraçar por trás. Pergunto quem é. Quando vou me virar,a pessoa cobre meus olhos,pedindo para que eu adivinhe quem é. Reconheço aquela voz.E também conheço esse cheiro.

-Natsu?- A pessoa parece ter ficado meio irritada e tira suas mãos de meu rosto.Me viro em direção à pessoa.Bingo.Acertei em cheio.

-Hey,Lucy!O que houve?- Ele parecia meio preocupado.

Esfrego meus olhos e dou um sorriso meio forçado para ele.

-Não ocorreu nada.Está tudo bem.- Começo a olhar para baixo,encarando o chão.

-Sei que não tá.-Quando ele finaliza,me abraça.Não retribuo o abraço, mas me aconchego em seu peito.

Nos sentamos em um banco.Ele não pergunta nada.Fica apenas calado.Ainda bem.Pelo menos ele entendeu.Natsu puxa minha mão e faz carinho na mesma,depois,resolve apenas segurá-la.Ele a segurava um pouco forte tentando avisar que estou segura com ele.Sua mão era quente.Entrelaçamos nossos dedos e ficamos olhando para o chão. Logo,minha perna esquerda fica entrelaçada com sua perna direita.Ele beija a minha mão levemente (a mão que ele estava segurando).Ficamos assim até o sinal bater.Não sei como,mas ninguém veio até nós nesse período.Fomos andando para a sala de mãos dadas.Nos sentamos em mesas próximas. No momento em que sentamos ele ,infelizmente,solta minha mão suavemente e se levanta avisando que vai falar com as garotas.Fico de cabeça abaixada,escondendo a mesma em meus braços.Ninguém veio falar comigo.Ótimo. As pessoas são tão falsas...Quando mais precisamos, ninguém nos ajuda.Mas deixe estar,não preciso dessas amizades.Logo,a professora entra em sala.Mavis.Ela avisa que iremos trocar de sala.Estranho.Fiquei curiosa e fui surpreendentemente a primeira a se levantar.A outra sala era grande e espaçosa. As carteiras eram em duplas.Tinha várias janelas que davam direto para um campo atrás da escola.A lousa era maior.A sala era toda branca e tinha cheiro de flor.E por último, uma estante branca no final da sala.Era linda.Me sentei em uma das mesas do canto e fiquei olhando a praça pela janela.Todos estavam escolhendo suas duplas.Jellal e Erza faltaram.Ele ainda está no hospital e ela não desgruda dele.Será que o pessoal só fala comigo por causa da Erza?Hm.Pode ser.De repente,sinto alguém sentar ao meu lado.

-Sei que você me ama, e por isso,resolvi vir te encher o saco.- Era Natsu.Ele estava com um sorriso bobo no rosto.

Não respondo nada,porém, coro levemente.Finalmente a professora explica porque estávamos todos em duplas.Teríamos que fazer um trabalho em dupla hoje durante seus tempos.Se alguém não terminasse até o final do dia,iria perder ponto.Ótimo.

Depois de inúmeras brigas,conseguimos finalizar o trabalho à tempo.Fora isso,o dia ocorreu normal e muito devagar.Quando finalmente a aula acaba,vou embora sem me despedir de Natsu.Estava com muita curiosidade.Acabei ficando ansiosa demais.Estava toda suada e com o coração na garganta.Tinha dificuldade de andar.Quando cheguei na casa da minha mãe, vi que a porta estava aberta e tudo estava apagado.Apenas o quarto estava aceso.Quando entro em seu quarto,vejo que ela estava na cama vendo TV.

-Oi mãe.- Sento na beira de sua cama.

-Preciso conversar com você Lucy.-Ela estava séria.

-Sobre?-Eu estava com a voz fraca.

-Sobre o resultado da biópsia.Eles me avisaram que sairia apenas depois de 1 mês, porém, ela saiu 15 dias antes do combinado.Recebi uma carta com o resultado.- Ela estava com a voz firme.

-E...O que...Qual...Foi o resultado?-Estava muito nervosa e estava esquecendo as palavras.Estava apertando tanto minha mão que minhas unhas começaram a me machucar.

-Lucy,eu te amo.Muito.O resultado pode não ser o que você espera.-Ela continua.-O resultado da biópsia é ...- O resto eu não consegui ouvir.

Desculpa pela demora!Espero que gostem.Espero não, vocês são obrigados a gostar pois enquanto escrevia esse bendito capítulo,a bateria do meu cel estava muito baixa,e quando terminei,faltando apenas postar,o cel desligou e apagou tudo,ou seja,tive que refazer tudo de novo.Acreditem,eu chorei.kkkkk ヽ(*≧ω≦)ノ

Meu rosado - Fairy TailLeia esta história GRATUITAMENTE!