Tudo Culpa do Natsu

2.2K 183 32

Lucy on:

Fui dormir pensando em cada detalhe do meu dia.Estava muito feliz.Estava sorrindo sem motivos.

Acordei antes do horário, ansiosa para ver Natsu.Plue pulou na cama e se deitou ao meu lado.Fiz carinho em suas orelhas.Quando percebi,o despertador já estava tocando.Saio da cama com bastante energia e me apronto para a escola.Eu não deveria estar feliz pois tenho prova e não estudei,mas...Isso é apenas um detalhe.Decidi pegar um ônibus para chegar mais cedo no colégio. Vi alguns conhecidos no ônibus, no caso, a Juvia e a Wendy.Elas vieram falar comigo como se nada tivesse ocorrido.Será que elas se esqueceram que me abandonaram ontem?Que me ignoraram quando eu mais precisava delas?Humpt.Fui fria com elas,e logo perceberam que algo estava errado.

-O que houve,menina Lucy?-Wendy pergunta curiosa.

-Nada.-Respondo.

-Algo houve.Juvia percebeu que você está triste.-Juvia se mete.

-Só agora?E eu não estou triste, estou com raiva!-Estava perdendo a paciência.

-Raiva?Por que?!-As duas perguntam em coro.

-Porque ontem,quando estava triste,ninguém veio falar comigo,além de Natsu.-

Wendy respira profundamente e explica:
-Menina Lucy,ontem o Natsu pediu para que ninguém fosse falar com você, pois só íamos estragar as coisas.Eu não sei que coisas são.-Ela diz me encarando.

-Por que obedeceram ele?!?!-Berro o mais alto que posso.

-Juvia estava com medo de te deixar ainda mais triste.-Juvia se explica.

-Não só ela, mas,como todos os outros.-Wendy completa.

-Hm...- COMO SOU BURRA!

Que vergonha!Não acredito!Fiquei com raiva dos outros à toa!!!Natsu!! Sua peste!!!Botei minhas mãos em meu rosto.Estou com muita vergonha.

-Ah!Menina Lucy,eu,a Erza,a Juvia e a Levy, vamos ao salão no Domingo!Quer ir conosco?-Ela pergunta sorrindo.

-Ahn,claro...-Putz.Faz tempo que não vou ao salão. Não tenho tempo.

Logo chegamos no colégio. Várias pessoas me cumprimentam,e eu apenas aceno de volta.Estava sem graça.Procuro Natsu com o olhar e logo encontro a cabeleira rosa.Vou em sua direção e o puxo para minha frente, fazendo-o se assustar.

-Ah!Olá,Lucy!- Ele diz sorridente.

-Vamos estudar.-Digo seca.

-A...Mas...É...Eu...Posso ir depois?Sei que prometi estudar com você,mas...Posso?-Ele estava sem graça.

-Não. Venha.-Continuo puxando ele enquanto ando,fazendo o mesmo tropeçar algumas vezes.

Quando entramos,fiz um estrondo na porta,chamando a atenção de todos na sala.Todos me encaravam assustados, pois me viram puxar Natsu até uma mesa.Nos sentamos e ele fica me encarando.

-Qual o seu problema?-Pergunto num tom baixo.

-Nossa!Não pode ficar de bom humor?Nem hoje?-Ele reclama.

-O que tem de especial hoje?-Digo cruzando os braços.

-Hm...Nada.Realmente.Mas não é motivo para você ficar assim!Aliás,eu estou com fome...-Ele resmunga.

-E?-Pergunto seca.

-Pare de ser assim!Tem algum biscoito?-Ouço seu estômago rocar.

-Tenho.Tome!-Jogo o biscoito em sua direção, acertando sua cara.-Agora fique quieto!Preciso estudar!-Reclamo.

-Ai! Okay...-

Só o barulho da embalagem do biscoito sendo aberta me irritou,pior ainda foi quando ele começou a mastigar.

-AH!NATSU!MASTIGUE DIREITO!PARECE UM BODE!FECHA A BOCA!-

Todos me olharam,inclusive o próprio Natsu se assustou.Mas isso não durou muito tempo.Logo que termino de falar,ele me encara,me olha com desdém e faz o maior barulho que pode comendo o biscoito para me provocar.Não aguento e taco o livro em sua cara.Ele reclama,mas,percebe que estou mais irritada que o normal.

-Hey!O que houve?-Ele pergunta.

-Nada!Apenas descobri que ontem você pediu para que ninguém viesse falar comigo!-Digo olhando furiosa para ele.

-Então não foi exatamente nada.-Ele dá umas risadinhas.

-Hahaha.Engraçadão você.Por que fez isso?-Mudo um pouco o meu tom.

-Eu fiz isso porque queria te trollar.Mas depois me arrependi.Você me perdoa?-Ele faz um biquinho.

-Ah,claro.Mas...Vai ter que me pagar.-Sorrio maleficamente.

-Putz.O quê quer?-Ele cruza os braços.

-Apenas que você me faça companhia até eu morrer.Topa?-Pergunto.

-Qualquer coisa com você!-Ele diz dando uma piscadinha.

-Sério?-Duvido.

-Não.- Ele cai na gargalhada e acabo por acompanhá-lo.

Acabou que quase não estudamos ,e me dei mal na prova.Mas foi legal conversar com ele.Depois da aula,resolvi ir visitar minha mãe mais uma vez.Tinha saudades dela.Quando cheguei em sua casa,vi que ela estava vendo TV.Me sento ao seu lado e ela começa a chorar.HAN?COMO ASSIM ELA ESTÁ CHORANDO?Engasgo com minha próprio saliva e esfrego meus olhos para conferir se era realmente verdade.Era verdade.Abraço ela.Mas...Por que ela chora?

-Mãe,o que houve?-Estava preocupada.

-Nada.Apenas me lembrei de você quando pequena, e isso me emocionou.-Ela diz dando um beijinho em minha testa.

-Awn!Que fofinha.-Continuamos com o abraço e de repente ela adormece em meus braços.

Saio com cuidado para não acordá-la e chamo um táxi. Quando ele chega,dou um beijo na bochecha dela e cubro suas pernas geladas.Saio pela porta sem fazer barulho.No caminho,lembro que não visitei meu pai no final de semana passado.Coitado.Tenho que ir com urgência vê-lo.Quando chego em casa,vejo que Plue treme.Mas está tão calor... Frio não deve ser...Ele não tem febre...Ah,não. Vou levá-lo ao veterinário amanhã. Agora estou preocupada, o quê ele deve ter?Não vou conseguir dormir...

Meu rosado - Fairy TailLeia esta história GRATUITAMENTE!