Sting e Rogue

1.9K 150 67


Acordei na quinta um pouco mais cedo que o esperado.Uns 30 minutos antes do despertador. Não sei se fico triste ou feliz com isso...Me sento na cama e finalmente percebo que esse era o dia que eu mais esperava.Eu senti um nó se formar em meu estômago e um pouco de dor de cabeça.Isso é a famosa ansiedade.Eu passei a semana inteira tendo isso.Eu nunca namorei realmente,já tinha beijado,mas nada realmente sério,ou seja,esse era o primeiro encontro da minha vida.Eu estava um pouco gelada e com as mãos suando.Me espreguiço lerdamente enquanto ouço finalmente o despertador tocar.Levanto da cama e o desligo,fazendo com que um assustador silêncio se estabelecesse em casa.Fiquei um tempo olhando para o teto e pensando em tudo o que estava acontecendo.Oh não.Eu não acredito que esqueci de ir na delegacia na terça...Eu teria que ir hoje...Mas não posso furar o encontro.A delegacia que me espere. Apesar de tudo,sei que o meu pai está bem e que logo ele virá me visitar.Tenho recebido ligações de números desconhecidos, provavelmente é ele.Estou tentando o máximo não me importar com isso.Meu pai já é de idade,não preciso ficar cuidando dele como se fosse uma criança. Isso é problema dele.Começo a ficar um pouco receosa em relação a isso,mas tento me acalmar assim que posso,comendo um pouco de brigadeiro que fiz ontem à noite. Ultimamente,meus únicos motivos para sorrir são os doces,e claro,o Natsu.Me peguei sentada na mesa olhando para o nada.Me levanto balançando a cabeça e vou tomar um banho.Ouço o meu celular tocar e ignoro,porém,ele tocou por mais 3 vezes e isso me deixou preocupada.Me enrolo na toalha e vou atrás do celular que continua tocando e vibrando.

-Alô?- Pergunto.

-Alô? Lucy?-Reconheço a voz imediatamente.

-Oi pai.O que houve?-Pergunto meio irritada. pensar no diabo...

-Oi,não sei se você sabe,mas eu fugi da prisão.-

-Eu sabia,e por sinal, esperava.- Respondo.

-Ah...Bom,eu preciso de algumas coisas.Será que você poderia pegar algumas roupas minhas e sapatos?Se puder,me encontre hoje à noite em frente ao orfanato às 19:30.Beijos.Obrigada.- Ele desliga antes que eu pudesse responder.

Infelizmente vou me atrasar um pouco para o meu encontro...Mereço.Mando uma mensagem para Natsu avisando que eu iria me atrasar um pouco.Ele responde rapidamente mandando um emoticon de choro e um "ok" no final.Me peguei com um sorriso torto no rosto.Termino de me arrumar e finalmente saio de casa.

O dia parece estar passando devagar...Quando chego na escola,a primeira pessoa que vejo é Natsu.Ele também me vê e abre um sorriso amarelo.Vou em sua direção e o abraço o mais forte que posso.Natsu era uma daquelas pessoas gostosas de se abraçar,ele era cheiroso,quentinho e macio.Ele beija suavemente a minha cabeça e logo depois fica dando vários beijos na minha bochecha.Quando ele vai beijar a minha bochecha novamente, viro o meu rosto e lhe roubo um beijo.Quando nos separamos, ele sorri maliciosamente.Vamos de mãos dadas em direção a um dos bancos do pátio e eu me sento puxando ele em minha direção.Ele acaba por ficar sentado em cima da minha perna.

Meu rosado - Fairy TailLeia esta história GRATUITAMENTE!