Doença?

3.3K 283 23

Fiquei mais um tempo na casa de Natsu,mas como não recebi nenhum sinal de vida da minha mãe, decidi voltar para a minha casa,mesmo com o Natsu implorando para que eu ficasse com ele.Fui sozinha a pé. Quando estava chegando vi que as luzes da casa estavam apagadas.Bati na porta e entrei,esperando ver minha mãe na sala.Ela não estava lá. Procurei pela casa toda e nada.Eu estava começando a ficar angustiada. Liguei para o celular dela várias vezes e só caía em caixa postal.Hm...Onde será que minha mãe está? Já estava de noite.Oh.Será? Minha mãe adora ir para bares de noite pois adora beber e geralmente fica bêbada.Ah não.Sou eu quem a ajuda na maioria das vezes.Poxa.Logo hoje?Eu estava louca para contar as novidades...Saí em busca da minha mãe passando por todos os bares do bairro à pé. Sim,sou muito corajosa.Acabei achando ela sentada em uma mesinha em um bar sozinha,mas estava sóbria.Hm.Estranho.Cheguei mais perto e perguntei se eu podia sentar.Ela assentiu e abaixou a cabeça logo em seguida.O que será que está havendo?Resolvi puxar assunto:

-Eh...Mãe...Tudo bem?Por que veio até aqui sozinha,ainda mais nesse horário?- Perguntei meio tristonha.

Ela me respondeu com um suspiro e não faz mais nada.Desisti e achei melhor irmos para casa.Quando chegamos, a primeira coisa que ela fez foi dormir.Eu achei uma boa idéia e fiz o mesmo pois já estava tarde.O resto das semanas passaram bem rápido e não pude encontrar com o Natsu em nenhum dos dias pois ele tinha compromissos na semana inteira.Droga.Nesses dias mal conversei com a minha mãe pois a alguns dias atrás, vim finalmente morar em minha própria casa.Fiquei a maior parte do tempo lendo e vendo séries.As aulas começam amanhã e eu já estou esgotada mas muito ansiosa e feliz.Será que o Natsu vai ficar em minha sala?Oh se ele não ficar...Vou ficar tão sozinha...Bom,vou visitar minha mãe. Quero esclarecer o que houve naquele dia.Pus me para fora de casa e peguei um táxi até a casa de minha mãe. Chegando lá vejo que ela estava cozinhando,entro sem fazer barulhos e observo ela cantarolando e dançando enquanto cozinha.Ela é tão feliz.O que será que a fez ficar daquele jeito?Meus pensamentos foram interrompidos por um grito e um som de panela caindo no chão. Olho assustada e vejo que minha mãe está me olhando com a mão na boca,mas logo muda sua expressão para uma sapeca e meio irritada dizendo:
-Oh menina!Euem!Fica assustando os outros!Parece assombração!Por que não disse que vinha?Podia pelo menos ter batido na porta!Quer me matar do coração?!-
Ela finaliza dando um peteleco em minha testa.

Dou um sorriso e a ajudo a limpar e preparar as coisas.Passamos bastante tempo juntas e no final ficamos cobertas de comida.Fui tomar um banho e botei uma roupa dela emprestada.Ela tomou uma ducha logo depois.Enquanto eu a esperava encostei em uma escrivaninha que se encontrava na sala e acabei por derrubar uma papelada que estava em cima dela.Comecei a organizar tudo rapidamente até que vi uma coisa...Não acredito!Leio e releio várias vezes.Era um exame médico. Oh.Ela estava com um tumor na barriga.Congelei pensando na hipótese de ser um tumor cancerígeno. ela teria que fazer uma biópsia para saber se era uma tumor cancerígeno ou apenas um tumor normal.Se fosse um normal só precisaria fazer uma cirurgia pequena...Se for um tumor de câncer as coisas iriam complicar.Afastei os pensamentos ruins e tentei pensar que ía ser apenas uma bobagem.Mas as lágrimas já rolavam em meu rosto. Nesse momento ela sai do banheiro e vendo meu estado pergunta o que houve,eu mostro os papéis e ela não me responde nada...Apena abaixa a cabeça.Ela mentiu para mim pois disse que tinha ido ao mercado e ainda tenta esconder algo assim.Fico com raiva por um tempo mas logo mudo de sentimento pois ela começa a chorar.Cheguei perto dela e comecei a reconfortá-la dizendo palavras de apoio e abraçando-a.Que merda!Dormi na casa dela esse dia.Passamos a noite chorando...

No dia seguinte acordei com um balde de água fria em minha cara.Pulo da cama e vi que ela estava rindo de mim e percebo que foi ela.Olho irritada mas ela começa a rir mais ainda dizendo que isso era o troco pelo susto se ontem.Começo a rir junto mas logo o momento acaba pois tenho que me arrumar para a aula.Começo à me arrumar botando um laço com um pouco de mecha de cabelo preso à ele ao lado direito da minha cabeça,o laço era vermelho combinando com o uniforme.Almocei pois estudava de tarde e fui correndo para a escola...

Meu rosado - Fairy TailLeia esta história GRATUITAMENTE!