Capítulo 32

8.7K 1.1K 552
                                    

Algumas vezes olhamos para ao céu e desejamos poder fazer um único pedido, o pedido de socorro. Eu dei risada hoje enquanto olhava para ele e não pedi por socorro, eu pedi por forças.

Forças para não desabar, forças para continuar de pé e poder agradecer por poder ficar de pé. Por ter a chance de ter pessoas a minha volta que me mantivesse de pé com um sorriso, um olhar ou um simples gesto! Pessoas que aparentemente desejavam e me viram dar risada distraída durante todo um dia.

Dois kooks que estiveram o tempo todo ali.

— A para todo mundo sabe que o quarto filme é o melhor — Eu e Rafe discutiamos abraçados sobre a sequência de velozes e furiosos.

— Acho que você não prestou muita atenção no sexto filme — Trocamos sorrisos enquanto Topper fechava a porta.

— Temos visitas — O garoto nos fez olhar para frente, para todos os meus amigos sentados naquela sala.

Me senti por algum motivo um tanto incomodada com a situação.

— Desculpa Sarah, não sabíamos que estava com visita — Falei a ela gentil ajeitando minha postura.

— Na verdade Nay, o pessoal está querendo falar com você. Tudo bem?

Eu odeio adorar a Sarah e achar ela linda o suficiente para me manipular.

— Ela não tá afim — Obrigado Rafe, obrigada.

Eu sinceramente não estou nada a vontade para falar com eles depois de estar com todos longe após o falecimento de minha mãe.

— Na verdade a gente precisa se arrumar, vamos sair daqui a pouco e eu não quero me atrasar — justifiquei com o mesmo sorriso e carinho de sempre sem conseguir agir de forma idiota — A gente pode se falar outra hora.

Me afastei de Rafe começando a subir as escadas ouvindo ele e Topper logo atrás, eu sinceramente não tenho nenhuma vontade de ser uma boa pessoa agora.

Opostos - Rafe CameronOnde as histórias ganham vida. Descobre agora