Capítulo 38

7.7K 1.1K 376
                                    

— Olha só quem está de volta, cansada de falar sala pra Pogues?— Rafe perguntou alterado pelo álcool e pela cocaína que já circulava por suas veias.

— Não muito — Respondi simpática — O que estão fazendo?

— Procurando uma garota — Topper respondeu — Eu adoro vocês, mas não suporto essa melação.

— Que melação?— Perguntei sem entender.

— Ele tá surtando, acha que a minha irmã vai gostar mais dele se ele tiver mais opções de garotas.

— Tá tentando fazer ciúmes na Sarah? Qual é, não ouviu nada sobre o quanto você é um cara legal que não precisa agir de maneira baixa pra provar isso.

— Ele não ouve nada — Rafe disse antes de virar um pouco mais seu copo — Espera, você disse isso?

— E eu não menti, a um mês eu queria socar a cara dele com muita força e agora eu gosto dele — Comentei de forma natural.

— Por isso você está com a gente? Por que gosta dele?

— Não foi isso que ela disse, cara — Topper se envolveu.

— Aí não me venha também com ceninha de ciúmes, parece que todo mundo só vê e ouve o que quer interpretando como deseja.

Peguei o copo da sua mão e virei toda a cerveja do recipiente entre meus lábios.

— A partir de agora eu só vou dar moral pra cena de ciúmes de quem for o meu namorado, vou dançar.

Devolvi o copo vazio.

— E o que você acha que quer dizer com isso?— Rafe perguntou e eu o ignorei — Nay, Naya — me chamou e eu continuei o ignorando.

Opostos - Rafe CameronOnde as histórias ganham vida. Descobre agora