Capítulo 55

6.2K 850 660
                                    

— Que visão dos deuses — Comentei vendo JJ sem camisa encostado no balcão da cozinha com uma garrafa de cerveja em mãos.

Abri a geladeira e abri uma garrafa da mesma bebida me encostando do outro lado enquanto tomava um gole longo.

— Vai beber antes de falar com a sua família?

Revirei os olhos.

— Não são bem a minha família e sim, eu preciso de alguma coisa que me dê energia pra isso.

— Então vai falar com o Rafe, sabe, pra ajudar com uma distração.

Neguei com a cabeça torcendo para conseguir esquecer tudo o que aconteceu.

— Não estamos mais juntos, se é que um dia estivemos.

Revirei os olhos com o sorriso malicioso que surgiu no rosto do Maybank.

— Bom — Ele atravessou a pequena cozinha ficando com o corpo de frente para o meu — Eu posso te ajudar nisso como em um ato de amizade.

— Como nos velhos tempos?— Eu perguntei achando graça da situação, talvez JJ me ajude a tirar o Rafe da cabeça.

Aí parece tão podre pensar assim.

— Como nos velhos tempos — Colou seus lábios nos meus, empurrei a garrafa para o lado antes de passar meus braços por seus ombros grudando nossos corpos. Senti as mãos de JJ descerem por meu corpo me dando impulso para que eu me sentasse sobre o balcão, cruzei minhas pernas em volta de sua cintura e desci minhas mãos por suas costas e abdômen sentindo seus lábios quentes e molhados descendo por meu pescoço, suas mãos experientes tocaram minha vagina coberta apenas pelo fino pano de minha calcinha. Gemi bem baixinho mordiscando sua orelha.

— É isso que crianças fazem quando são deixadas sozinhas em casa?

Empurrei JJ para longe.

— Papai?— Falei sem acreditar que ele estava ali.

— Sentiram saudades?

Opostos - Rafe CameronOnde as histórias ganham vida. Descobre agora