Capítulo 46

7.6K 922 703
                                    

Soltei a fumaça do meu baseado sentindo a paz invadir o meu corpo, já a fazia tanto tempo que eu não tinha tempo para fumar um que por segundos acreditei que ela uma sensação nova.

Entreguei o baseado para Rafe que fez o mesmo movimento, levou aos lábios demorou a tirá-lo de la e fechou os olhos quando a fumaça escapava por sua boca totalmente chamativa.

Dei um sorriso antes que ele pudesse notar que eu reparava nos seus movimentos mudando o olhar quando ele abriu os olhos, umideci os lábios olhando pela janela as estrelas brilhando não muito longe, quer dizer. Elas pareciam mais próximas hoje.

— O que tem de tão interessante lá fora?— Rafe perguntou, pude sentir os olhos dele em mim.

— Não sei, só parece totalmente diferente.

O garoto se ajeitou um pouco para poder olhar para o mesmo rumo que eu.

— Parece igual para mim — Dei um sorriso me virando para encara-ló, senti mais uma vez aquele frio na barriga quando notei que ele estava ainda mais próximo.

O clima estava tão estranho quando ele chegou, tão tenso e levamos alguns minutos até que ele perguntasse que eu queria fumar. Foi só aí que as coisas pareceram se tranquilizar, entre essas coisas o meu coração.

— Nay — O respondi com um "hm" para que ele continuasse falando — Pode me prometer algo?

— Prometer o que?

Não entendi a pergunta repentina.

— Mesmo que as pessoas te digam coisas terríveis sobre mim, coisas que você vai achar absurdas e mentirosas — Rafe apagou o cigarro o deixando de lado — Pode me prometer que vai me ouvir? Que vai me dar a oportunidade de falar?

Toquei o seu rosto em um gesto de carinho.

— Eu sempre vou ouvir você, em qualquer situação eu vou ouvir você, Rafe — Ele segurou minha mão a levando até os lábios deixando ali um beijo demorado.

— Por favor, não mude de ideia — Não tive tempo de resposta, a mão de Rafe agarrou minha nuca juntando nossos lábios no segundo seguinte.

Senti meu corpo se arrepiar no segundo em que retribui aprofundando o gesto tornando aquilo em um beijo mais profundo, daqueles com o sabor do pecado que carregamos em todo o nosso corpo, em toda a nossa paixão.

Senti a mão do loiro sumir por minha coxa exposta e de um sorriso entre o beijo quando fui puxada para o seu colo, puxei a barra de sua camisa a tirando com sua ajuda, trocamos sorrisos antes de unir nossos lábios mais uma vez.

Estar junto a ele é como um vício, o maior deles.

Rebolei em seu colo sentindo suas mãos passearem por meu corpo por debaixo a camiseta, apertando minhas nádegas, puxando minha cintura contra o seu sexo, brincando com meus seios. Até que ele se livrou da camisa em um gesto rápido.

Senti meu rosto queimar quando ele me encarou por completa, mas senti toda a apreensão ir embora mais uma vez quando ele sorriu me beijando rapidamente, senti seus beijos descendo por meu pescoço nu e mordi meus lábios com força.

Quando nos livramos do resto de suas roupas e eu o senti por completo desejei ter começado isso antes, desejei ter tido a oportunidade de aproveitar cada um dos detalhes dele desde que o conheci.

Rebolei sentindo meu corpo clamar por mais, joguei meu pescoço para trás sentindo Rafe segura-ló com força o suficiente para aumentar ainda mais o prazer que eu estou sentindo.

Juntando nossos corpos mais uma vez, nos olhamos nos olhos, como se uma carga elétrica passasse por nossos corpos nos mantendo energizados um pelo outro, um para o outro.

Quando trocamos de posição pude sentir os lábios de Rafe me tomando como sua por completo.

Cada detalhe, cada centímetro, cada som de prazer.









Eu não sei escreve hot, então desde já peço desculpas por não atingir as expectativas de safadezas que deveria.

Mas espero que tenham gostado.

Espero também ver vocês em "Consequência" para acompanhar a primeira ver de Olívia e JJ.

Opostos - Rafe CameronOnde as histórias ganham vida. Descobre agora